???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4033
Tipo do documento: Dissertação
Título: Feridas nos pés de pessoas com diabetes e seus impactos sobre a qualidade de vida
Autor: Perdomo, Selma Barboza 
Primeiro orientador: Santos, Maria Cristina dos
Primeiro coorientador: Yamada, Beatriz Farias Alves
Resumo: O Índice de Qualidade de Vida de Ferrans e Powers–Versão Feridas (IQVFP-VF) foi aplicado pela primeira em pessoas diabéticas com ferida no pé após sua construção e validação. A escassez de estudos realizados, no Brasil, específicos acerca da Qualidade de Vida (QV) nessa população, foi a motivação para realizar este estudo que teve como objetivos: a) descrever o perfil sócio-demográfico dos pacientes diabéticos com ferida no pé; b) correlacionar os escores de Qualidade de Vida segundo as características sócio-demográficas e c) descrever as características clínicas, relacionadas ao Diabetes mellitus (DM). O estudo foi descritivo, transversal, realizado por meio de entrevista e aplicação do IQVFP-VF nas pessoas atendidas em três serviços públicos da cidade de Manaus-AM, sendo dois ambulatórios e um setor de internação de cirurgia vascular. O IQVFP-VF foi construído e validado por Yamada (2006) é composto por 70 itens e está dividido em quatro subescalas: Saúde/Funcionamento (SF), Sócio-Econômico (SE), Psicológico/Espiritual (PE), e Família (Fa). Inicialmente o estudo recebeu autorização da autora do instrumento, parecer favorável do Comitê de Ética da Universidade Federal do Amazonas-UFAM e autorizações dos hospitais para a coleta dos dados. Houve predomínio de: homens (54%); idade média de 59,65 anos; pessoas com união estável (47,5%); católicos (82%); afastamento da atividade profissional por causa da ferida (36%). A respeito das condições clínicas houve: predomínio de DM do tipo 2; média de 9,89 anos para o tempo com DM; uso de hipoglicemiante oral e alimentação balanceada com forma de controle da glicemia. Concernente à ferida ficou constatado: média de 1,19 feridas; 29,5% da amostra tiveram como fator desencadeador da ferida objeto cortante/perfurante ao andar descalço; 31,1% com amputação. Para melhor discussão dos resultados, foi utilizada categorização distribuída de tal forma que “zero” indica QV muito ruim e 30 QV muito boa. Acerca da QV, foi obtido escore médio de 20,66 (±5,29) para IQVT. O Domínio mais afetado foi o Saúde/Funcionamento com escore médio de 17,07 (±6,46) e com maior escore o PE com média de 25,96 (±6,12). Não houve correlação entre as variáveis: atividade profissional, idade, número de feridas, tempo de DM, com o IQVT. Houve correlação positiva, porém fraca, entre renda familiar (r=0,11), sexo (r=0,11), tempo com a ferida (r=0,11) e correlação forte entre amputação (r=0,49) e IQVT e seus domínios. Os pacientes com união estável tiveram média superior aos demais no Domínio Fa (p=0, 045). Em conclusão, ficou constatado que o IQVFP-VF é adequado para avaliar a QV de diabéticos com ferida no pé, que essa população mostrou ter qualidade de vida “boa”, porém, apresentou escore baixo no Domínio Saúde/Funcionamento demonstrando que a ferida no pé do diabético é uma complicação do DM que tem impacto negativo sobre a Qualidade de Vida dessas pessoas.
Abstract: The Wound Version of Ferrans and Powers about the Life Quality Rate (IQVFP-VF) was firstly applied in diabetic people with wound on the foot. The lack of specific studies made in Brazil on life quality (QV) about this population has been a motivation for this paper to be carried out, which aims at – a) describing the socio-demographic profile of the diabetic patients with wounds on the foot; b) to correlate the QV scores according to its sociodemographic characteristics e; c) to describe the clinic characteristics, related to Diabetes mellitus (DM). This study has been descriptive, transversal, carried out through interviews and IQVFP-VF application on people who have been assisted in three different public services in Manaus-AM, where two in ambulatories and one at an internment sector of vascular surgery. The IQVFP-VF was built up and certified by Yamada (2006) and it is constituted of 70 items divided into four dominions: Health/Functioning (SF), Socioeconomics (SE), Psychological/Spiritual (PE), and Family (Fa). Initially the study received the author’s instrument authorization, also a favorable opinion of the Amazon Federal University - UFAM’s Ethic Committee, and the Hospitals’ authorization for datum gathering. There was a predominance of: men (54%); average age of 59,65 years old; people in stable matrimony (47,5%); Catholics (82%); dismissal from labor activities because of the wound (36%). About the clinical conditions there was: DM predominance type 2; average age of 9,89 years old for the time with the DM; use of oral hypoglycemia and balanced alimentation as a way to control glucose. Concerning to the wound it was verified: 1,19 wound average; 29,5% of the samples had a wound unleashing factor, the bruise by cutting/perforating object when walking bare foot; 31,1% with amputation. For a better results discussion it was used adistributed categorization in such a way that “zero” indicates very bad QV and 30 very good QV. Concerning to the QV, we had an average scores of 20,66 (±5,29) for IQVT. The most affected dominion was the Health/Functioning with an average score of 17,07 (±6,46) and with the highest score the PE with the average of 25,96 (±6,12). There was not correlation among the variables: professional activity, age, number of wounds, time with the DM; with the IQVT. There was a positive, but weak, correlation between family income (r=0,11), sex (r=0,11), time with the wound (r=0,11) and a strong correlation among amputation (r=0,49) and IQVT and its dominion. Patient in stable matrimony situation had an average higher than the others under Fa dominion (p=0,045). There was no meaningful difference either among intern patients and the ones who had been assisted at the ambulatories in the IQVT nor in its dominions. In conclusion, it has been attested that the IQVFP-VF is adequate to assess the diabetics’ life quality with wounds on the feet, and this population has shown to have a life quality considered “good”, but it has shown low score in the Health/Functioning dominion showing that the wound on the diabetic’s foot is a complication from the DM that has negative impact over these people’s life quality.
Palavras-chave: Qualidade de Vida
Ferida no Pé
Diabete Mellitus
Life Quality
Wound on the Foot
Diabete
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia Tropical
Citação: PERDOMO, Selma Barboza. Feridas nos pés de pessoas com diabetes e seus impactos sobre a qualidade de vida. 2008. 99 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4033
Data de defesa: 10-Nov-2008
Appears in Collections:Mestrado em Patologia Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Selma Barboza Perdomo.pdfDissertação - Selma Barboza Perdomo697,84 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.