???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3341
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSilva, Luana Monteiro da-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2809448470920614por
dc.contributor.advisor1Oliveira, Tereza Cristina Souza de-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6273580270881135por
dc.date.available2015-04-10-
dc.date.issued2012-01-26-
dc.identifier.citationSILVA, Luana Monteiro da. Estudo da correlação entre o oxigênio dissolvido e a matéria orgânica em diferentes ambientes aquáticos da região Amazônica. 2012. 100 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.por
dc.identifier.urihttp://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3341-
dc.description.resumoO oxigênio dissolvido (OD) é atuante na degradação da matéria orgânica presente na água de origem biológica, procedente de plantas mortas e restos de animais. A relação entre OD e a matéria orgânica é importante para entender os valores baixos de OD registrados na literatura em ambientes aquáticos na Amazônia. O presente trabalho visa verificar o comportamento da relação do oxigênio dissolvido com os indicadores de matéria orgânica (DBO, BQO, carbono orgânico dissolvido e pH) presente em sete rios de diferentes características químicas da Amazônia, e em um igarapé da zona urbana de Manaus-AM. Os rios estudados são os rios de água clara: Arapiuns, Tapajós e Xingu, os rios de água preta: Negro e Preto da Eva, os rios de água branca: Madeira e Solimões, e ainda comparar com o igarapé Mindu tributário do Rio Negro onde se selecionou pontos em sua nascente e em área urbana que funciona como destino de despejos de esgotos e resíduos sólidos, principalmente domésticos. As coletas foram realizadas em períodos hidrológicos de cheia e seca de 2010. Os resultados demonstram o estado de preservação dos rios quanto às suas características naturais demonstrando as diferenças entre esses rios e confirmando a heterogeneidade da Bacia Amazônica, com coeficientes de variação para os indicadores de matéria orgânica superior a 40% nas fases hidrológicas avaliadas. Nos pontos de coleta do igarapé do Mindu encontram-se características de ação antrópica, fato esperado, já que estes se situam em área de ocupação urbana, portando notam-se variações nos parâmetros analisados. Notaram-se correlações negativas entre os indicadores de matéria orgânica e as concentrações de oxigênio dissolvido nos dois períodos hidrológicos avaliados, evidenciando que as concentrações de MO controlam os níveis de OD tanto no ambiente natural quanto no impactado.por
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://200.129.163.131:8080//retrieve/8489/Luana%20Monteiro%20da%20Silva.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspor
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exataspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFAMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Químicapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRios amazônicospor
dc.subjectOxigênio dissolvidopor
dc.subjectMatéria orgânicapor
dc.subject.cnpqCIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICApor
dc.titleEstudo da correlação entre o oxigênio dissolvido e a matéria orgânica em diferentes ambientes aquáticos da região Amazônicapor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luana Monteiro da Silva.pdf2,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.