???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4316
Tipo do documento: Dissertação
Título: O regime de propriedade e sua relação com a integridade ecológica dos fragmentos florestais urbanos
Autor: Souza Júnior, Wagner Bento de 
Primeiro orientador: Pereira, Henrique dos Santos
Primeiro membro da banca: Schor, Tatiana
Segundo membro da banca: Pinheiro, Eduardo da Silva
Terceiro membro da banca: Frische, Cintia Cornelius
Resumo: Fragmentos florestais urbanos podem ser considerados como um tipo especial de infraestrutura verde decorrentes da fragmentação da paisagem, que de modo planejado ou não, geram a presença de remanescentes de florestas e de outras formas de vegetação nativas no interior da malha urbana. Sendo espaços “construídos”, estes fragmentos florestais estão sob a influência das ações individuais e coletivas assim como também das instituições sociais (regimes de propriedade, normas, leis e planos) que operam na gestão desses espaços urbanos. Baseando-se nas teorias da economia institucional e nos princípios da ecologia da paisagem e considerando-se a importância da valorização dos serviços ambientais esta dissertação propõe verificar a correlação entre a integridade ecológica de fragmentos florestais e os diferentes regimes de propriedade que neles incidem. O pressuposto deste estudo é que regimes de propriedade públicos e privados representam diferentes conjuntos de incentivos à conservação dos recursos ambientais. Tomando como área de estudo a microbacia do Igarapé do Gigante, em Manaus-AM, a dinâmica espaço-temporal de cada fragmento florestal foi avaliada e correlacionada com o seu respectivo regime de propriedade. Dessa forma, verificou-se que as maiorias dos fragmentos florestais localizados nessa microbacia estão sob dois ou mais tipos de regimes de propriedade, coincidentemente esses mesmos fragmentos foram os que apresentaram mais mudanças negativas ao longo do tempo. Portanto, foi possível perceber uma tendência nítida nos fragmentos caracterizados de multiregime, devido a grande maioria terem reduzido seu índice de integridade ecológica.
Abstract: Urban forest fragments might be considered a special type of green infrastructure caused by landscape fragmentation, that in a planned or a non-planned way generate the presence of remainder of forests and other kinds of native vegetation inside the urban web. Being “built” spaces, these forest fragments are under the influence of individual and collective action and also of the social institutions (property systems, rules, laws and plans) that control the managing of those urban spaces. Based on theories of institutional economy and ecological principles of the landscape and considering the relevance of environmental services valorization, this dissertation has as goal to examine the correlation between ecological integrity of forest fragments and the many different property systems that affect them. The conjecture of this study is the fact that public and private property systems represent different incentive joints to conservation of environmental resources. Having as study field the micro-watershed of Igarapé do Gigante located in Manaus – AM, the spatial and temporal dynamic of each forest fragment was evaluated and analyzed accordingly to its respective property system. Therefore, the main goal of this research was verify if the maintenance of ecological integrity of the urban forest fragments is influenced for the many different kinds of property system that control them. Therefore, it was possible to verify that most of the forest fragments placed in this micro-watershed are under two or more kinds of property systems, coincidentally those were the same fragments that had shown more negative changes over time. So it was possible to realize a clear tendency on forest fragments characterized as multi systems due the great majority had reduced their ecological integrity index.
Palavras-chave: Ecologia da paisagem
Microbacia do Igarapé do Gigante
Cidade de Manaus
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: SOUZA JÚNIOR, Wagner Bento de. O regime de propriedade e sua relação com a integridade ecológica dos fragmentos florestais urbanos. 2013. 112 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4316
Data de defesa: 3-Jun-2013
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Wagner Bento de Souza Júnior.pdfDissertação - Wagner Bento de Souza Júnior12,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.