???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4795
Tipo do documento: Dissertação
Título: Feminização de tambaqui Colossoma macropomum (Cuvier, 1818) com administração de 17β-estradiol na dieta
Autor: Reis, Vanessa Ribeiro 
Primeiro orientador: Almeida, Fernanda Ferreira Loureiro de
Resumo: O tambaqui Colossoma macropomum é o peixe mais produzido em cativeiro dentre as espécies nativas brasileiras. A fêmea se destaca por pesar cerca de 18% a mais que o macho em sistema de cultivo intensivo (dados não publicados). Quando as características zootécnicas de um gênero são mais rentáveis que de outro é comum o cultivo monosexo. As técnicas de inversão sexual podem ser utilizadas no direcionamento da diferenciação sexual para o gênero desejado. Este trabalho teve como objetivo identificar a melhor dose de 17β-estradiol (E2) para a feminização direta de tambaqui. O experimento foi dividido em dois ensaios (setembro/novembro e outubro/dezembro de 2014). Para cada ensaio utilizou-se 500 pós-larvas de tambaqui (100/tratamento), com trinta dias pós-eclosão (dpe) e com comprimento médio 14,87 mm. Foram alimentadas com dietas contendo diferentes doses de E2 na ração (0, 20, 40, 80 e 120 mg/Kg) por seis semanas. Após os tratamentos os peixes foram transferidos para tanques-rede onde permaneceram até a realização da amostragem. Sessenta dias após o tratamento foi realizada coleta de sangue. A coleta das gônadas foi realizada quando os peixes tinham entre cinco e sete meses. Nos animais com comprimento padrão (CP) médio de 13,96 ± 1,29 cm não foi possível a identificação do sexo, devido à ausência de evidências histológicas comprovatórias de ovários ou testículos. Nos animais sexados, o E2 demonstrou grande influência no aumento de fêmeas na dose mais elevada. A concentração de E2 no plasma dos animais mostrou que este esteroide foi totalmente metabolizado pelo organismo dos peixes, sendo estatisticamente igual para 20, 40 e 80 mg E2/Kg de ração e o controle. Para dose de 120 mg/Kg os animais apresentaram uma concentração plasmática de estradiol significativamente menor que o controle e demais tratamentos. Sugerindo que para essa concentração o organismo dos peixes não só metabolizou todo o esteroide consumido, mas também diminuiu a produção endógena desse hormônio. As análises da água utilizada nos tratamentos, antes e após cloração, demonstraram a eficiência deste método na eliminação total dos resquícios hormonais de estradiol. Nossos resultados mostraram que 120 mg de E2 por quilograma de ração, administrados durante seis semanas, é o tratamento mais eficaz para a feminização de larvas de tambaqui a partir de 14 mm de comprimento. E a cloração da água após o tratamento com estradiol é 100% eficaz na eliminação de resíduos deste esteroide.
Abstract: The tambaqui Colossoma macropomum is the main farmed fish among the Brazilian native species. The female tambaqui stands out because it grows 18% more than the male in intensive farming fish system (unpublished data). When monosex cultivation is more profitable is fish industry, techniques of sex reversal can be used for directing the sexual differentiation towards to desired gender. The objective of this research was to identify the best dose of 17β-estradiol (E2) for direct feminization of tambaqui, as the first step in developing a protocol for effective sex reversal for the specie. Due to experimental control and to avoid the possible genetic effects on the results, the study was divided into two tests (September / October and November / December 2014). In every test, it was used 500 tambaqui fries (100 fries/treatment) of 30 days post hatch (dph) with an average length 14.87 ± 2.85 mm. The fries were fed diets containing different doses de E2 (0 - control, 20, 40, 80 and 120 mg/kg of E2 diet) for six weeks. After the treatments, the fish were transferred to cages where they remained growing for the sampling. Sixty days after the end of the treatment, blood sample was collected to determine the concentration of E2 in plasma. Sampling of the gonads was performed when the fish was around seven months. In the animals with standard length (SL) mean of 13.96 ± 1.29 cm it was not possible to identify the sex, due to lack of histological evidence of ovaries or testes. In the individuals in which sex could be determined, E2 demonstrated great influence on the increase in females at the highest dose. The E2 concentration in the plasma of the animals showed that this hormone was fully metabolized by the fish body, as treated (20, 40 and 80 mg/kg E2 feed) and control presented similar plasma E2 values. However, in the treatment 120 mg of E2 kg of feed the animals presented a lower plasma concentration and statistically different from the control and other treatments. This suggests that the higher dose of E2 was not only fully metabolized by the organism, but also decreased the endocrine production of this hormone (negative feed-back). The water of the treatment was analyzed before and after coloration. Results showed that there was a residual presence of E2 after the experiment which disappeared after chlorine. Our results indicate that 120 mg/kg E2 of diet administered for six weeks is the most effective treatment for tambaqui feminization from 14 mm length, and that water chloration after estradiol treatment eliminates every residue of this steroid.
Palavras-chave: Tambaqui
Cultivo intensivo
Piscicultura
17β-estradiol
Intensive farming
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Pesqueiras nos Trópicos
Citação: REIS, Vanessa Ribeiro. Feminização de tambaqui Colossoma macropomum (Cuvier, 1818) com administração de 17β-estradiol na dieta. 2015. 77 f. Dissertação(Mestrado em Ciências Pesqueiras nos Trópicos) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4795
Data de defesa: 21-Aug-2015
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Pesqueiras nos Trópicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Vanessa Ribeiro Reis.pdfDissertação - Vanessa Ribeiro Reis1,82 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.