???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3969
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O movimento de apoio à resistência Waimiri-Atroari: ecos de uma ação indigenista católica contra grandes projetos
???metadata.dc.creator???: Araújo, André Luiz Passos 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Silva, James Roberto
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bruno, Ana Carla dos Santos
???metadata.dc.contributor.referee2???: Costa, Hideraldo Lima da
???metadata.dc.description.resumo???: A Prelazia de Itacoatiara, em meados dos anos de 1970, se direciona a um trabalho pastoral interessado na discussão em torno da questão indígena. Tal preocupação emerge a partir da operacionalização das Políticas de Integração Nacional do governo brasileiro, que se lançam sobre as terras povoadas pela população Waimiri-Atroari, ameaçando, na visão dos missionários daquela Prelazia, destituir os direitos fundamentais à sobrevivência daqueles índios. Para combater essa investida do Estado, esses missionários desenvolveram, a partir da segunda metade de 1975, uma série de projetos objetivando investigar e denunciar as violentas formas de aproximação da sociedade nacional junto àqueles índios. Nasce a pastoral indígena daquela prelazia, que irá, por meio de um trabalho de conscientização, promover uma série de debates em fóruns diversos para expor os abusos sobre os Waimiri-Atroari. Com a intensificação dessas ações e a iminente concretização das Políticas de Integração, os missionários criam em 1983 o Movimento de Apoio à Resistência Waimiri-Atroari (MAREWA), com o objetivo de promover uma moção popular que fosse capaz de frear o avanço desses projetos e dessa forma garantir a conservação do modo de vida daqueles índios. Isto posto, esse trabalho traz à tona a trajetória da luta de homens e mulheres da Prelazia de Itacoatiara engajados no MAREWA em torno da população indígena Waimiri-Atroari e em defesa daquilo que acreditavam ser o ideal de política indigenista para aquele povo. Observa os desdobramentos dessa atuação não apenas no âmbito de seus ataques contra o Estado, mas também em uma dimensão que não se desprendia do popular, pois intimamente ligada a ela e que por sua vez, garantia sua aprovação e/ou rejeição no âmbito do social. Assim, esse texto oferece um cenário de relações sociais, de onde emergem indivíduos que tornam a história desse movimento rica, multifacetada e capaz de fornecer um panorama daquela sociedade em torno das questões indígenas e das reivindicações populares postas em pauta.
Abstract: The Prelature of Itacoatiara in the mid of 1970s, it directs the pastoral work interested in the discussion of indigenous issues. This concern arises when the constant harassment of the brazilian government, through the National Integration Policies, who throw themselves on the lands populated by Waimiri-Atroari, which threatened, in the view of the Prelature, remove the key to their survival rights. To combat this plan of state, these missionaries have developed, from the second half of 1975, a series of projects aimed at investigating and denouncing the worst forms of approximation of national company with those people. Born the indigenous pastoral that prelature, which will, through an awareness, promote a series of debates in a lot of forums to expose the abuses of the Waimiri-Atroari. With the intensification of these actions and the impending implementation of Integration Policies, missionaries create in 1983 the Movimento de Apoio Á Resistência Waimiri-Atroari (Support Resistance Waimiri-Atroari Movement – MAREWA), with the aim of promoting a popular motion that was able to halt the progression of these projects and this order to ensure the conservation of the way of life of those Indians. Therefore, this work presents the trajectory of the struggle of men and women of the Prelature of Itacoatiara engaged in MAREWA around Waimiri-Atroari indigenous population and in defense of what they believed to be the ideal of Indian policy. Presents the consequences of this action are not only in his attacks against the state, but also in a dimension that not detached from the popular, as intimately attached to it and that in turn guarantee your approval and / or rejection within the social. Then, this text offers a backdrop of social relations, where individuals emerge that make the history of this rich, multifaceted and able to provide an overview of that society around issues of indigenous and popular movement demands put on yours program.
Keywords: Povos indígenas
Índios Waimiri-Atroarí
Política indígena
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIÊNCIAS HUMANAS: HISTÓRIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Humanas e Letras
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em História
Citation: ARAÚJO, André Luiz Passos. O movimento de apoio à resistência Waimiri-Atroari: ecos de uma ação indigenista católica contra grandes projetos. 2014. 193 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3969
Issue Date: 27-Jun-2014
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - André Luiz Passos Araújo.pdfDissertação - André Luiz Passos Araújo1.42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.