Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5045
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação das características físico-químicas de ilhas de decomposição cadavérica no desenvolvimento de modelos de previsão do intervalo pós-morte em área de mata tropical
Autor: Antonio, Ananda da Silva 
Primeiro orientador: Wiedemann, Larissa Silveira Moreira
Primeiro coorientador: Souza, Karine Rita de
Resumo: O intervalo pós-morte (IPM) consiste de um parâmetro fundamental a ser determinado para a elucidação de homicídios. Entretanto, muitas das técnicas utilizadas para determiná-lo são baseadas na forma como a decomposição cadavérica ocorre em uma única situação especifica ou são incapazes de estimar com precisão IPM longos, os quais são comuns quando o corpo da vitima é ocultado. Além disso, como o processo de decomposição é fortemente influenciado pelas características ambientais e formas de deposição do cadáver, as técnicas de previsão do IPM desenvolvidas em outras localidades dificilmente podem ser utilizadas no Amazonas, devido às condições climáticas peculiares da região. Assim, este projeto teve por objetivo avaliar as modificações que carcaças em decomposição ocasionam nas características físicoquímicas do solo, em região de mata, para o desenvolvimento de um modelo de previsão do IPM longos aplicável a regiões de clima tropical, quente e úmido, em casos onde a vitima tenha sido posicionada acima ou abaixo do solo. O experimento foi realizado em região de mata primaria (Reserva Florestal Adolpho Ducke), utilizando 6 espécimes suínos como carcaças análogas a decomposição humana, as quais foram posicionadas acima e abaixo do solo por um período de 67 dias, sendo coletadas amostras de solo abaixo de cada carcaça suína periodicamente a cada 72 horas. Além disso, também foram coletadas amostras de solo a uma distancia de 10 metros das carcaças. Todas as amostras coletadas foram analisadas para determinar as seguintes características: pH, umidade, classe granulométrica, teor de amônio e nitrato, concentração de carbono da biomassa microbiana, taxa de respiração basal, concentração de carbono total, nitrogênio total, razão C/N, concentração de macro (Al3+, Ca2+, Mg2+, Na+, K+, PO4 2-) e micronutrientes (Cu2+, Fe3+, Zn2+, Mn2+). Dentre os parâmetros analisados apenas os micronutrientes e umidade não demonstraram variações em suas concentrações durante a decomposição cadavérica que pudessem ser utilizadas no desenvolvimento de um modelo de previsão do IPM. A partir das variações nas concentrações dos demais parâmetros estudados foi possível observar uma diferença no efeito que cada tipo de deposição de carcaças (abaixo e acima do solo) ocasionou na química do solo, indicando a necessidade de dois modelos distintos, uma para cada caso. O tempo de decomposição das carcaças enterradas foi aproximadamente 4 vezes maior que o necessário acima do solo, entretanto, ambas as velocidades observadas são menores que o que consta na literatura. Estes resultados provêem informações iniciais a respeito do comportamento do solo submetido à decomposição cadavérica em região de mata tropical, indicando a possibilidade de utilizar uma caracterização do solo como uma forma alternativa de desenvolver um novo modelo de previsão do IPM, aplicável a um intervalo de tempo de 67 dias.
Abstract: The post mortem interval (PMI) consists in a fundamental parameter to be determined to clarify cases of homicide. However, most of the methods used to estimate it, are based on the way the cadaveric decomposition occurs in only one specific situation or are incapable to estimate long PMI with precision, wich are common when the victim’s body is hidden. Besides that, as the process of decomposition is strongly influenced by the environmental characteristics and the way of disposing the body, prevision technics of PMI based on other locations hardly can be utilized in Amazonas, due to climatic peculiarities of the region. Therefore, this project had as primary objective evaluate the modifications the decomposed carcass make in the physicochemical properties of the soil around it, in a forest region, for the development of a prevision model for long PMI applicable in regions of tropical climate, hot and wet, in cases where the victim had been positioned above or under the ground. The experiment took place in a primary forest (Adolpho Ducke Forest Reserve), utilizing 6 specimens of swine as carcass for analogy to human decomposition, which were positioned above and below ground for a period of 67 days, being periodically collected soil samples from under each of the swine carcass every 72 hours. Moreover, it was also collected soil samples from a distance of 10 meters from the carcass. Every sample collected was analyzed to determine the following characteristics: pH, moisture, granulometric class, percentage of ammonium and nitrate, concentration of carbon from the microbial biomass, rate of basal respiration, total concentration of carbon, total concentration of nitrogen, C/N ratio, concentration of macro (Al3+, Ca2+, Mg2+, Na+, K+, PO4 2-) and micronutrients (Cu2+, Fe3+, Zn2+, Mn2+). Among the analyzed parameters, only the micronutrients and moisture did not show variations in their concentration during the cadaveric decomposition that could be used in the development of a prevision model of PMI. Starting from the variation in the concentration of the rest of the studied parameters it was possible to observe the difference that each type of decomposing carcass (above and underneath ground) caused in the chemical composition of the soil, indicating the necessity of two distinct models, one for each case. The time of decomposition of the buried carcass was approximately 4 times longer than the carcass above ground, however, in both cases the rate of the decomposition process was slower than what appears in the literature. Those results provide initial information about the soil behavior when submitted to cadaveric decomposition in a tropical forest region, indicating the possibility of utilize soil characterization as an alternate way of development of a new prevision model of PMI, applicable in an interval of 67 days.
Palavras-chave: Decomposição cadavérica
Química do solo
intervalo pós-morte
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA: QUÍMICA ANALÍTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: ANTONIO, Ananda da Silva. Avaliação das características físico-químicas de ilhas de decomposição cadavérica no desenvolvimento de modelos de previsão do intervalo pós-morte em área de mata tropical. 2016. 126 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5045
Data de defesa: 8-Mar-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ananda da Silva Antonio.pdf5,89 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.