???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5720
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação situacional de Biossegurança em tuberculose em unidades de saúde: o desafio entre o real e o ideal em Saúde Pública
Autor: Araújo, Maria Rute de Souza 
Primeiro orientador: Silva, Hilton Pereira
Resumo: Este estudo aborda a biossegurança dos profissionais de saúde no atendimento da tuberculose em duas Unidades de Saúde de Belém: O Centro de Saúde Escola do Marco e uma UMS do Jurunas. Tem por objetivos avaliar o conhecimento e percepção dos trabalhadores de saúde a respeito das condutas de biossegurança e conhecer os recursos de biossegurança em TB adotados pelas unidades de saúde. Trata-se de um estudo qualitativo observacional, tendo como instrumento de coleta de dados, realização de entrevista com os profissionais que atuam no programa da TB, e a observação dos espaços das unidades destinados ao atendimento de pacientes com TB. Participaram da pesquisa dez profissionais, sendo seis do Centro Escola do Marco e quatro da UMS. Para tratamento dos dados foi utilizada a análise do conteúdo possibilitando a construção de categorias, estabelecendo ligações entre o ambiente da observação e as manifestações dos sujeitos sobre a biossegurança em TB. Foram descritas e analisadas as medidas de biossegurança administrativas, ambientais e respiratórias existentes nas unidades em estudo. Constatou-se que a transmissibilidade da doença assume maior relevância na UMS, pela demora em iniciar o tratamento dos pacientes, falta de organização no atendimento, ausência de capacitação permanente, que somados com a ausência de medidas de proteção respiratórias aumentam a possibilidade de transmissão da TB nosocomial em profissionais e demais pacientes. O Centro Escola do Marco possui em sua estrutura arquitetônica condições favoráveis de biossegurança na tuberculose, atendendo as recomendações adotadas no Brasil. Os locais onde os pacientes são atendidos possuem ventilação adequada, com janelas e portas sempre abertas. Enfatiza-se a necessidade urgente de mudanças no ambiente de trabalho na UMS e um programa de capacitação permanente em TB para os profissionais das referidas instituições, pois os profissionais de saúde estão diariamente vulneráveis a transmissão da TB.
Abstract: This essay addresses the Biosafety of Health Professionals in the Care of Tuberculosis in Health School Center of Marco and the UMS Jurunas. Aimed to evaluate the knowledge and perception of health workers about the conduct of biosafety and biosecurity hear appeals in TB adopted by the Centers for Health. This is a qualitative observational study, taking as a tool for data collection, the application of the interview for the professionals working in the TB program of those units and the observation of the environments of the units that care for TB patients. Took part of this research ten professionals, six of them from Marco Center School and four from the UMS. The data collected was used to analyze the content, allowing the construction of categories, establishing links between the observation’s environments and the demonstrations on the subject related by biosecurity in TB. Measures were described and analyzed by biosafety management, environmental and respiratory involving the units of this study. It was found that the transmissibility of the disease assumes greater relevance in the UMS due the delay in starting treatment, lack of organization in attendance in addition of the lack of respiratory protection measures that may increase the possibility of nosocomial TB transmission between patients and other professionals workers on that health units. The Center School of Marco has in its architectural structure biosecurity conditions in tuberculosis, given the recommendations adopted in Brazil. The spaces where patients are attended have adequate ventilation with windows and doors always opened. Because the treatment of tuberculosis has been performed in outpatient clinics, it is essential that facilities should be appropriate to attendance decreasing the risk of transmission to other professionals and patients. Emphasize the urgent need for changes in the working environment at UMS and permanent training.
Palavras-chave: Biossegurança
Biossegurança em tuberculose
Tuberculose nosocomial
Saúde do trabalhador
Centro de saúde
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Universidade Federal do Pará
Sigla da instituição: UFAM - UFPA
Departamento: Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia
Citação: ARAUJO, Maria Rute de Souza. Avaliação situacional de biossegurança em tuberculose em unidades de saúde: o desafio entre o real e o ideal em Saúde Pública. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5720
Data de defesa: 28-Jun-2010
Appears in Collections:Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Maria Rute Araújo.pdfDissertação - Maria Rute de Souza Araújo1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.