Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6201
Tipo do documento: Dissertação
Título: Associação entre os padrões espaciais da incidência de hanseníase em menores de 15 anos e a condição de vida em Manaus, Am
Autor: Fernandes, Marcos Vinícius Costa 
Primeiro orientador: Esteves, Arinete Véras Fontes
Resumo: O padrão de vida digno ultrapassa o viés da economia e enfatiza os valores culturais, políticos e sociais que influenciam diretamente na qualidade de vida humana. Para que isso ocorra a condição de vida de uma determinada população deve buscar a interação biopsicossocial para garantir uma vida longa e saudável. Objetivo: Analisar a distribuição espacial dos casos novos de hanseníase em menores de 15 anos e sua relação com a condição de vida para o município de Manaus-AM, no período de 2009 a 2015. Método: Pesquisa com abordagem epidemiológica de caráter analítico do tipo ecológico, com unidade de análise bairros. Os dados relacionados a hanseníase foram coletados nas bases de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificações e na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas e as informações para o Índice Adaptado de Condições de Vida, do censo demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Para a obtenção do Índice Adaptado de Condições de Vida as variáveis passaram pela Análise Fatorial e Técnica de agrupamento hierarchical cluster analysis por meio do Software Statistical Package for the Social Sciences versão 19.0, para divisão das unidades de análise em estratos de acordo com as condições de vida foram definidas por quartis, o mapa temático das condições de vida foi realizado pelo software Terra View versão 4.2.2. Para se obter o padrão espacial da hanseníase o indicador sofreu uma análise descritiva por meio do SPSS versão 19.0. O software Terra View versão 4.2.2 auxiliou na obtenção dos mapas temáticos relacionados a hanseníase. Após a obtenção do padrão, as unidades de analises foram classificadas de acordo o grau de endemicidade. Na etapa final foi aplicado o teste de Moran na taxa de incidência de hanseníase para analisar a dependência espacial entre os bairros, após esta analise os dados segundo o Índice Adaptado de Condições de Vida e a taxa da hanseníase passaram por um modelo de regressão linear. Resultados: No período de 2009 a 2015 foram notificados 173 casos novos de hanseníase em menores de 15 anos em Manaus. O coeficiente de incidência neste grupo etário oscilou, ao longo desses anos, entre 6,3 casos/100 mil hab. (muito alto) e 3,8 casos/100 mil hab. (alto nível endêmico). A população de menores de 15 anos do município de Manaus responde por 173 notificações, dos 1.878 casos da população geral, o que corresponde a 9% dos casos novos de hanseníase registrados nos anos de 2009 a 2015. O mapa temático possibilitou a distribuição espacial de casos novos de hanseníase notificados nos bairros de Manaus no período de 2009 a 2015, destacando as áreas com taxas mais elevadas. A doença se mostrou classificada em hiperendêmica nos bairros Puraquequara, Colônia Antônio Aleixo e Distrito Industrial II, Presidente Vargas, Centro, Novo Israel, Santa Etelvina e Aleixo. Em relação às condições de vida, os indicadores apresentaram correlações significativas entre si, conforme p valor menor 0,05. Os valores dos coeficientes indicam uma forte (r>=0,8) ou moderada (r>=0,5 r <=0,8) correlação entre os indicadores. Na análise de componentes principais obteve-se o fator da variância cumulativo de 0,6731 das variáveis analisadas neste estudo para construção do IACV, considerando assim dois fatores para a sua composição. Os bairros foram classificados em 4 grupos, de acordo com os quartis da distribuição dos valores do IACV. A análise de regressão linear permitiu verificar uma associação positiva e estatisticamente significativa (p<0,05) entre o coeficiente de incidência de hanseníase entre crianças menores de 15 anos e o IACV. Conclusão: O conhecimento detalhado do município de Manaus, observando a relação entre as condições de vida e o processo saúde-doença da hanseníase em menores de 15 anos, descreveu a magnitude e distribuição desse problema de saúde pública, trouxe reflexões sobre o foco da investigação, colocando em destaque as condições de vida e realidade social da população. Proporcionando dados essenciais para o planejamento de políticas públicas de saúde e políticas sociais para controle e eliminação da hanseníase, bem como estabelecer melhorias das condições de vida no município.
Abstract: The decent standard of living goes beyond the bias of the economy and emphasizes the cultural, political and social values that directly influence the quality of human life. For this to occur the condition of life of a given population, it must seek biopsychosocial interaction in order to ensure a long and healthy life. Objective: To identify the priority areas for occurrence of leprosy cases and their relation to the condition of life in children under 15 years for the city of Manaus-AM, in the census year of 2010. Method: Research with epidemiological approach of analytical character of the ecological type, with analysis unit districts of the census sector. The data related to leprosy were collected in the databases of the Information System of Notifiable Diseases and the Foundation of Health Surveillance of Amazonas and the information for the Indicator Adapted from Living Conditions, from the 2010 Demographic Census of the Brazilian Institute of Geography And Statistics. To obtain the Indicator Adapted from Living Conditions the variables passed through the Factorial and Technical Analysis of hierarchical cluster analysis by means of SPSS version 19.0, to divide the units of analysis into strata according to the living conditions were defined by quartilhes, the thematic map of living conditions was performed by Terra View software version 4.2.2. To obtain the spatial pattern of leprosy, the indicator underwent a descriptive analysis using SPSS version 19.0. Terra View version 4.2.2 software helped to obtain the thematic maps related to leprosy. After obtaining the standard, the units of analysis were classified according to the degree of endemicity. In the final stage the data according to the Adapted Life Conditions Indicator and the leprosy rate underwent a linear regression model. Results: In the period from 2009 to 2015, 173 new cases of leprosy were reported in children under 15 years of age in Manaus. The incidence coefficient in this age group oscillated, during those years, between 6.3 cases / 100 thousand inhabitants. (Very high) and 3.8 cases / 100 thousand inhabitants. (High endemic level). The population of children under 15 years of age in the municipality of Manaus is responsible for 173 notifications, out of 1,878 cases in the general population, which corresponds to 9% of new cases of leprosy recorded in the years 2009 to 2015. The thematic map made possible the spatial distribution of New cases of leprosy reported in the districts of Manaus between 2009 and 2015, highlighting areas with higher rates. We observed that the disease was classified as hyperendemic in the neighborhoods of Puraquequara, Antônio Colônia Antônio and Distrito Industrial II, Presidente Vargas, Centro, Novo Israel, Santa Etelvina and Aleixo. Regarding the living conditions, the indicators presented significant correlations with each other, according to p lesser value 0.05. The coefficient values indicate a strong (r> = 0.8) or moderate (r> = 0.5 and <= 0.8) correlation between the indicators. In the analysis of main components, we obtained the cumulative variance factor of 0.6731 of the variables analyzed in this study to construct the IACV, thus considering a single factor for its composition. The neighborhoods were classified into 4 groups, according to the quartiles of the distribution of IACV values. The linear regression analysis allowed to verify a positive and statistically significant association (p <0.05) between the leprosy incidence coefficient among children under 15 years and the IACV. Conclusion: The detailed knowledge of the municipality of Manaus, observing the relationship between the living conditions and the health-disease process of leprosy in children under 15 years, described the magnitude and distribution of this public health problem, brought reflections on the focus of research, Highlighting the living conditions and social reality of the population. Providing essential data for the planning of public health policies and social policies for the control and elimination of leprosy, as well as establishing improvements in living conditions in the municipality.
Palavras-chave: Criança - Condição Social
Hanseníase
Distribuição Espacial da População
Epidemiologia
Iniquidade Social
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: ENFERMAGEM: ENFERMAGEM PEDIÁTRICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Universidade do Estado do Pará
Sigla da instituição: UFAM - UEPA
Departamento: Faculdade de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem
Citação: FERNANDES, Marcos Vinícius Costa. Associação entre os padrões espaciais da incidência de hanseníase em menores de 15 anos e a condição de vida em Manaus, Am. 2017. 87 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6201
Data de defesa: 6-Nov-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Marcos V. C. Fernandes.pdf3,56 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons