???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5320
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Padrões de uso e sistemas de trabalho associados à diversidade vegetal no Amazonas: uma abordagem transdisciplinar
???metadata.dc.creator???: Aguiar, Janaina de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Fraxe, Terezinha de Jesus Pinto
???metadata.dc.description.resumo???: Compreender o uso dos recursos vegetais associados à megadiversidade encontrada na Amazônia requer um conhecimento apurado, uma vez que cada grupo social age e interage de forma diferenciada com o ambiente natural. Esta interação, determinada pela ação antrópica e concretizada sob a forma de trabalho, através das atividades produtivas, se constitui não só como o elo entre o homem e o ambiente natural, mas também com os seus semelhantes. No entanto, as ações antrópicas costumam variar de acordo com os estímulos recebidos e desta forma, podem determinar o impacto de tal atividade em uma dada área. O desafio que se mostra atualmente para os diversos profissionais que atuam na Amazônia é saber conciliar essas ações de modo que os impactos socioambientais sejam reduzidos e os ganhos econômicos para as populações locais e para os demais sujeitos envolvidos, sejam satisfatórios. É justamente neste equilíbrio que devem ser definidas as estratégias de trabalho voltadas ao tão almejado desenvolvimento sustentável. Uma vez que as ações antrópicas se dão no decorrer das atividades produtivas e se concretizam, necessariamente sob a forma de trabalho, buscou-se analisar o uso de recursos vegetais e as estratégias de aprimoramento dos sistemas de trabalho, condizentes com o desenvolvimento sustentável, a partir das duas principais atividades desenvolvidas nos locais de estudo: o extrativismo e a agricultura. A pesquisa foi desenvolvida em duas áreas rurais do estado do Amazonas, situadas a diferentes distâncias de Manaus, sendo, da mais próxima à mais distante, a Costa da Terra Nova e a Floresta Estadual Tapauá. Os dados referentes ao uso dos recursos foram coletados através de levantamento etnobotânico, que buscou identificar, categorizar e relacionar os recursos vegetais aos conhecimentos tradicionais que podem ser acionados no decorrer das atividades de trabalho. As estratégias adotadas pelos agricultores nos sistemas de trabalho que se mostram condizentes com o desenvolvimento sustentável foram identificadas por meio da caracterização e análise dos sistemas produtivos, realizada através de uma adaptação do método da Análise Ergonômica do Trabalho (AET). Os resultados permitiram identificar dois padrões de usos dos recursos, que manifestam as habilidades e competências pessoais dos informantes para desenvolvimento das tarefas e a aptidão de cada área de estudo para as atividades de extrativismo e agricultura. Em Tapauá, o padrão de uso dos recursos apontou a predominância de espécies florestais associadas ao extrativismo. Já na Costa da Terra Nova, onde foram encontrados os menores índices, o padrão de uso manifesta-se pelo predomínio das espécies cultivadas e ajuda a explicar a aptidão agrícola do local. Isso leva a crer que em Tapauá os saberes tradicionais e, consequentemente, o uso dos recursos vegetais parecem apresentar menores influências dos agentes externos, o que pode ser favorável à concepção de sistemas de trabalho que visem atender as demandas locais, permitam a conservação dos recursos naturais e estimulem a diversidade nos sistemas produtivos. Por outro lado, a falta de articulação com instâncias externas, pode representar entraves para o aprimoramento desses sistemas, que por vezes necessitam de um aporte técnico inovador. Por sua vez, na Costa da Terra Nova, o padrão de uso apontou a preferência por espécies cultivadas, indicando ainda uma tendência para a especialização dos cultivos. Foram constatadas mudanças expressivas nos sistemas produtivos, resultantes do processo de transição agroecológica. Essa transição desencadeou ainda uma série de inovações técnicas e organizacionais relacionadas à atividade agrícola, propiciando melhorias significativas no processo produtivo e nas formas de organização do trabalho agrícola e não agrícola. Tais fatos levantam indícios de que as influências externas, facilitadas pela proximidade de Manaus, podem alterar as dinâmicas produtivas e a configuração dos sistemas de trabalho nas comunidades rurais do Amazonas.
Abstract: Think about natural resources use allied with mega-diversity found in the Brazilian Amazon it require a rigorous look, once each social group acts and interacts differently with natural ambient. This interaction, determined by anthropic action and concretized in work’s form by productive activities, constitutes by self not just like a link between human and natural ambient as with your similar. However, anthropic actions often vary according to received incentives and thus can determine the action’s impact on certain area. The challenge currently shows for several professionals working on Amazon is how conciliate these actions in way that social-environmental impacts are reduced and economic benefits for local people and for other subjects involved are satisfactory. It is justly on this balance that work’s strategies should be define focused at sustainable development.Once anthropic actions occurs along productive activities and concretized by self necessarily by work’s form, it sought to analyze plants resources use and improvement strategies of work’s systems consistent with sustainable development by starting two primes activities developed at study area: extractivism and agriculture. The study was develop in two rural areas of Amazonas state, located at different distances from capital Manaus, being Costa da Terra Nova closest from Manaus than Tapuá State Forest. The data referring to resources uses were collect through ethnobothanical survey that sought to identify, categorize and relate plants resources of traditional knowledge that can be actuated during work activities. Strategies adopted by farmers in work systems that prove to be consonant with sustainable development were identify through characterization and productive systems analysis, realized through adapting of method of Ergonomic Work Analysis (EWA). The results allow identify two patterns of resources use that manifest informers’ skills and personal competences for tasks development and capability of each study area for extrativism and agriculture activities. At Tapauá, the pattern of resources use point to predominance of forest species associated to extrativism. In contrast, at Costa da Terra Nova, where did found lowest indices, the pattern of resources use it expresses through dominance of cultivated species and help explain local agricultural competences. This leads to believe that at Tapauá the traditional knowledge and consequently plants resources use seem present lower influences of external agents, which can be in favor of work systems conception that aim attend local demands, allow natural resources use conservation and stimulate the diversity of productive systems. On the other hand, absence of articulation with external channels may represent barriers for this systems improvement, which times need innovative technical supply. In turn, at Costa da Terra Nova, the use pattern indicate a preference for cultivate species, indicating a tendency for culture specialization. The present study found expressive changes on productive systems, resultants of agroecological transition process. This transition cause a several of technical and organizational innovations associated with agriculture activity, allowing significant improvements on productive process and on ways of agricultural and non-agricultural work organization. These facts raised evidences that external influences, facilitated for Manaus proximity can change productive dynamics and work systems configuration on rural communities of Amazonas state.
Keywords: Floresta Estadual Tapauá
Etnobotânica
Diversidade vegetal
???metadata.dc.subject.cnpq???: ENGENHARIAS: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Tecnologia
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção
Citation: AGUIAR, Janaína de. Padrões de uso e sistemas de trabalho associados à diversidade vegetal no Amazonas: uma abordagem transdisciplinar. 2015. 186 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5320
Issue Date: 25-Nov-2015
Appears in Collections:Doutorado em Agronomia Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese - Janaina Aguiar.pdf2.34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.