Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4408
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida de mulheres pós-tratamento neoadjuvante e adjuvante de câncer de mama
Autor: Benevides, Júlia Mônica Marcelino 
Primeiro orientador: Lopes Neto, David
Primeiro membro da banca: Tavares Filho, Thomé Elisiário
Segundo membro da banca: Souza, Hellen Emília Menezes de
Resumo: O câncer de mama tem sido fator de impacto na qualidade de vida de mulheres brasileiras. O estudo tem por objetivo avaliar a qualidade de vida em mulheres com câncer de mama que foram submetidas a tratamento neoadjuvante e adjuvante. Trata–se de um estudo, exploratório, descritivo, com abordagem quantitativa, realizado num centro de referência em oncologia, em Manaus-Amazonas, no período de outubro de 2010 à janeiro de 2011. A amostra foi constituida por 123 mulheres com diagnóstico de câncer de mama submetidas a tratamento adjuvante e neoadjuvante. O instrumento de avaliação em Qualidade de Vida (QV) em pacientes oncológicos foi o EORTC QLQ C30, que foi analisado pelo teste qui-quadrado, teste Exato de Fisher, ANOVA e Kruskal-Wallis. O programa para análise foi o MINITAB 15 e R versão 2.110. Para todas as análises foi fixado um limite de confiança iqual a 0,05 e um coeficiente de confiança de 95%. Os resultados mostram que são mulheres com idade prevalente entre 40-50 anos de idade (33,6%), casadas (37,19%), de cor parda (58,20%), com nível de escolaridade no ensino médio completo (30,58%), possuem casa própria (80,87%), de religião predominante católica (40,78%), oriundas do interior (39%) do Amazonas. A escolaridade e religião estão entre as variáveis que interferiram no tamanho do tumor (pvalor=0,019 e p-valor=0,044, respectivamente), que apresentam tamanhos ente 2cm (pT1) e 2 à 5cm em sua maior dimensão (pT2). São mulheres que sentem dificuldades em executar atividades de grande esforço físico; não relatam dificuldades para executar pequenas atividades físicas e social, nem apresentam limitações para as atividades diárias. Classificam sua saúde geral e global como ruins, confirmado pelo p-valor=0,001. Concluimos que são mulheres que apresentam comprometimento em sua qualidade de vida e que precisam para dar continuidade a sua rotina, de apoio e suporte psicológico.
Abstract: Breast cancer has been the source of impact on quality of life of Brazilian women. The study aims to assess the quality of life in women with breast cancer who underwent neoadjuvant and adjuvant treatment. This is an exploratory study, descriptive and quantitative study in a referral center for oncology, in Manaus, Amazonas, from October 2010 to January 2011. The sample was comprised of 123 women diagnosed with breast cancer undergoing adjuvant and neoadjuvant treatment. The assessment tool in Quality of Life (QOL) in cancer patients was the EORTC QLQ C30, which was analyzed by chi-square test, Fisher exact, ANOVA and Kruskal-Wallis. The program for the analysis was the MINITAB version 15 and R 2110. For all tests was set iqual confidence limit of 0.05 and a coefficient of 95%. The results show that are prevalent among women aged 40-50 years (33.6%), married (37.19%), mulatto (58.20%), with level of schooling in high school ( 30.58%) own their own homes (80.87%), the predominant religion of Catholics (40.78%) came from the countryside (39%) of the Amazon. The education and religion are among the variables that interfere in tumor size (p = 0.019 and p = 0.044, respectively), which have sizes being 2 cm (pT1) and 2 to 5 cm in greatest dimension (pT2). These are women who have difficulty in performing activities of great physical effort do not report difficulty performing physical activities and small social or have limitations for daily activities. Rate their general health and overall bad as confirmed by the p-value = 0.001. We conclude that women are showing their commitment to quality of life and they need to continue their routine of support and psychological support.
Palavras-chave: Qualidade de vida - Mulher
Pós-tratamento neoadjuvante e adjuvante
Câncer de mama
Quality of life
Breast cancer
Saúde da mulher
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citação: BENEVIDES, Júlia Mônica Marcelino. Qualidade de vida de mulheres pós-tratamento neoadjuvante e adjuvante de câncer de mama. 2011. 100 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4408
Data de defesa: 26-Abr-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Júlia Mônica Marcelino Benevides.pdfDissertação - Júlia Mônica Marcelino Benevides579,06 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.