Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5246
Tipo do documento: Tese
Título: Crescimento e morfoanatomia foliar de mudas de espécies florestais nativas da Amazônia cultivadas em diferentes substratos e níveis de sombreamento
Autor: Azevedo, Isabel Maria Gonçalves de 
Primeiro orientador: Queiroz, Maria Silvia de Mendonca
Primeiro coorientador: Barbosa, Antenor Pereira
Resumo: Dipteryx odorata (Aubl.) Willd., Carapa procera Candolle e Jacaranda copaia (Aubl.) D. Don, são espécies nativas da Amazônia, que além da madeira possuem propriedades medicinais utilizadas pelos povos da região. A luminosidade e substrato estão entre os componentes que afetam o crescimento e qualidade de mudas em viveiro, enquanto que a anatomia foliar constitui ferramenta para melhor entendimento das adaptações das plantas às condições ambientais. As partículas da madeira de Ochroma pyramidale (Cav. ex Lamb.) Urban, enriquecidas com macro e micronutrientes, foram usadas para desenvolver tecnologia na produção de mudas com qualidade e proporcionar maior sustentabilidade da silvicultura. O experimento foi instalado no viveiro florestal da Estação Experimental de Silvicultura Tropical do INPA em Manaus, AM, com os substratos compostos com terra argilosa, areia e esterco de galinha na proporção 3:1:½ e com partículas de pau de balsa substituindo o esterco nas proporções 3:1:½; 3:1:1 e 3:1:2 e sombreamentos em 0%, 30%, 50% e 70%. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com avaliações em D. odorata, aos 81, 201 e 306 dias, em C. procera aos 143 dias e em J. copaia aos 115, 220 e 311 dias, os dados analisados em fatorial (4 x 4) pela ANOVA e, as médias, comparadas pelo teste Tukey em 5%. Foram medidas as características morfológicas das mudas, sobrevivência e a qualidade, calculada através do Índice de Dickson e da relação altura/diâmetro. A caracterização anatômica foi feita no final, com 5 folhas maduras/tratamento, seguindo os protocolos de Anatomia Vegetal adotados no LABAF/UFAM. Os substratos com meia ou uma parte de partículas de pau de balsa substituiu o esterco de galinha na produção de mudas de cumaru, com maiores valores no IQD e nas principais variáveis de crescimento e menores na relação H/D, sob 70% de sombreamento. Em C. procera o substrato com meia parte de partículas de pau de balsa substituiu o esterco de galinha na produção de mudas, com IQD maiores do que o mínimo indicado para espécies florestais, sob 30% de sombreamento, com 100% de sobrevivência e menor relação H/D. As mudas de J. copaia devem ser produzidas com qualidade, sob 0% de sombra em substratos com três partes de terra argilosa, uma parte de areia e duas partes de partículas de pau de balsa enriquecidas com macro e micronutrientes ou sob 30% de sombra com três partes de terra argilosa, uma parte de areia e meia parte de partículas de esterco de galinha curtido e com sobrevivência de 82% a 96% aos 220 dias. As folhas ficaram mais finas, por terem menores espessuras do limbo, parênquimas paliçádico e lacunoso e mesofilo, expressando plasticidade na anatomia. As espécies, confirmaram as exigências de luz para o crescimento, de acordo com sua classificação na sucessão ecológica, sendo os maiores valores no cumaru (clímax) sob 70%; na andiroba (intermediária) sob 30% e na caroba (pioneira) sob 0% ou 30% de sombreamento. As espécies D. odorata, Carapa procera e J. copaia apresentaram plasticidade anatômica foliar nos diferentes tratamentos.
Abstract: Dipteryx odorata (Aubl.) Willd., Carapa procera Candolle e Jacaranda copaia (Aubl.) D. Don are native species of Amazon region, and the use of wood have medicinal properties used traditionally. The brightness and substrate are among the components that affect the growth and quality of seedlings in the nursery, while the leaf anatomy is tool for better understanding of the adaptations of plants to environmental conditions. The use of particles of wood Ochroma pyramidale (Cav. Ex Lamb.) Urban, enriched with macro and micronutrients in the substrates, was to develop technology for the production of seedlings identified quality and sustainability of forestry in the Amazon, as well as evaluating the morphoanatomy leaf seedlings. The experiment was installed in the nursery of the Experimental Tropical INPA Forestry station in Manaus, Am with substrate compounds with loam, sand and chicken manure in the ratio 3: 1: ½ and balsa wood particles replacing the manure in the proportions 3: 1: ½; 3: 1: 1 and 3: 1: 2 and shading 0, 30, 50 and 70%. The design was randomized for 81, 201 and 306 days in the experiment D. odorata, 143 days with C. procera and 115, 220 and 311 days with J copaia and analyzed in a factorial (4 x 4) by ANOVA and averages 5% by Tukey test. They were measured morphological characteristics of seedlings, survival and quality by Dickson Index and height / diameter. The anatomical characterization was made at the end, with 5 mature leaves / treatment following the Plant Anatomy protocols adopted in Labaf / UFAM. The substrate with half or a piece of balsa wood particles replaces the chicken manure in the production of seedlings tonka bean, with the highest values in Dickson Quality Index and major growth variables and lower in H/D ratio under 70% shading. C. procera substrate with half part of balsa wood particles replaces the chicken manure in the production of seedlings with Quality Index of Dickson and H / D ratio higher than the minimum indicated for forest species under 30% shading, reaching 100% survival. The J. copaia seedlings must be produced with quality, under 0% shade on substrates with three pieces of clay land, a part of sand and two pieces of balsa stick particles enriched with macro and micronutrients or under 30% shade with three pieces of clay land, a part of sand and half of chicken manure and tanned, with 82% survival to 96% at 220 days. The leaves were thinner, for smaller thicknesses of the palisade and spongy parenchyma, and mesophyll, expressing plasticity in anatomy. The species confirmed the light requirements in accordance with the classification of ecological succession to which they belong, the highest value being evaluated in Cumaru (climax) under 70 % shade; andiroba (Intermediate) under 70 % shade and caroba (pioneer) under 0 % or 30 % shading. The species D. odorata , C. procera and J. copaia presented leaf anatomical plasticity with changes in the different treatments .
Palavras-chave: Viveiro
Crescimento de plantas
Anatomia vegetal
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA: CIÊNCIA DO SOLO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia Tropical
Citação: AZEVEDO, Isabel Maria Gonçalves. Crescimento e morfoanatomia foliar de mudas de espécies florestais nativas da Amazônia cultivadas em diferentes substratos e níveis de sombreamento. 2016. 134 f. Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5246
Data de defesa: 30-Mai-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Agronomia Tropical

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Isabel M. G. Azevedo.pdf1,71 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.