???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2609
Tipo do documento: Dissertação
Título: Práticas educativas ambientais na perspectiva da educação do campo
Autor: Azevedo, Joana Margarida Borges de
Primeiro orientador: Faria, Ivani Ferreira de
Resumo: O presente trabalho objetiva analisar as práticas educativas ambientais na Escola Rui Barbosa na proposta da Educação do Campo Escola Ativa. Utilizou-se a pesquisa participante e o método dialético como proposta metodológica. A análise foi fundamentada em dados secundários, na LDB-Lei de Diretrizes e Bases (BRASIL, 1996), nos Parâmetros Curriculares Nacionais (BRASIL, 1997) e ainda nas diretrizes para implantação e implementação da estratégia metodológica Escola Ativa (BRASIL, 2007) da Educação do Campo. Os sujeitos da pesquisa foram 09 famílias da comunidade escolar, os 16 alunos e dois professores num total de 27 atores sociais, numa unidade escolar do campo que atende alunos do pré ao 4º ano do Ensino Fundamental e que funciona no período vespertino. Como instrumento de investigação e coleta de dados utilizou-se diário de campo, entrevistas semi-estruturadas, com perguntas abertas, reuniões com familiares dos alunos, e visitas programadas nos lares, observação participante e aula ministrada para os alunos. Consideramos relevante que seja incentivado na escola um trabalho coletivo, capaz de desencadear reflexões e ações, levando a conscientização do sujeito para que possa compreender a importância das questões relativas ao ambiente. A educação ambiental é uma das alternativas das políticas públicas, num trabalho de conscientização de forma interdisciplinar podendo assim sensibilizar os atores sociais numa contribuição nas mudanças de valores e atitudes que propiciem a relação de equilíbrio entre homem e natureza. O trabalho enuncia a falta de perfil dos professores que trabalham na unidade escolar pesquisada para se valer da metodologia da Educação do Campo-Escola Ativa. Há falta de preparação da comunidade para que se conheça a metodologia Escola Ativa e de projetos para educação ambiental que contemplem os objetivos da metodologia da escola ativa no que se refere à interação entre a escola-família-comunidade com o ambiente. A metodologia da Educação do Campo não é seguida pelos professores que tem resistência quanto às técnicas metodológicas, para tanto não há a interação entre escola/família/comunidade para viabilização de projetos ambientais.
Abstract: The present work aim the analysis of environmental education practices at Rui Barbosa School, and the proposal of Rural Education Active School. A participating research procedure and dialectics as methodological technique were used. The analysis was based on secondary data, the LDB - Law of directives and Bases (BRASIL, 1996), and National Curricular Parameters (BRASIL, 1997) and also on directives for introduction and implementation of the methodological strategy Active Scholl (BRASIL, 2007) for Rural Education. As subject of this research a participating inquiry was allocated to 09 families belonging to school community, 16 students and two teachers in a total of 27 people, at a Rural School Unit that attend students up to the 4th. year in basic school operating in the afternoon school time. To register all investigation results and gathered data, a survey notebook was used. To register all investigation results and gathered data, a survey notebook was used semi structured interviews with open questions, meetings with the parents of the students and planned home visits, participating observation and class lessons with students had place. It is considered relevant that at school collective work should be encouraged, able to unleash and actions, guiding to awareness about relevance of environmental questions. Environmental education is one alternative in public policy to improve awareness in a interdisciplinary way turning possible to influence social actors as a contribution to change evaluation and attitudes to provide balance between mankind and nature. This work shows that the teachers who teach in the researched rural school unit are unable to use the methodology of Rural Education Active School. The communitarians have not been sufficiently cleared up to learn about the methodology of Active School and also about projects in environmental education that comprise the targets of the methodology of active school concerning interaction between school-family-community with the environment. The methodology of Rural Education is not being followed due to resistance concerning methodological techniques. Therefore, there is no interaction between school/family/community to make feasible environmental projects.
Palavras-chave: Educação Ambiental
Educação do Campo
Práticas Educativas
Environmental Education
Rural Education
Educational Practices
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: AZEVEDO, Joana Margarida Borges de. Práticas educativas ambientais na perspectiva da educação do campo. 2009. 139 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2609
Data de defesa: 26-Jun-2009
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Joana Margarida.pdf3,51 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.