???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4032
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da atividade biológica de extratos vegetais contra leishmania (viannia) guyanensis (kinetoplastida: trypanosomatidae) e análise de frações semi-purificadas de caesalpinia ferrea martius (fabales - caesalpiniaceae)
Autor: Falcão, Nivea Maria Simões 
Primeiro orientador: Franco, Antônia Maria Ramos
Primeiro coorientador: Nunes, Cecilia Veronica
Resumo: A leishmaniose é um problema de saúde pública mundial considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma das cinco doenças infecto-parasitárias endêmicas de maior relevância. A busca por agentes leishmanicidas com poucos efeitos colaterais é um dos maiores desafios na pesquisa moderna, e cada vez mais está relacionada aos usos de plantas medicinais e outros produtos naturais. A espécie Caesalpinia ferrea Martius largamente distribuída no Brasil, é usada popularmente para muitos fins terapêuticos, inclusive no tratamento de diversas infecções como as causadas pela Leishmaniose, tornando-a promissora para a realização de ensaios de atividade biológica contra a leishmania. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar, através de bioensaios, a atividade de extratos hexânicos e metanólicos contra protozoários, analisando também frações semi-purificadas obtidas do extrato de melhor atividade leishmanicida. Os frutos de C. ferrea foram coletados no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Campus do V8 na Cidade de Manaus-AM, e processados nos departamentos de Produtos Naturais e de Leishmaniose e Doença de Chagas no INPA. Os estudos foram realizados com os frutos inteiros e suas partes separadas, epicarpos e sementes. Foram preparados extratos brutos hexânicos, e metanólicos a partir dos frutos inteiros e também das partes separadas, epicarpos e sementes, os quais foram submetidos aos ensaios para avaliação da atividade biológica in vitro contra formas promastigotas da fase estacionária de protozoários da espécie Leishmania (Viannia) guyanensis. Os extratos brutos foram analisados através de Cromatografia em Camada Delgada Comparativa (CCDC) e Ressonância Magnética Nuclear (RMN) para determinação do perfil cromatográfico. Todos os ensaios biológicos foram realizados experimentalmente in vitro, em microplacas contendo 106/mL formas promastigotas de culturas axênicas de L. (V.) guyanensis (MHOM/BR/75/IM 4147) avaliando-se a atividade inibitória ou ativadora de crescimento parasitário. O extrato bruto de melhor atividade biológica foi submetido à CCDC e fracionamento por partição líquido-líquido obtendo-se frações semi-purificadas que foram avaliadas quanto a sua composição química. Os resultados mostraram que o extrato metanólico do epicarpo de C. ferrea, apresentou atividade leishmanicida para L. (V.) guyanensis na concentração de 20 mg/mL/24h. No entanto, ao contrário das expectativas, houve um efeito estimulante em L. (V.) guyanensis pelo extrato hexânico obtido das sementes de frutos de C. ferrea. Analisando quimicamente o extrato metanólico de frutos e epicarpos, os quais demonstraram atividade leishmanicida, verificou-se a presença de substâncias como a clorofila, flavonóides, xantonas, taninos, triterpenos e saponinas como constituintes majoritários, além de apresentar atividade antioxidante. Os resultados obtidos demonstraram que os extratos metanólicos de frutos e epicarpos de C. ferrea podem ser considerados como importantes alternativas no tratamento das leishmanioses, devendo ser realizado testes farmacológicos e toxicológicos in vivo desses extratos, realizando outros fracionamentos a fim de se confirmar alguma substância de melhor atividade leishmanicida.
Abstract: Leishmaniasis is a world public health problem wide considered by the World Health Organization as one of five infectious endemic diseases of major relevancy. The search for leishmanicids agents with fewer side effects is one of the greatest challenges in modern research, and is increasingly related to the uses of medicinal plants and other natural products. The species Caesalpinia ferrea Martius widely distributed in Brazil it is popularly used for many therapeutic purposes, including the treatment of various infections like those caused by leishmaniasis, making it a promising tests of biological activity against leishmania. The objective of this study was to evaluate by bioassays the activity of hexane and methanol extracts against protozoa, analyzing semi-purified fractions obtained from the most active. The fruits of C. ferrea were collected at the National Institute of Amazon Research, V8’s Campus in the City of Manaus - AM and processed in the departments of Natural Products and leishmaniasis and Chagas Diseases at INPA. The studies were performed with the whole fruit and its separate parts, coconut shell and seed. Hexane e methanol crude extracts were prepared from the fruits, coconut shell and seeds, which were tested to evaluate the biological activity in vitro against promastigotes of the stationary phase of the protozoan Leishmania (Viannia) guyanensis. The extracts were analyzed by thin layer chromatography Comparison (CCDC) and Nuclear Magnetic Resonance (NMR) to determine the chromatographic profile. All biological assays were carried out experimentally in vitro in microplates containing 106/mL promastigotes to axenic cultures of L. (V.) guyanensis evaluating the inhibitory activity and stimulating parasite growth. The most active crude extract was submitted to CCDC and fractionation by partition líquid-líquid resulting in semi-purified fractions that were evaluated for their chemical composition. The results showed that the epicarp methanolic extract of C. ferrea, showed anti-leishmanial activity for L. (V.) guyanensis in the concentration of 20 mg/mL/24h. However, contrary to expectations, there was a stimulatory effect on L. (V.) guyanensis by the hexanic extract obtained from the fruit seed of C. ferrea. Chemically analyzing the coconut shell and fruits methanolics extracts of, which showed anti-leishmanial activity, we verified the presence of substances such as chlorophyll, flavonoids, xanthones, tannins, triterpenes and saponins as major constituents, and shows antioxidant activity. The results showed that the methanolics extracts of coconut shell and fruitsof C. ferrea can be considered as an promising alternative in the treatment of cutaneous leishmaniasis and should be undertaken pharmacological and toxicological tests in vivo of extract, making other fractioning in order to isolate the substances responsible for the anti-leishmanial activity.
Palavras-chave: Caesalpinia ferrea Mart
Leishmania (Viannia) guyanensis
Bioensaio
Análise Fitoquímica
Bioassays
Phytochemical Analysis
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia
Sigla da instituição: UFAM - INPA
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citação: FALCÃO, Nivea Maria Simões. Avaliação da atividade biológica de extratos vegetais contra leishmania (viannia) guyanensis (kinetoplastida: trypanosomatidae) e análise de frações semi-purificadas de caesalpinia ferrea martius (fabales - caesalpiniaceae). 2010. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Amazonas - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4032
Data de defesa: 30-Mar-2010
Appears in Collections:Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Nivea Maria Simões Falcão.pdfDissertação - Nivea Maria Simões Falcão.pdf1,81 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.