???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2660
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBarroso, Milena Fernandes-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5731736618829051por
dc.contributor.advisor1Torres, Iraildes Caldas-
dc.date.available2013-10-03-
dc.date.issued2011-05-13-
dc.identifier.citationBARROSO, Milena Fernandes. Rotas críticas das mulheres Sateré-Mawé no enfrentamento da violência doméstica: novos marcadores de gênero no contexto indígena. 2011. 134 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.por
dc.identifier.urihttp://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2660-
dc.description.resumoEsta pesquisa assumiu o propósito de identificar o significado e os tipos de violência cometidos contra mulheres no contexto indígena, situando a trajetória das mulheres sateré-mawé que vivem ou vivenciaram situações de violência doméstica. A violência contra as mulheres indígenas tem se configurado como uma expressão da questão social de extrema gravidade, a ponto de as mulheres engendrarem estratégias para seu enfrentamento. As mortes e agressões contra as mulheres impulsionaram a articulação do movimento indígena em torno da temática de gênero, apresentando-se, atualmente, como uma das principais pautas e preocupações do movimento de mulheres indígenas. A ausência de estudos, principalmente no âmbito local, que contemplassem de forma sistemática as ações empreendidas pelas mulheres indígenas no rompimento do silêncio frente às relações de violência consideradas domésticas foi um dos motivos que nos levaram a pesquisar a temática. A pesquisa assumiu a perspectiva das abordagens qualitativas sem excluir os aspectos quantitativos, utilizando a técnica de entrevista semiestruturada dirigida a grupos focais, além das narrativas de histórias de vida. A pesquisa mostra que a violência doméstica tem trazido sofrimento e restrições para as mulheres sateré-mawé, detectando o que é violência na concepção delas e quais são as interferências desse fenômeno na vida dessas mulheres e de suas comunidades. Constatou-se, também, o distanciamento entre os aparatos jurídicos institucionais atuais e as mulheres indígenas sateré-mawé. As respostas encontradas pelas mulheres indígenas para lidar e/ou romper com a violência têm se pautado em estratégias e ferramentas locais, como é o caso da criação da polícia indígena sateré-mawé. Essa estratégia tem sido o principal caminho legitimado pela etnia para a resolução dos casos de violência contra as mulheres nas aldeiaspor
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://200.129.163.131:8080//retrieve/10295/Milena%20Fernandes%20Barroso.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspor
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Humanas e Letraspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFAMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Serviço Socialpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectViolência domésticapor
dc.subjectMulher indígenapor
dc.subjectSateré-Mawépor
dc.subjectDomestic violenceeng
dc.subjectIndigenous womeneng
dc.subjectSateré-mawéeng
dc.subject.cnpqCIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: SERVIÇO SOCIALpor
dc.titleRotas críticas das mulheres Sateré-Mawé no enfrentamento da violência doméstica: novos marcadores de gênero no contexto indígenapor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Mestrado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Milena Fernandes Barroso.pdf35.11 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.