???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4400
Tipo do documento: Dissertação
Título: Trabalhadores da Malva: (re)produção material e simbólica da vida no Baixo rio Solimões
Autor: Ferreira, Aldenor da Silva 
Primeiro orientador: Witkoski, Antonio Carlos
Primeiro membro da banca: Cruz, Manoel de Jesus Masulo da
Segundo membro da banca: Pinto, Ernesto Renan Melo de Freitas
Resumo: Esta pesquisa trata do modo de vida do camponês varzeano, trabalhador da malva, nas comunidades rurais de N.S.das Graças, Município de Manacapuru; Bom Jesus, Município de Anamã; e Santo Antônio, Município de Anori, todas localizadas no Baixo rio Solimões. O processo de trabalho na agricultura de malva continua o mesmo desde a introdução dessa atividade na região a partir da década de 1930. O camponês nessa fase do processo produtivo expõe seu corpo aos riscos de acidentes com animais e, também, está sujeito a contrair doenças, uma vez que permanece dentro d’água em média 10 horas por dia. Além dos processos de trabalho na produção de malva, a pesquisa abordará mais dois aspectos que compõem a vida material e simbólica desses sujeitos sociais. Trata-se da questão do labor e da vida activa. O primeiro está ligado à questão objetiva e subjetiva da sobrevivência, primeiramente física e depois simbólica do camponês varzeano, ou seja, o uso que eles fazem dos recursos naturais visando primeiramente à manutenção da vida e posteriormente, eventualmente, à comercialização. O último aspecto está ligado à esfera da comercialização do produto final – as fibras de malva. Nesse momento, ocorre a extensão da degradação, iniciada durante o processo de desfibramento dentro d’água, é o momento da subalternização dos trabalhadores da malva à dinâmica do capital comercial. É também a extensão da degradação porque esses sujeitos sociais são os elos mais fracos de uma cadeia produtiva que tem como característica principal o monopólio das ações. A degradação deixa de ser física para ser moral. Essa situação poderia melhorar a partir da introdução de tecnologias sociais que eliminassem a insalubridade do processo de obtenção das fibras e, também, a partir de políticas públicas que regulassem o processo de comercialização e de preços, pois a fibra de malva é um produto que tem potencial para ser socialmente viável e economicamente sustentável. Numa época em que mundo busca alternativas econômicas sustentáveis, uma produção agrícola baseada na extração de fibras vegetais, cujo impacto ambiental é mínimo e que se assenta na estrutura familiar de produção, é uma atividade que se aproxima muito dos critérios da sustentabilidade.
Abstract: This research is about the varzeano peasant, malva worker’s way of life, in N.S. das Graças rural communities, Municipality of Manacapuru; Bom Jesus, Municipality of Anamã; and Santos Antônio, Municipality of Anori, all located in Baixo Solimões River. The work process in malva agriculture continues the same since the introduction of this activities in the region from 30`s on. The peasant who is in this stage of production process expose his body to the accident risks with animal and, also, is subject to contract illnesses, since he keeps inside the water about 10 hours per day. Besides the labor process in the malva production, this research is going to deal with others two aspects which compose this social individuals` symbolic and material life. It is about the labor and active life matter. The first is linked to the surviving objective and subjective matter, firstly physical and then symbolic of the varzeano peasant, that is, their usage of the natural resources aiming firstly the life maintenance and subsequently, eventually to trading. The last aspect is linked to the final product – the malva fiber trading sphere. At this moment, the degradation extension takes place, initialized during the desfibrilation process inside the water, directetd to the malva workers subalternation to the trading capital dynamic. It is the extension of the degradation because these social individuals are the weakest link of a productive chain which has as main characteristic the monopoly of the actions. The degradation stops being physical and become moral. This situation could increase from the social technologies introduction on which eliminate the insaltness of the fiber obtaining process, and also, from the public politics on which rule the trading and price process, because the malva fiber is a product which has potential to be socially accessible and economically supportive. In a period when the world seeks for supportively economical alternatives, an agricultural production based in vegetable fibers extraction, whose environment impact is minimum and lays on the family production structure, is an activity which approaches pretty much to the maintenance criteria.
Palavras-chave: Trabalhador da malva
Agricultura
Camponês
Malva
Área(s) do CNPq: OUTROS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: FERREIRA, Aldenor da Silva. Trabalhadores da Malva: (re)produção material e simbólica da vida no Baixo rio Solimões. 2009. 257 f. Dissertação (Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4400
Data de defesa: 6-Jun-2009
Appears in Collections:Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Aldenor da Silva Ferreira.pdfDissertação - Aldenor da Silva Ferreira8,12 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.