???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6033
Tipo do documento: Tese
Título: Rendimento, caracterização físico-química e composição de ácidos graxos de peixes siluriformes da Amazônia
Autor: Souza, Antonio Fábio Lopes de 
Primeiro orientador: Silva, Antonio José Inhamuns da
Primeiro membro da banca: Jesus, Rogério Souza de
Segundo membro da banca: Lima, Jackson Pantoja
Terceiro membro da banca: Gonzaga Júnior, Marcondes Agostinho
Quarto membro da banca: Pereira, Carlos Victor Lamarão
Quinto membro da banca: Visanteiner, Jesuí Vergílio
Resumo: Como alimento de excelente qualidade, o peixe apresenta em sua constituição corpórea uma série de nutrientes essenciais ao desenvolvimento e a manutenção da fisiologia do organismo humano. Em vista disso, o presente trabalho avaliou o rendimento cárneo e residual, a composição físico-química e a composição em ácidos graxos no tecido muscular e das vísceras de quatorze espécies de peixes siluriformes em diferentes ciclos sazonais da Bacia Amazônica. Deve-se ressaltar que as espécies pertencentes a esta ordem tem baixa aceitação para consumo no Estado do Amazonas, sendo a maior parte de sua produção destinada a exportação. Os peixes foram coletados em dois períodos sazonais (cheia e seca) dos rios amazônicos, nos portos de desembarque dos municípios de Manaus e do Careiro da Várzea. As espécies dourada (Brachyplatystoma rousseauxii), filhote (Brachyplatystoma filamentosum), piracatinga (Calophysus macropterus), jandiá (Leiarius marmoratus), piramutaba (Brachyplatystoma vaillantii), jaú (Zungaro zungaro), pirarara (Phractocephalus hemioliopterus), piranambú (Pinirampus pirinampus), surubim (Pseudoplatystoma fasciatum), caparari (Pseudoplastystoma tigrinum), mapará (Hypophthalmus edentatus), babão (Brachyplatystoma platynema), zebra (Brachyplatystoma juruense), mandubé (Ageneiosus inermis) foram processadas para cálculo de rendimento e determinação da composição centesimal no laboratório de tecnologia do pescado da UFAM. A determinação dos ácidos graxos foi realizada por cromatografia em falc no laboratório de química da UEM-PR. Os exemplares avaliados no período de cheia pesaram em média 1820±45g e na seca 1067±39g. Os cortes preferenciais para comercialização corpo limpo, filé com pele e filé sem pele apresentaram percentuais de rendimento que oscilaram na cheia entre 49,49±2,78% a 76,72±1,43%; 47,87±2,38% a 81,75±1,41%; 22,83±2,31% a 62,03±3,70% e na seca 21,95±1,52% a 49,41±2,51%; 19,48±1,98% a 55,55 ±2,88% e 24,66±1,59% a 41,55±2,56%, respectivamente. A composição centesimal do músculo para as quatorze espécies estudadas apresentou no período de cheia percentuais de umidade (56,39±0,11% a 80,30±0,19%); cinza (0,86±0,01% a 1,21±0,01%); lipídios totais (0,70±0,10% a 26,29±0,14%); proteína (16,85±0,40% a 20,34±0,15%); e nifext (0,04±0,02% a 2,73±0,59%). Para o mesmo período as vísceras apresentaram (55,29±0,53% a 82,47±0,93%); (0,78±0,03% a 1,47±0,13%); (3,11±0,16% a 26,23±1,49%); (10,23±0,62% a 23,56±0,23%); (0,054±0,034% a 27,731±01,69%). No período da seca os percentuais de umidade oscilaram entre (66,91±0,21% a 81,63±0,56%); cinza (0,70±0,01% a 1,14±0,03%); lipídios (0,98±0,04% a 14,451±0,39%); proteína (13,24±0,48% a 18,10%±0,36%); nifext (0,04±0,03% a 2,28±0,22%). Nas vísceras (64,65±0,42 a 82,33±0,36%); (0,90±0,05% a 1,84±0,05%); (3,52±0,11% a 20,91±0,28%); (9,06±4,17% a 20,55±0,96%); (0,08±0,05% a 4,68±0,64%). Os ácidos graxos saturados mais abundantes nos filés e nas vísceras em todo período de estudos foram o 16:0 (palmítico), o 18:0 (esteárico) e o 14:0 (mirístico). Os monoinsaturados foram 18:1n-9 (Oléico), o 18:1n-7 (vacênico) e o 16:1n-7 (palmitoléico). Os ácidos graxos poli-insaturados 18:2n-6 (linoleico), o 20:4n-6 (aracdônico) e o 22:6n-3 (docosahexaenóico) também foram abundantes em todo período de estudo. As análises de rendimento evidenciaram nas espécies de bagres bons resultados para os cortes preferenciais de consumo e potenciais de subprodutos a serem submetidos a processos tecnológicos de aproveitamento. A caracterização físico-química do músculo e das vísceras mostrou consonância com estudos já realizados para pescado amazônico evidenciando o grupo de peixes como excelentes fontes de nutrientes. Os percentuais de ácidos graxos saturados, monoinsaturados e poli-insaturados quantificados ficaram em consonância a estudos já realizados com peixes de água doce. Os poliinsaturados essenciais das famílias ômega 3 e 6 foram caracterizados como significativos no tecido muscular de todas as espécies quando evidenciaram uma relação de n-6/n-3 de até 1/3. Pelos significativos resultados em seus aspectos nutricionais sugere-se este grupo de peixes para consumo da população regional como importantes fontes de nutrientes essenciais a fisiologia humana.
Abstract: As an excellent quality food, fish presents in its corporeal constitution a series of nutrients essential to the development and maintenance of the human organism physiology. Therefore, the present work evaluated the meat and residual yield, physicochemical composition and fatty acid composition in muscle tissue and viscera of fourteen species of siluriform fish in different seasonal cycles of the Amazon Basin. It should be noted that species belonging to this order have low acceptance for consumption in Amazonas State, with most of their production destined for export. The fish were collected in two seasonal periods (flood and dry) of the Amazonian rivers, at the landing ports of the municipalities of Manaus and Careiro da Várzea. The species dourada (Brachyplatystoma rousseauxii), filhote (Brachyplatystoma filamentosum), piracatinga (Calophysus macropterus), jandiá (Leiarius marmoratus), piramutaba (Brachyplatystoma vaillantii), jaú (Zungaro zungaro), pirarara (Phractocephalus hemioliopterus), piranambú (Pinirampus pirinampus), surubim (Pseudoplatystoma fasciatum), caparari (Pseudoplastystoma tigrinum), mapará (Hypophthalmus edentatus), babão (Brachyplatystoma platynema), zebra (Brachyplatystoma juruense), mandubé (Ageneiosus inermis) were processed to determinate yield and centesimal composition in Laboratório de Tecnologia do Pescado da UFAM. The determination of the fatty acids was performed with falc chromatography in UEM-PR’s Chemistry Laboratory. The samples weighed on average 1820 ± 45g (flood) and 1067 ± 39g (dry season). The preferential cuts for clean body, fillet with skin and skinless fillet presented percentages of yield that oscillated between 49.49 ± 2.78% and 76.72 ± 1.43%; 47.87 ± 2.38% and 81.75 ± 1.41%; 22.83 ± 2.31% and 62.03 ± 3.70% (for flood season) and 21.95 ± 1.52% and 49.41 ± 2.51%; 19.48 ± 1.98% and 55.55 ± 2.88% and 24.66 ± 1.59% and 41.55 ± 2.56% (for dry season), respectively. Centesimal composition of meat for all species studied presented percentages ranging from 56.39 ± 0.11% to 80.30 ± 0.19% for humidity; from 0.86 ± 0.01% to 1.21 ± 0.01% for ash; from 0.70 ± 0.10% to 26.29 ± 0.14% for total lipids; from 16.85 ± 0.40% to 20.34 ± 0.15% for protein; and from 0.04 ± 0.02% to 2.73 ± 0.59%, for nifext in the flood season. For the same period viscera presented (55.29 ± 0.53% to 82.47 ± 0.93%); (0.78 ± 0.03% to 1.47 ± 0.13%); (3.11 ± 0.16% to 26.23 ± 1.49%); (10.23 ± 0.62% to 23.56 ± 0.23%); (0.054 ± 0.034% to 27.731 ± 01.69%), respectively. During the dry season percentages ranged from (66.91 ± 0.21% to 81.63 ± 0.56%) for humidity; from 0.70 ± 0.01% to 1.14 ± 0.03%, for ash; from 0.98 ± 0.04% to 14.45 ± 0.39%, for lipids; from 13.24 ± 0.48% to 18.10% ± 0.36%, for protein and from 0.04 ± 0.03% to 2.28 ± 0.22%, for Nifext. In viscera (64.65 ± 0.42 to 82.33 ± 0.36%); (0.90 ± 0.05% to 1.84 ± 0.05%); (3.52 ± 0.11% to 20.91 ± 0.28%); (9.06 ± 4.17% to 20.55 ± 0.96%); (0.08 ± 0.05% to 4.68 ± 0.64%). The most abundant saturated fatty acids in fillets and viscera throughout the study period were 16: 0 (palmitic), 18: 0 (stearic) and 14: 0 (myristic). The monounsaturated were 18: 1n-9 (Oleic), 18: 1n-7 (vacnic) and 16: 1n-7 (palmitoleic). 18: 2n-6 (linoleic), 20: 4n-6 (arachidonic) and 22: 6n-3 (docosahexaenoic) polyunsaturated fatty acids were also abundant throughout the study period. The yield analysis showed good results on catfish species for the preferential cuts for consumption and potential of by - products to be submitted to technological processes of exploitation. The physico-chemical characterization of the muscle and viscera was consistent with studies already carried out for Amazonian fish evidencing this group of fish as excellent sources of nutrients. The percentages of quantified saturated, monounsaturated and polyunsaturated fatty acids were also in line with studies already carried out with freshwater fish. The essential polyunsaturated of omega 3 and 6 families were characterized as significant in muscle tissue of all species when they showed an n-6 / n-3 ratio of up to 1/3. Due to the significant results in its nutritional aspects it is suggested this group of fish for consumption by regional population as important sources of nutrients essential to human physiology.
Palavras-chave: Peixes de água doce
Bagres de água doce
Variação sazonal dos rios
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Pesqueiras nos Trópicos
Citação: SOUZA, Antonio Fábio Lopes de. Rendimento, caracterização físico-química e composição de ácidos graxos de peixes siluriformes da Amazônia. 2016. 195 f. Tese (Doutorado em Ciências Pesqueiras nos Trópicos) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6033
Data de defesa: 15-Jul-2016
Appears in Collections:Doutorado em Ciências Pesqueiras nos Trópicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Antonio F.L.Souza.pdf4,73 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.