Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3352
Tipo do documento: Dissertação
Título: Bioprospecção de espécies amazônicas da família Lauraceae com potencial aromático e medicinal
Autor: Alcântara, Joelma Moreira 
Primeiro orientador: Veiga Júnior, Valdir Florencio da
Resumo: A Amazônia é uma das maiores detentora da biodiversidade vegetal do planeta. Os constituintes de sua flora apresentam enorme potencial nas indústrias farmacêuticas, de cosméticos, perfumes e essências, dentre outras. O presente trabalho teve por objetivo a pesquisa de espécies amazônicas da família Lauraceae potencialmente úteis tanto terapeuticamente quanto comercialmente, que possuam composição alcaloídica ou potencial aromático. As espécies selecionadas, coletadas na Reserva Florestal Adolpho Ducke, para este estudo foram: Aniba panurensis, Aniba rosaeodora, Dicypellium manausense, Endlicheria chalisea, Licaria cannella angustata, Licaria martiniana, Mezilaurus duckei, Mezilaurus itauba, Ocotea nigrescens, Ocotea splendens, Rhodostemonodaphne negrensis, Rhodostemonodaphne parvifolia, Pleurothyrium vasquezii e Sextonia rubra. Das espécies selecionadas as únicas que possuem algum estudo químico são A. rosaeodora, A. panurensis e M. itauba. Os óleos essenciais foram obtidos através de hidrodestilação e analisados quanto suas composições químicas (CG-DIC, CG-EM e RMN de 1H), em que o -cariofileno foi o constituinte majoritário da maioria dos óleos: folhas de A. panurensis (33,5%), D. manausense (39,5%), M. itauba (51,8%), O. nigrescens (37,9%) e O. splendens (51,0%); folhas e galhos de L. martiniana (41,7% e 21,4%, respectivamente) e R. parvifolia (41,3% e 16,2%, respectivamente). Para os demais óleos os principais constituintes foram epóxido de cariofileno, santalenona, -eudesmol, -pineno, germacreno D, p-cimeno, -elemeno, -copaeno, e o linalol (89,4%) que é a principal substância encontrada na espécie A. rosaeodora. Nos ensaios de atividade inibidora de radicais livres, todos os óleos essenciais apresentaram inibição do radical livre DPPH qualitativamente. Entretanto, na análise quantitativa as concentrações ativas foram muito altas, superiores a 700 g/mL. Apenas os óleos essenciais dos galhos de L. martiniana e das folhas de M. duckei e R. parvifolia apresentaram atividade inibidora de acetilcolinesterase. Os ensaios de inibição plaquetária resultaram em pouco potencial antiagregante plaquetário, com inibição inferior a 20%. Os extratos brutos, dos gêneros Aniba, Licaria, Mezilaurus, Ocotea e Rhodostemonodaphne, obtidos por extração com etanol 100%, foram submetidos a uma triagem fitoquímica na qual a presença de fenóis, taninos condensados, flavanonas, saponinas, esteróides e alcalóides mostraram-se frequente. Os extratos etanólicos das espécies de A. panurensis, S. rubra e L. martiniana foram os que mostraram maior atividade antioxidante frente ao radical livre DPPH. A atividade inibidora de acetilcolinesterase foi maior nos extratos dos gêneros Aniba e Licaria. Os extratos do gênero Licaria foram os que apresentaram melhores atividades contras as células tumorais SF-295 (glioblastoma humano), HCT-8 (cólon humano) e MDAMB-435 (mama humana). E para os bioensaios contra Leishmania amazonensis e Trypanosoma cruzi o extrato das folhas de A. panurensis foi o que apresentou melhor atividade (67 g/mL e 79 g/mL, respectivamente). Os extratos que apresentaram melhores atividades biológicas deverão ser fracionados para o isolamento dos princípios ativos e novamente testados
Abstract: The Amazon is one of the largest possessors of plant biodiversity on the planet. The constituents of the flora have enormous potential in the pharmaceutical, cosmetics, perfumes and essences, among others. This study aimed to search for Amazonian species of the Lauraceae potentially useful both therapeutically and commercially, holding alkaloidal composition or aromatic potential. The selected species were collected in Adolpho Ducke Forest Reserve, for this study were: Aniba panurensis, Aniba rosaeodora, Dicypellium manausense, Endlicheria chalisea, Licaria cannella angustata, Licaria martiniana, Mezilaurus duckei, Mezilaurus itauba, Ocotea nigrescens, Ocotea splendens, Rhodostemonodaphne negrensis, Rhodostemonodaphne parvifolia, Pleurothyrium vasquezii e Sextonia rubra. Of the species selected the ones with some chemical study are A. rosaeodora, A. panurensis and M. itauba. The essential oils were obtained by hydrodistillation and analyzed for their chemical composition (GC-FID, GC-MS and 1H NMR), where the -caryophyllene was the major constituent of most oils: leaves of A. panurensis (33.5%), D. manausense (39.5%), M. itauba (51.8%), O. nigrescens (37.9%) and O. splendens (51.0%); leaves and branches of L. martiniana (41.7% and 21.4%, respectively) and R. parvifolia (41.3% and 16.2%, respectively). For the other major oils constituents were caryophyllene epoxide, santalenone, -eudesmol, -pinene, germacrene D, p-cymene, -elemene, -copaene and linalool (89.4%) which is the main substance found in species A. rosaeodora. When testing inhibitory activity of free radicals, all essential oils showed inhibition of free radical DPPH qualitatively. However, quantitative analyses of active concentrations were very high, exceeding 700 g/mL. Only the essential oils of branches of L. martiniana and leaves of M. duckei and R. parvifolia showed inhibitory activity of acetylcholinesterase. Tests of platelet inhibition resulted in little potential antiplatelet agent with inhibition below 20%. Extracts of the genus Aniba, Licaria, Mezilaurus, Ocotea and Rhodostemonodaphne obtained by extraction with ethanol 100%, were subjected to phytochemical screening in which the presence of phenols, tannins, flavanones, saponins, steroids and alkaloids were shown to be frequent. The ethanol extracts of the species of A. panurensis, S. rubra and L. martiniana showed the highest antioxidant activity against DPPH free radical. The acetylcholinesterase inhibitory activity was higher in extracts of the Aniba and Licaria genus. Extracts of the Licaria genus were showed better activities against tumor cells SF-295 (human glioblastoma), HCT-8 (human colon) and MDAMB-435 (human breast). And for the bioassays against Leishmania amazonensis and Trypanosoma cruzi extract of leaves of A. panurensis showed the best activity (67 g/mL e 79 g/mL, respectively). The extracts that showed better biological activities should be fractionated for the isolation of active principles and retested
Palavras-chave: Lauraceae
Óleos essenciais
Alcalóides
Bioprospecção
Atividades biológicas
Lauraceae
Essential oils
Alkaloids
Bioprospecting
Biological activities
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: ALCÂNTARA, Joelma Moreira. Bioprospecção de espécies amazônicas da família Lauraceae com potencial aromático e medicinal. 2009. 118 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3352
Data de defesa: 28-Out-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Joelma Moreira.pdf4,5 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.