???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4005
Tipo do documento: Dissertação
Título: As dinâmicas do transporte fluvial de passageiros no Estado do Amazonas
Autor: David, Robert Carvalho de Azevedo 
Primeiro orientador: Nogueira, Ricardo José Batista
Primeiro membro da banca: Nogueira , Ricardo José Batista
Segundo membro da banca: Barreiros, Nilson Rodrigues
Terceiro membro da banca: Costa, Reinaldo Corrêa
Resumo: Mesmo com maciços investimentos em outras modalidades de transporte visando integrar a região amazônica ao restante do país, o transporte fluvial ainda predomina nas atividades desenvolvidas no Estado do Amazonas, seja de maneira direta, com os sujeitos envolvidos no transporte fluvial de passageiros, como os armadores, tripulantes e passageiros; ou de maneira indireta, com os agricultores e seus familiares que necessitam do transporte para a venda de seus produtos, além dos feirantes e moradores da cidade de Manaus que utilizam diversos recursos transportados por via fluvial. Não se pode negar a Amazônia sofreu substanciais mudanças, que ocorreram também em relação ao transporte, que não foge da lógica capitalista de transformação do espaço. Investigou-se durante a pesquisa a dinâmica do transporte na rede fluvial amazônica, principais rotas, conexões e a condições para a manutenção do empreendimento. Nesse sentido, utilizamos a como bases analíticas para a pesquisa a categoria Espaço e os conceitos de Técnica, Fluxo e Redes, que vêm sendo um meio de análise muito usado na Geografia, devido a sua capacidade para compreender a articulação entre os lugares, pois a sociedade, assim como os meios de transportes, organiza-se em redes. Para este trabalho utilizamos como principais fontes de obtenção de dados o trabalho de campo, a partir de entrevistas e viagens nas embarcações; e visitas a órgãos competentes. Tomamos como ponto de partida para análise o Porto da Manaus Moderna, já que o fluxo da navegação amazônica acontece predominantemente a partir desse porto, elegemos assim, cinco calhas principais para estudo, por nelas estarem inseridas importantes rotas que estão ligadas ao funcionamento das cidades pertencentes à calha. Algo que marca o transporte fluvial amazônico tradicional, além de outros fatores é a má condição de atendimento e de condição física dos barcos, geralmente os barcos são sujos, existem filas para comer, e a na maioria das vezes as viagens atrasam. O transporte dos barcos tradicionais é realizado de maneira mista, parando em diversas localidades, para carga e descarga de pessoas, objetos e produtos. No entanto, a partir da investigação realizada percebemos o crescimento dos barcos Expressos, que prioriza o transporte para passageiros, assim, as viagens são mais rápidas, mas apresentam um custo maior para os passageiros. Esses barcos estão presentes em várias rotas do transporte regional, de certa forma, rompendo com as longas viagens entre as cidades. O que possibilita esse tipo de embarcação ser mais leve e mais rápida é que ela é feita com intuito de transportar principalmente passageiros, o aumento da procura desse segmento da navegação fluvial amazônica tem sido uma constante, havendo assim, uma mudança no padrão de navegação da Amazônia, pois alguns deslocamentos que eram feitos em dias, são realizados por essas embarcações em algumas horas. Dessa forma, percebe-se uma tendência de expansão dessa modalidade em outras rotas na Amazônia, basicamente ligando as principais cidades à capital Manaus, maior mercado de origem e destino de passageiros.
Abstract: Although the massive investments in other modalities of transport aiming at to integrate the Amazon region to the remain of the country, the fluvial transport still predominates in the activities developed in the State of Amazon, either in direct way, with the involved citizens in the fluvial transport of passengers, as the shipowners, members of the crew and passengers; or in indirect way, with the agriculturists and its familiar ones that they need the transport for the sales of its products, beyond the fieriness and inhabitants of the city of Manaus that use diverse resources carried for it saw fluvial. If it cannot deny the Amazonia suffered substantial changes, that had also occurred in relation to the transport, that does not run away from the capitalist logic of transformation of the space. The dynamics of the transport in the Amazonian fluvial net was investigated during the research, main routes, connections and the conditions for the maintenance of the enterprise. In this direction, we use as analytical bases for the research the category Space and the concepts of Technique, Flow and Nets, that come being a very used way of analysis in Geography, which had its capacity to understand the joint between the places, therefore the society, as well as the ways of transports, is organized in nets. For this work we use as main sources of attainment of data the field work, from interviews and trips in the boats; e visits the competent agencies. We take as starting point for analysis the Port of the Modern Manaus, since the flow of the Amazonian navigation happens predominantly from this port, we choose thus, five main gutters for study, for in them being inserted important routes that are on to the functioning of the pertaining cities to the gutter. Something that marks the traditional transport fluvial Amazonian, beyond other factors is me the attendance condition and of physical condition of the boats, generally the boats are dirty, lines exist to eat, and most of the time the trips are slow. The transport of the traditional boats is carried through in mixing way, stopping in diverse localities, for load and discharge of people, objects and products. However, from the carried through inquiry we perceive the growth of the Express boats, that prioritizes the transport for passengers, thus, the trips are faster, but they present a bigger cost for the passengers. These boats are gifts in some routes of the regional transport, of certain form, breaching with the long trips between the cities. What it makes possible this type of lighter and faster boat to be is that it is made with intention to mainly carry people, the increase of the search of this segment of the Amazonian fluvial navigation has been a constant, thus having, a change in the standard of navigation of the Amazonia, therefore some displacements who were made in days, are carried through by these boats in some hours. Of this form, a trend of expansion of this modality in other routes in the Amazonia is perceived, basically binding the main cities to the Manaus capital, greater origin market and destination of passengers
Palavras-chave: Transporte hidroviário - Amazonas
Transporte Fluvial
Circulação de Passageiros
Small Boats
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citação: DAVID, Robert carvalho de Azevedo. As dinâmicas do transporte fluvial de passageiros no Estado do Amazonas. 2010. 121f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4005
Data de defesa: 16-Dec-2010
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROBERT CARVALHO DE AZEVEDO DAVID.pdfDissertação5,14 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.