Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5633
Tipo do documento: Tese
Título: Violência contra LGBT’S em Manaus e agências da resistência e do enfrentamento: estudo de uma disputa territorial assimétrica dos campos da moral e do direito
Autor: Pereira, Denis da Silva 
Primeiro orientador: Almeida, Alfredo Wagner Berno de
Primeiro membro da banca: Bruno, Ana Carla dos Santos
Segundo membro da banca: Rufino, Márcia Regina Calderipe Farias
Terceiro membro da banca: Carrara, Sérgio Luiz
Quarto membro da banca: Santos, Luis Antônio Castro
Resumo: A tese apresentada é resultado de uma pesquisa desenvolvida sobre a temática da Violência contra LGBT na Cidade de Manaus, propedeuticamente, justificada pelo patente e generalizado registro de homicídios que afeta estes povos em Manaus. Ao iniciar a pesquisa o alvo do trabalho concentrava-se em etnografar, refletir e analisar casos de homicídios, todavia no decorrer da execução do projeto o campo conduziu o trabalho para a análise mais ampla do fenômeno – Dessa forma, estabeleci a seguinte classificação: violência simbólica, violência moral, violência física e homicídios de cunho etnocida e genocida. A tese deste trabalho parte do princípio de que a violência que afeta LGBT’S é reativa enquanto atos que decorrem a partir do atrevimento de agentes LGBT’S assumirem uma identidade específica e lutarem por reconhecimento de seus direitos; este tem sido também, dispositivo de mobilização e ação de agentes de resistência, de enfrentamento e de muitos agentes de estado. Neste sentido, em si pode ser pensada como a negação da política como preconizou Arendt ( 2014), todavia num para si: os dramas e tragédias que representam às várias modalidades de violência expressam que os LGBT’S são grupos organizacionais inseridos num conflito de disputa assimétrica de cunho territorial do campo moral e do direito, haja vista que em cada situação especifica de agentes que contribuíram com esta pesquisa destaca-se a dimensão de uma necessidade premente coletiva – o direito a igualdade de status, o direito ao reconhecimento e ao bem viver. Portanto, este trabalho de pesquisa é de forma sucinta o contar e recontar estórias, acontecimentos dolorosos que partem de minha própria experiência com a violência até as narrativas de outros agentes sociais LGBT’S; estabelece apresentação organizacional dos movimentos sociais LGBT; dos contextos políticos contemporâneos dominados hegemonicamente por patrimonialistas, punitivistas e religiosos que dificultam o alcance da sociedade de direitos. Os religiosos são o segmento que têm pautado a agenda de negação dos Direitos dos LGBT’S em aliança com os demais segmentos conservadores.
Abstract: The presented thesis is the result of a research developed about the theme of violence against LGBT in Manaus city, justified by the patent and widespread murders register which affects these people in Manaus. In the beginning of the research , its focus was to make an ethnography, reflect and analyze some murders cases, however , during the project execution, the field has conducted the work to a deeper analysis of the phenomenon. On this way, I stablished the following classification: symbolic violence, moral violence, physical violence, ethnocide and genocidal murders.The thesis of this work starts with the principle that the violence which affects LGBT’S is reactive while acts which come from the LGBTs agents insolence, assuming a specific identitity and fighting for recognizing their rights; this has been a mobilization device and action of resistance agents,of coping and State agents.On this way, this thesis may be thought as the political denial as Arendt afirmed (2014), however not for itself: the dramas and tragedies which represent the several violence levels which express that LGBTS are organized groups inserted in an assimetric battle in a moral and right field imprint, considering that in each specific situation of agents who contributed with this research, it is highlighted the dimension of a pressing collective need – the right of equality status, the right of recognition and good living. Therefore, this research is a short work of telling and retelling stories, painful situations which started from my own experience with the violence to the LGBT social agents’ narratives; stablishes the organizational presentation of the LGBT social groups; the contemporary political contexts dominated hegemonically by the patrimonialists, punitivists and religious which make LGBT’S work difficult to reach their rights. The religious are the segment which has scheduled LGBTs’ agenda of rights dening in alliance with others conservative segments.
Palavras-chave: Homofobia
Violência contra LGBT
Lgbtfobia
Violência moral
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: ANTROPOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Museu Amazônico
Programa: Programa de Pós-graduação em Antropologia Social
Citação: PEREIRA, Denis da Silva. Violência contra LGBT’S em Manaus e agências da resistência e do enfrentamento: estudo de uma disputa territorial assimétrica dos campos da moral e do direito. 2016. 260 f. Tese (Mestrado em em Antropologia Social) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5633
Data de defesa: 30-Nov-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Antropologia Social
Doutorado em Antropologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Denis S. Pereira.pdf2,22 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons