???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4628
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ecoepidemologia e vigilância da Leishmaniose Tegumentar Americana no município de Prainha, estado do Pará
Autor: Brito, Deusa Meriam da Silva 
Primeiro orientador: Xavier, Marília Brasil
Resumo: As Leishmanioses têm o controle dificultado pela sua variabilidade clínica, multiplicidade de vetores e hospedeiros, além de apresentar diversos modos de transmissão. São doenças infecciosas de difusão vetorial, com ampla distribuição no mundo, e, segundo a Organização Mundial da Saúde, integram um conjunto de seis doenças tropicais mais importantes na Europa e nas Américas. Apresentam forma clínica visceral, tegumentar e mucosa. Seu ciclo de transmissão está sujeito a uma variabilidade de determinantes, onde se destacam as agressões do homem ao meio ambiente Este estudo descreve a-situação da ecoepidemiologia e vigilância da Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), no Município de Prainha, Estado do Pará, Amazônia, Brasil, utilizando dados secundários do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) e dados primários de levantamentos entomológicos realizados em áreas de maior concentração de casos. Foram identificados 386 casos, no período de 2002 a 2011, sendo 374 autóctones (96%), 356 novos (92,5%), 380 da forma cutânea (98,4%). Do total de casos, 333 (86,3%) foram confirmados pelo exame direto, 85 pacientes realizaram a Intradermo Reação de Montenegro (IDRM), sendo 72 com resultado positivo e apenas 15 realizaram o exame histopatológico. O perfil da população afetada é de indivíduos do sexo masculino (84,7%), maior de 10 anos (93,0%), residente na área rural (89,4%), com nível de escolaridade fundamental incompleto (55,2). O vetor mais encontrado nos levantamentos entomológicos realizados foi a Lutzornyia flaviscutellata no espaço extradomiciliar, presente nos períodos mais e menos chuvosos. A conclusão é que o município está na classificação de Muito Alto Risco, 4° quartil, pelo parâmetro do Ministério da Saúde, tem vetores competentes para transmissão de leishmanias com alto poder de infecção como a Lu. Flaviseutellwa, Lu. Longipalpis e Lu. Whitmant A Vigilância Epidemiológica, apesar de ter apresentado um bom índice de cura e de confirmação parasitológica, ainda apresenta 32,4% de falta de informação ao Sistema sobre a evolução dos casos
Abstract: The Leishmaniasis has control hindered by its clinicai variability, multiplicity of vectors and hosts, and presents various modes of transmission. Are vector-borne infectious diseases, with wide distribution in the world, and, according to the World Health Organization, part of a set of six tropical diseases most important in Europe and the Americas. Present clinicai form visceral, tegumentary and mucosal. Its transmission cycle is subject to a variability of detenninants, which highlights the aggression of man on the environment. This study describes the situation of ecoepidemiology surveillance of American Cutaneous Leislunaniasis, in the municipality of Prainha, State of Pará (PA), Amazonia, Brazil, using secondary data from the System National Notifiable Diseases (SINAN) and primary data entomological surveys conducted in areas of high concentration of cases. We identified 386 cases in the period from 2002 to 2011, with 374 autochthonous (96%), new 356 (92.5%), 380 of cutaneous form (98.4%). Of the total cases 333 (86.3%) were confirmed by direct examination, 85 patients underwent Montenegro test (IRAM), 72 with positive result and only 15 underwent histopathological examination. The profile of the population is affected males (84.7%), greater than 10 years (93.0%), residing in rural amas (89.4%), with incomplete primary education levei (55.2%). The vector found in most entomological surveys conducted was Lutzomyia flaviscutellata extradomiciliar space, in this period more and less rainy. The conclusion is that the city is in Very High Risk classification, 4th, the parameter of the Ministry of Health has competent vectors for transmission of Leishmania infection with high power as Lu. Raviscutellata, Lu. Longipalpis and Lu. Whitmani. The Surveillance, despite having a good cure rate and parasitological confirmation, still has 32.4% of the lack of information regarding the System prognosis
Palavras-chave: Leishmaniose Tegumentar Americana
Ecoepidemiologia
Vigilância Sanitária - Município de Prainha (PA)
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: SAÚDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Universidade Federal do Pará
Sigla da instituição: UFAM - UFPA
Departamento: Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia
Citação: BRITO, Deusa Meriam da Silva. Ecoepidemologia e vigilância da Leishmaniose Tegumentar Americana no municio de Prainha, estado do Pará. 2013. 76 f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4628
Data de defesa: 12-Mar-2013
Appears in Collections:Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Deusa Meriam da Silva Brito.pdfDissertação - Deusa Meriam da Silva Brito1,79 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.