Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2263
Tipo do documento: Dissertação
Título: Das margens dos rios à margem da sociedade: trajetórias de mulheres Sateré-Mawé no trabalho doméstico em Manaus - AM
Autor: Araújo, Wagner dos Reis Marques 
Primeiro orientador: Torres, Iraildes Caldas
Resumo: Esta pesquisa assumiu o propósito de verificar a situação às quais são submetidas as mulheres indígenas que saem de suas comunidades tradicionais para se inserirem no trabalho doméstico em Manaus. Buscamos também reconstruir fragmentos da história de vida e de trabalho de duas mulheres Sateré-Mawé, dona Zenilda e Zeila (Kutera), que se deslocaram de sua comunidade étnica de origem em busca de educação formal, saúde ou renda em Manaus, durante o período de instalação da Zona Franca. Diante da falta de oportunidades de trabalho formal, elas se inseriram no trabalho doméstico. Mesmo assim, podemos verificar pelas suas trajetórias de vida, que elas tornaram-se duas lideranças femininas de grande projeção dentro do movimento indígena. As questões norteadoras desta pesquisa consistiram em verificar quais são as determinações étnicas e de gênero presentes no trabalho domestico em Manaus, capital do Estado do Amazonas. Adotamos uma metodologia que nos levou a considerar os aspectos qualitativo e exploratório, quando a fala dos sujeitos foi imprescindível para a reconstrução de aspectos da trajetória de vida e de trabalho das mulheres da etnia Sateré- Mawé. Foram realizadas entrevistas abertas com cinco mulheres da etnia Sateré-Mawé, além da observação direta na Comunidade I nhã-bé, durante o período de abril de 2009 a agosto de 2010. Elegemos um referencial teórico que problematiza as questões de gênero que são determinantes na situação desfavorável que se encontra esse segmento humano. O conceito de gênero é empregado como uma categoria construída social e culturalmente, que envolve relações de poder sob os auspícios do patriarcado. A pesquisa mostra que há uma forte ressignificação na vida dessas mulheres que se deslocaram para a cidade, as quais vivem no limiar do urbano e do rural. Conclui-se, assim, que para muitas mulheres do interior amazônico o trabalho doméstico passa a ser o caminho para chegar às cidades. Essa situação as envolve numa teia de exploração permeada por questões de gênero sob o forte preconceito étnico
Palavras-chave: Mulher indígena
Trabalho doméstico
Comunidade Sateré-Mawé
Indigenous women
Domestic work
Community Sateré-Mawé
Área(s) do CNPq: OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: ARAÚJO, Wagner dos Reis Marques. Das margens dos rios à margem da sociedade: trajetórias de mulheres Sateré-Mawé no trabalho doméstico em Manaus - AM. 2010. 133 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2263
Data de defesa: 30-Nov-2010
Aparece nas coleções:Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WAGNER DOS REIS MARQUES ARAÚJO .pdfDissertação3,93 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.