???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5568
Tipo do documento: Dissertação
Título: Provimento e fixação dos profissionais de saúde no Estado do Amazonas: uma análise dos egressos da Universidade do Estado do Amazonas
Autor: Coelho, Flávia Roberta Dias 
Primeiro orientador: Schweickardt, Júlio Cesar
Primeiro membro da banca: Schweickardt, Júlio Cesar
Segundo membro da banca: Ferla, Alcindo Antônio
Terceiro membro da banca: Levino, Antônio
Resumo: O provimento e a fixação de profissionais de saúde estão relacionados tanto a políticas de gestão do trabalho como a políticas de formação. A dificuldade de ordenar a formação dos profissionais e garantir a equidade dos serviços de saúde, conforme o previsto na Constituição Brasileira, é um desafio constante. O presente estudo busca compreender as políticas de gestão do trabalho e de formação de profissionais de saúde mediante o levantamento do perfil dos egressos dos cursos de saúde da Universidade do Estado do Amazonas - UEA. Para isso, buscou-se descrever o perfil dos egressos da Escola Superior de Ciências da Saúde – ESA/UEA, analisando a distribuição geográfica dos vínculos de trabalho dos mesmos e investigando os aspectos da sua formação acadêmica e atuação profissional em cinco municípios da microrregião do Baixo Amazonas. O Estado do Amazonas tem respondido de modos diferenciados ao problema da fixação de profissionais no interior do Estado, sendo que uma das estratégias foi a criação da UEA. Desde a criação da Universidade se instituiu uma política de ingresso através de cotas regionais para moradores do interior, visto beneficiar aqueles que não tinham oportunidades de ingresso através de um vestibular único. Desse modo, buscamos analisar as contribuições dessa política para o provimento e a fixação dos profissionais de saúde nesse Estado, assim como, perguntamo-nos se o perfil do egresso influencia no retorno ao seu local de origem. O projeto promove o debate sobre as políticas de gestão do trabalho e de formação de profissionais de saúde. A metodologia utilizada foi o banco de ingressos e egressos da UEA nos cursos de Medicina, Enfermagem e Odontologia, entre os anos 2006 e 2015. Para localizar os egressos que estão atuando no Sistema Único de Saúde – SUS, utilizamos o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES. Por fim, realizamos um estudo de caso na Região de Saúde do Baixo Rio Amazonas onde entrevistamos 46 profissionais egressos da UEA. Os resultados mostram que a UEA tem contribuído para fixação no Estado do Amazonas e Região Norte, sendo a política de cotas para o interior do estado a principal estratégia para o retorno dos profissionais aos seus locais de origem.
Abstract: The provision and fixation of health professionals are related with politics as much work managements as politics formation. The difficulty of order the professionals formation and guarantee the equality of health services according in Brazilian Constitution is a constantly challenge. The following research seeks to understand the politics of work management and professionals of health formation, according to the profile surveying egress from the help course at State University of Amazonas – UEA. For this, it was sought to describe the profile of egress at Higher School of Health Science-ESA/UEA, analyzing the geographic distribution of work linkages of these egresses and investigating aspects of academic education and professional achievement of egress in five county of microrregion of Low Amazonas. The State of Amazonas has responded in different ways to the problem of fixation of professionals to interior of state, being that one of those strategies was the creation of UEA. Since the creation of the University, it was instituted a politic of egress through regional quotas for interior residents, benefiting those people that do not have opportunities to egress through a single entrance exam. In that way, we sought to analyze the contributions of this politics for provision and fixation of health professionals in this state, as well as we asked ourselves if the egress profile influence the return to your place of origin. The project promotes the debate about managements politics of work and formation of health professionals. The methodology used was the database of egress of UEA at medical courses, nursing and dentistry between the years 2006 and 2015. To localize the egress which are acting at Unique System of Health – SUS, using the Health Facility Registration – CNES. Lastly, we conducted a case study at Low Amazonas River, which conducted interviews with 46 egress professionals at UEA. The results show that UEA has contributed with the fixation for the State of Amazonas and North region, being the Politics quotas for interior the main strategy for the return of professionals to their origin's location
Palavras-chave: Formação em Saúde
Educação em Saúde
Trabalho em Saúde
Programa Mais Médicos
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia
Citação: COELHO, Flávia Roberta Dias. Provimento e fixação dos profissionais de saúde no Estado do Amazonas: uma análise dos egressos da Universidade do Estado do Amazonas. 2016. 108 f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5568
Data de defesa: 20-Sep-2016
Appears in Collections:Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Flávia R. D. Coelho.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons