???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5969
Tipo do documento: Dissertação
Título: Movimento Orquídeas: as mulheres como sujeitos coletivos na luta por moradia em Manaus
Autor: Sales, Alessandra do Amaral 
Primeiro orientador: Torres, Iraildes Caldas
Resumo: A participação das mulheres nas lutas sociais junto ao movimento feminista ou de mulheres sempre foi um fato recorrente na história. Neste sentido este trabalho tem como objetivo precípuo verificar o surgimento da mulher como sujeito político na sociedade brasileira, dando especial relevo à organização das mulheres do Movimento de Mulheres por Moradia Orquídeas na luta por moradia em Manaus, pautando-se na análise de sua prática política no movimento de luta por políticas públicas, especialmente a de habitação. Sabe-se que a problemática habitacional torna-se, nos dias atuais, um dos grandes problemas a serem dirimidos pelo Estado, fazendo com que os movimentos sociais atuem como eixo aglutinador da luta que vai garantir a efetividade da política pública de habitação pautando algumas conquistas, entre as quais, o reconhecimento das mulheres como sujeitos coletivos e principais signatárias do direito à moradia. A pesquisa foi realizada junto a 30 mulheres signatárias do Movimento Orquídeas, bem como com assistentes sociais que atuam junto as famílias do projeto Loteamento Residencial Orquídeas, lideranças dos movimentos de luta por moradia em Manaus e da União Nacional por Moradia Popular – UNMP. Dentre os múltiplos aspectos constatados pode-se verificar que a invisibilidade de sua atuação deve-se, primordialmente, ao ditames patriarcais historicamente inseridos no seio da sociedade, além de que sua participação nos movimentos sociais permite construir novos olhares sobre sua presença no espaço público como sujeito coletivo de direitos. Por fim, acredita-se que a participação das mulheres nos movimentos sociais permite seu reconhecimento e de suas demandas enquanto sujeitos coletivos que possuem condições políticas de reconstruir sua história contradizendo o discurso dominante que considera a mulher como um ser frágil e submisso e por isso, sem condições de participar das instâncias de decisão e poder na sociedade.
Abstract: The participation of women in social struggles with the feminist movement or women has always been a recurring event in the history. In this sense this work has as main objective to verify the emergence of women as political subject in Brazilian society, with special emphasis on organization of women of the Women's Movement for House Orchids in the fight for housing in Manaus, and are based on the analysis of their political practice the movement for public policies, especially housing. It is known that the housing problem becomes, today, one of the major problems to be resolved by the state, causing social movements act as the glue to the fight that will ensure the effectiveness of public housing policy guiding some achievements, including the recognition of women as collective subjects and main signatories of the right to housing. The research was conducted with 30 women signatory Orchids Movement, as well as social workers who work with families in the division Residential Orchids project, leaders of the house by fighting moves in Manaus and the National Union for Popular Housing - UNMP. Among the multiple aspects observed can be seen that the invisibility of its performance is due, primarily, to the patriarchal values historically inserted in society, and that their participation in social movements allows to build new looks on their presence in public space as collective subject of rights. Finally, it is believed that women's participation in social movements allows its recognition and its demands as collective subjects that have political conditions to reconstruct its history contradicting the dominant discourse that considers women as weak and submissive and therefore, unable to participate in decision-making and power in society.
Palavras-chave: Movimento de Mulheres
Sujeitos Coletivos
Participação feminina
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: SERVIÇO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Serviço Social
Citação: SALES, Alessandra do Amaral. Movimento Orquídeas: as mulheres como sujeitos coletivos na luta por moradia em Manaus. 2015. 129 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5969
Data de defesa: 25-Feb-2015
Appears in Collections:Mestrado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Alessandra A. Sales.pdf1,93 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons