Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3140
Tipo do documento: Tese
Título: Jornalismo e meio ambiente na Amazônia: a cobertura de eventos ambientais extremos pela imprensa escrita de Manaus
Autor: Rodrigues, Allan Soljenitsin Barreto 
Primeiro orientador: Torres, Iraildes Caldas
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto a cobertura jornalística das secas ocorridas na Amazônia nos anos de 2005 e 2010. Nosso objetivo geral foi a análise da qualidade das informações científicas e ambientais passadas pelos jornais Diário do Amazonas e A Crítica durante as coberturas jornalísticas destes dois eventos climáticos extremos. A pergunta que presidiu a investigação concentrou-se na indagação se a imprensa escrita do Amazonas conseguiu ou não informar eficientemente seu público sobre os fenômenos das secas e suas implicações para a vida das populações. Para dar conta da resposta, foi necessário lançar mão de ferramentas metodológicas e arcabouços teóricos de várias áreas das Ciências Sociais, como a Comunicação, o Jornalismo, a Sociologia, a Ciência Política e outras. A metodologia assumiu a perspectiva das abordagens qualitativas e quantitativas. No aspecto quantitativo, utilizamos a análise de conteúdo pelo fato de ser uma técnica para detectar tendências e modelos de análise de critérios de noticiabilidade, enquadramentos e agendamentos. Este método compreendeu o recolhimento e análise, com base em categorias estabelecidas levando em conta os princípios do jornalismo e a abordagem da questão ambiental, dos textos jornalísticos que tratam sobre o fenômeno das secas ocorridas no Amazonas. No aspecto qualitativo, fizemos uso de entrevistas com o intuito de ampliar o espectro analítico para além da mensagem (reportagens) focalizando o processo comunicacional de forma mais ampla, incluindo o estudo das fontes, dos emissores (jornalistas) e dos receptores (leitores). Aliando os resultados da análise de conteúdo com as informações obtidas nas entrevistas conseguimos aferir a falta de qualidade da informação recebida pelos leitores dos dois principais jornais impressos de Manaus tendo como base os princípios do jornalismo e de seus gêneros científico e ambiental. A investigação também apontou a pouca contribuição da cobertura jornalística das secas no Amazonas em 2005 e 2010 para tomadas de decisão esclarecidas por parte dos moradores da principal capital da Amazônia sobre as questões relacionadas às mudanças climáticas globais. Identificamos ainda as fragilidades da cobertura e propomos caminhos para qualificar o conteúdo informativo acerca da questão ambiental e seus desdobramentos na Amazônia.
Abstract: This multidisciplinary research starts from these premises and has as objective the press coverage of the droughts taken place in Amazonas from 2005 to 2010. The question that guided this investigation was: Was the Amazon written Press able to efficiently inform its public about the drought phenomenona and its implications? To answer that question it was necessary to use methodological tools and theoretical structures of various areas of Social Sciences like Communication, Journalism, Sociology, Political Sciences among others. As a general goal, we had the analysis of the scientific and environmental information quality passed through Diario do Amazonas and A Crítica newspapers during the press coverage of both extreme climatic events. The methodology used was the quantitative and qualitative. In the quantitative area, it was used the content analysis since it is used to detect tendencies and criteria analysis models of noticing, framing and scheduling. The method consisted of the collecting and analysis, based on the fixed categories taking into account the journalistic principles and environmental issues approach of journalistic texts that deal with the droughts taken place in Amazonas. In the qualitative area, interviews were used with the intent of broaden out the analytical image beyond the message (news) focusing the communication process in a broader way, including source studies, the messengers (journalists) and receptors (readers). Joining the content analysis results and the information obtained from the interviews, we are able to infer the lack of quality information received by the readers from both main newspapers in Manaus, having as ground the journalistic principles and its scientific and environmental types. The investigation also pointed out the small contribution of the journalistic droughts coverage in Amazonas in 2005 and 2010 to the decision taking cleared up by the citizens of the main Amazon capital over the issues regarding global climatic changes. We identified the fragilities of the coverage and proposed ways to meet the requirements of the informative content regarding the environmental issues and its consequences in the Amazon.
Palavras-chave: Jornalismo
Amazônia
Seca
Eventos climáticos extremos
Journalism
Amazon
Drought
Extreme climatic events
Área(s) do CNPq: OUTROS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: RODRIGUES, Allan Soljenitsin Barreto. Jornalismo e meio ambiente na Amazônia: a cobertura de eventos ambientais extremos pela imprensa escrita de Manaus. 2013. 203 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3140
Data de defesa: 30-Abr-2013
Aparece nas coleções:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALLAN SOLJENÍTSIN BARRETO RODRIGUES.pdfTese1,05 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.