???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4977
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Resolutividade dos serviços de saúde na Aldeia Indígena Kwatá: percepção do indígena e da equipe de saúde
???metadata.dc.creator???: Furtado, Bahiyyeh Ahmadpour 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Lopes Neto, David
First advisor-co: Scopel, Daniel
???metadata.dc.description.resumo???: Introdução: A Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas, como parte integrante da Política Nacional de Saúde, prevê um atendimento diferenciado pelo Sistema Único de Saúde aos povos indígenas, com garantia do respeito às especificidades culturais de cada etnia indígena. O Subsistema de Atenção à Saúde Indígena está organizado em 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas, que se configuram como um espaço étnico-cultural dinâmico, geográfico, populacional e administrativo para o alcance da resolução das necessidades e problemas de saúde das populações indígenas. Objetivo: Analisar a resolutividade dos serviços de saúde na aldeia indígena Kwatá, por meio do ponto de vista dos profissionais de saúde e dos indígenas Munduruku. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo e descritivo, embasado nos pressupostos etnográficos. A coleta de dados foi realizada nos meses de junho e setembro de 2015, totalizando vinte dias de permanência na aldeia. As técnicas para coleta de dados foram entrevista semiestruturada e observação participante com anotações em diário de campo. Participaram desta pesquisa: quinze profissionais da saúde e cinco usuários do polo-base de Kwatá. Os dados foram organizados e tratados por meio da análise de conteúdo. Resultados: O estudo revelou que a busca da resolutividade dos problemas de saúde dos índios Munduruku está relacionada a educação permanente dos Agentes Indígenas de Saúde, segurança no transporte fluvial dos pacientes, investimentos em recursos materiais e humanos, diálogo enfermagem-indígenas sobre o processo saúde-doença-cuidar. O estudo mostrou que há processos de trabalho que são facilitadores e resolutivos na saúde indígena, como as ações de enfermagem no polo-base de Kwatá e processos e situações que fragilizam a prática de resolução dos problemas, como a distância da localidade da aldeia até a Casa de Apoio a Saúde do Índio e ao hospital situado na sede do município mais próximo, tendo em vista a necessidade de referenciamento do paciente para atendimento e tratamento em níveis assistenciais de saúde mais complexos. Conclusões: Sob o ponto de vista dos indígenas e da equipe de saúde, prevaleceram algumas categorias associados à resolutividade dos problemas de saúde, porém na prática, alguns aspectos não foram encontrados. Um destes aspectos relevantes tratou-se de fatores que vão para além das ações da equipe de saúde, como desafios no uso do transporte fluvial, a falta de recursos materiais e humanos e os entraves no itinerário terapêutico. Por outro lado, há fatores que demonstraram ser possíveis para o alcance da resolutividade através de ações da equipe de saúde, como a valorização dos saberes tradicionais indígenas no planejamento das ações de saúde. O estabelecimento da competência cultural, proposta pela antropologia e que inspirou a Enfermagem Transcultural, é um caminho coerente para o alcance da resolutividade num contexto diferenciado, como é a saúde indígena. O elo entre o Distrito Sanitário Especial Indígena de Manaus, os profissionais da Casa de Apoio à Saúde do Índio, os profissionais de saúde do polo-base de saúde e os indígenas Munduruku, torna-se essencial para a busca de soluções dos problemas relacionados à saúde, e estes podem ser compartilhados e aprendidos com vistas a construção de um diálogo entre estes atores sociais, tendo a finalidade de garantir a resolução de problemas de saúde para os indivíduos e a aldeia
Abstract: Introduction: The National Policy for Health Care of Indigenous Peoples, as part of the Brazilian National Health, provides a differentiated service by the Brazilian Unified Health System to indigenous peoples, to guarantee respect for the cultural specificities of each indigenous group. The Subsystem of Attention the Indigenous Health is organized into 34 Special Districts Indigenous Health, which are configured as a dynamic ethno-cultural space, geographic, population and administrative framework for the scope of the resolution of the health needs and problems of indigenous peoples. Objective: To analyze the solving of health services in Kwata indigenous community, through the perspective of health professionals and Munduruku Indians. Methodology: This is a qualitative and descriptive study, based on ethnographic assumptions. Data collection was carried out in June and September 2015, totaling twenty days of stay in the village. The techniques for data collection were semi-structured interviews and participant observation with notes in a field diary. Participated in this research: Fifteen health professionals and five users of the polo-base Kwata. The data were organized and processed through content analysis. Results: The study revealed that the pursuit of solving the health problems of the Munduruku Indians is related to continuing education for Indigenous Health Agents, safety in inland waterway transport of patients, investment in physical and human resources, nursing-Indian dialogue on the health process -doença-care. The study showed that there are work processes that are facilitators and resolving capacity in indigenous health, such as nursing actions polo-base Kwata and processes and situations that weaken the practice of solving the problems, such as distance from the village location to House of Support for Indigenous Health and the hospital in the nearest county seat, given the need for referencing the patient for care and treatment in healthcare levels of more complex health. Conclusions: From the point of view of indigenous and health team, prevailed some categories associated with solving health problems, but in practice, some aspects were not found. One of these important aspects treated factors that go beyond the health team actions, as challenges in the use of river transport, lack of material and human resources and barriers in the therapeutic itinerary. On the other hand, there are factors that have proven to be possible to achieve the solving through health team actions, such as the appreciation of indigenous traditional knowledge in the planning of health actions. The establishment of cultural competence, proposed by the anthropology and that inspired the Transcultural Nursing, it is a consistent way to the scope of problem solving in a different context, as is the indigenous health. The link between the Special Indigenous Sanitary District of Manaus, the professionals of the House of Support for Indigenous Health, professional health health polo-base and Munduruku Indians, it is essential to the search for solutions to the problems related to health, and these can be shared and learned with a view to building a dialogue between these stakeholders, with a view to ensuring the resolution of health problems for individuals and the community
Keywords: Saúde indígena
Indigenous Health
Práticas de enfermagem
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIÊNCIAS DA SAÚDE: ENFERMAGEM
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas - Universidade Federal do Pará
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM - UFPA
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Enfermagem
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citation: FURTADO, Bahiyyeh Ahmadpour. Resolutividade dos serviços de saúde na Aldeia Indígena Kwatá: percepção do indígena e da equipe de saúde. 2015. 109f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4977
Issue Date: 9-Dec-2015
Appears in Collections:Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao - Bahiyyeh Ahmadpour Futado.pdfReprodução Total Autorizada5.99 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.