Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6207
Tipo do documento: Dissertação
Título: Auriculoterapia para reduçao do estresse ocupacional e melhoria da qualidade de vida em enfermagem na Amazônia: ensaio clínico randomizado
Autor: Figueiredo, Silvana Nunes 
Primeiro orientador: Becker, Sandra Greice
Primeiro membro da banca: Moncáio, Ana Carolina Scarpel
Segundo membro da banca: Kurebayashi, Leonice Fumiko Sato
Resumo: Introdução: Estudos voltados à investigação da saúde do trabalhador de enfermagem vêm discutindo a sobrecarga de trabalho e as condições para o exercício do cuidado que, quando demasiadamente insalubres, levam ao adoecimento deste profissional. Para enfrentar o estresse, os profissionais da enfermagem desenvolvem estratégias de coping. Baseamo-nos na Teoria de Manejo dos Sintomas com a intervenção da auriculoterapia, um dos ramos da Medicina Tradicional Chinesa. Objetivos: Avaliar a efetividade da auriculoterapia chinesa no combate ao estresse e melhoria de qualidade de vida em profissionais de enfermagem atuantes na assistência hospitalar. Método: Ensaio Clínico Randomizado e Controlado, com 73 profissionais de enfermagem com níveis médios e altos de estresse, segundo a Lista de Sintomas de Stress (LSS), de um hospital público da cidade de Manaus (Amazonas), dos setores de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Centro Cirúrgico (CC), Central de Material e Esterilização (CME). Após desistências, obteve-se um N de 56 profissionais mulheres, que foram divididas em dois grupos: Grupo controle (G1) e Grupo de auriculoterapia (G2). Os instrumentos utilizados foram: um Questionário de dados sociodemográficos, a Lista de Sintomas de Stress de Vasconcelos (LSS), Escala de Estresse de Trabalho (EET), Inventário de Estratégias de Coping de Folkman e Lazarus e um instrumento de Qualidade de Vida (SF12v2). A coleta de dados foi realizada de julho a outubro de 2017. O G2 recebeu oito sessões de auriculoterapia com sementes de mostarda preta, duas vezes por semana e as participantes responderam aos instrumentos antes e após o tratamento. O protocolo de pontos auriculares foi: Shenmen, Rim, Fígado, Pulmão, Coração, Tronco Cerebral e ponto da Ansiedade. Foram calculados os valores de média e desvio padrão para as variáveis e realizados os testes de estatística descritiva (Qui Quadrado de Pearson, Análise de Variância) e análise inferencial intergrupos (teste t para grupos independentes). A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Resultados: os níveis de estresse foram considerados altos segundo, a LSS, para a amostra inicial de profissionais. O G2 obteve 38% de redução nos níveis de stress (LSS) com índice d de Cohen de 1,65 (p=0,000), segundo teste t. E o G1 não obteve diferença estatisticamente significativa para os níveis de estresse. Quanto à EET, o G2 obteve 31% de redução, com índice d de Cohen de 1,64 (p=0,007). Quanto ao Inventario de Coping, após o tratamento com auriculoterapia, as estratégias de Confronto e Afastamento sofreram grande redução, de 36%, na frequência de utilização (p=<0,05). Não houve diferença estatisticamente significativa entre o antes e o depois nos domínios físico e mental do SF12v2. Para os testes de correlação de Spearman entre os instrumentos, observou-se uma correlação positiva entre os níveis de estresse avaliados na LSS e EET, após o tratamento (r=0,617 / p=0,000). E uma correlação negativa entre a LSS e o domínio mental da SF12v2 (r=0,489 / p=0,000). Conclusão: A auriculoterapia chinesa, com o protocolo de pontos propostos, conseguiu reduzir os níveis de estresse de profissionais enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem da UTI, CC e CME, observados pelos instrumentos LSS e EET. Obteve também a diminuição de frequência de utilização dos domínios Confronto e Afastamento, segundo o inventário de Coping. Não obteve diferença estatisticamente significativa para a qualidade de vida (SF12v2). No teste de correlação, concluiu-se que os instrumentos LSS e EET conseguem obter resultados similares de níveis de estresse e quando há redução de estresse (LSS), há uma melhoria no domínio mental de Qualidade de Vida (SF12v2). Mais estudos se fazem necessários, com uma amostra mais significativa, para se possam confirmar os achados.
Abstract: Introduction: Studies focused on the health research of the nursing worker have been discussing the workload and conditions for the exercise of care that, when too unhealthy, lead to the illness of this professional. To cope with stress, nursing professionals develop coping strategies. We are based on the theory of management of the symptoms with the intervention of Auriculotherapy, one of the branches of traditional Chinese medicine. Objectives: To evaluate the effectiveness of Chinese auriculotherapy in combating stress and improving quality of life in nursing professionals active in hospital assistance. Method: Randomized and controlled clinical trial, with 73 nursing professionals with medium and high levels of stress, according to the list of symptoms of stress (LSS), of a public hospital in the city of Manaus (Amazonas), of the sectors of intensive care unit (ICU), Surgical Center (SC), Material and Sterilization Center (MSC). After withdrawals, an N of 56 professional women was obtained, which were divided into two groups: control group (G1) and Auriculotherapy Group (G2). The instruments used were: a questionnaire of sociodemographic data, the list of symptoms of stress of Vasconcelos (LSS), Work stress Scale (TSEs), Inventory of coping strategies of Folkman and Lazarus and an instrument of quality of life (SF12v2). The data collection was held from July to October 2017. The G2 received eight sessions of auriculotherapy with black mustard seeds twice a week and the participants responded to the instruments before and after the treatment. The ear-Point Protocol was: Shenmen, kidney, liver, lung, heart, brain stem and anxiety point. The average and standard deviation values were calculated for the variables and performed the descriptive statistical tests (Pearson square chi, variance analysis) and Intergroup analysis Inferential (T-test for independent groups). The research was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Amazonas (UFAM). Results: Stress levels were considered high according to LSS for the initial sample of professionals. The G2 obtained 38% reduction in stress levels (LSS) with Cohen D index of 1.65 (P = 0,000), second Test T. and G1 did not have statistically significant difference to stress levels. As for TSEs, the G2 obtained 31% reduction, with Cohen index D of 1.64 (P = 0,007). The G1 did not get statistically significant difference. As for the coping inventory, after the treatment with auriculotherapy, the removal confrontation strategies suffered a large reduction of 36% in the frequency of use (P = < 0.05). There was no statistically significant difference between before and after in the physical and mental domains of the SF12v2. For Spearman's correlation tests between the instruments, a positive correlation was observed between the stress levels evaluated in LSS and TSEs, after treatment (r = 0,617/p = 0,000). and a negative correlation between LSS and the mental domain of SF12v2 (r = 0,489/p = 0,000). Conclusion: The Chinese auriculotherapy, with the proposed points protocol, managed to reduce the stress levels of nurses, technicians and nursing assistants of the ICU, SC and MSC, observed by the LSS and TSE instruments. It also obtained the reduction of frequency of use of the areas confrontation and removal, according to the inventory of coping. It did not have a statistically significant difference to the quality of life (SF12v2). In the correlation test, it was concluded that LSS and TSE instruments achieve similar results of stress levels and when there is stress reduction (LSS), there is an improvement in the mental domain of quality of life (SF12v2). More studies are needed, with a more significant sample, so that they can confirm the findings.
Palavras-chave: Estresse fisiológico
Estresse psicológico
Medicina tradicional chinesa
Auriculoterapia
Physiological stress
Psychological stress
Chinese Traditional medicine
Auriculotherapy
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Universidade do Estado do Pará
Sigla da instituição: UFAM - UEPA
Departamento: Faculdade de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-graduação em Enfermagem
Citação: FIGUEIREDO, Silvana Nunes. Auriculoterapia para redução do estresse ocupacional e melhoria da qualidade de vida em enfermagem na Amazônia: ensaio clínico randomizado. 2017. 94 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6207
Data de defesa: 8-Dez-2017
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Silvana N. Figueiredo.pdf2,35 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons