???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6220
Tipo do documento: Dissertação
Título: Vínculo com a natureza em pais-mães e suas implicações no comportamento parental
Autor: Zacarias, Elisa Ferrari Justulin 
Primeiro orientador: Higuchi, Maria Inês Gasparetto
Primeiro membro da banca: Azevedo, Genoveva Chagas de
Segundo membro da banca: Calegare, Marcelo G. Aguilar
Terceiro membro da banca: Simão, Maria Olívia de A. Ribeiro
Resumo: O presente estudo teve como questão norteadora compreender o comportamento de Conexão com a Natureza em pais/mães residentes em Manaus-AM e suas implicações nas experiências proporcionadas aos seus filhos(as). O construto conexão com a natureza pode ser definido como a ligação emocional das pessoas com a natureza, o que se manifesta na adoção de atitudes que revelam o cuidado e a preocupação ambiental. Assim, nessa pesquisa, foi imprescindível apreender o significado de natureza, pois essa é resultado de uma construção histórica. Além disso, foi caracterizado as experiências vivenciadas entre pais e filhos(as) no ambiente natural e identificado os comportamentos que marcam a relação com a natureza. Trata-se de uma pesquisa descrita-exploratória com abordagem multimétodos. Os instrumentos empregados foram entrevista semiestruturada, associação livre de palavras e escala social. Participaram deste estudo 58 pessoas (33 pais e 25 mães), moradores de Manaus e com filhos até 11 anos de idade. Os dados gerados pela entrevista foram submetidos a Análise de Conteúdo, após categorização foi feita a Análise Descritiva; a técnica da associação livre de palavras foi submetida a Análise de Estrutura de Similaridade (SSA- Similarity Structure Analysis) finalmente, as escalas sociais foram trabalhadas a partir da Análise Fatorial Exploratória e Análise Descritiva Simples. Todas as análises quantitativas foram trabalhadas usando o programa SPSS (Social Package for Social Sciences). Os resultados revelaram que os participantes ao se referirem à natureza o fazem tanto sob a dimensão objetiva (aspectos geofísicos e elementos presentes nela) quanto subjetiva (aspectos sociais, simbólicos e afetivos). A natureza como espaço de possibilidade de lazer aos filhos ainda é, para a maioria dos pais, um lugar de baixa preferência para levar seus filhos. Há uma leve expectativa de, no futuro, poder fazer uso desse espaço, mas esse desejo é compartilhado por poucos pais. O lazer que predomina nessas famílias urbanas é o uso de espaços fechados seja público ou doméstico, tanto atual quanto desejado numa condição ideal. Esses resultados indicam esse afastamento atual e sinaliza que pouco investimento esses pais parecem querer fazer para suprir esse déficit. Constatou-se, no entanto, que a maioria dos pais possui um elevado índice de Conexão com a Natureza, porém isso não se manifesta em mais tempo em contato com a natureza ou em ações de cuidado ambiental. Observa-se uma incongruência entre o sentir-se conectado a natureza e estar nela efetivamente inserido. Alguns fatores que contribuem para essa lacuna foram elencados pelos participantes – como a insegurança e a disponibilidade de tempo. Os dados evidenciam que há um longo caminho a ser percorrido, para que a conexão com a natureza, de fato, se materialize em ações que expressem o cuidado com o ambiente natural e em experiências na natureza. Nesse percurso, família e poder público devem estar presentes.
Abstract: The present study aimed to understand the behavior that establishes Connectedness to Nature among fathers and mothers residing in Manaus-AM, and the implications for the experiences that they provided for their children. The construct Connectedness to Nature (CN) can be defined as the emotional attachment of people to nature, which is manifested in the adoption of attitudes that reveal environmental care and concern. Thus, in this research, it was imperative to apprehend the meaning of nature, since it is the result of a historical construction. Additionally, the research tries to understand what characterizes the lived experiences in nature of the parents and children, and identify the behaviors that define their relationship with nature. This is a descriptive exploratory study with a multi-method approach. The instruments used were semi-structured interview, free word association and social scale. Fifty-eight people (33 fathers and 25 mothers), residents of Manaus and with children up to 11 years of age, participated in this study. The data generated by the interviews was submitted to Content Analysis, after categorization was made using Descriptive Analysis; the free word association technique was subjected to Similarity Structure Analysis (SSA). Finally, the social scales were worked out from the Exploratory Factor Analysis (EFA) and Simple Descriptive Analysis (SDA). All quantitative analysis was performed using the SPSS (Social Package for Social Sciences) program. The results revealed that when referring to nature the participants do so in both an objective (geophysical aspects and elements present in it) and subjective (social, symbolic and affective aspects) way. For most parents accessing nature as a space for their children’s leisure is not their preferred choice. There is a slight expectation that, in the future, it will be possible to make use of this space, but this desire is shared by only a few parents. For these urban famillies leisure activities are primarily carried out in enclosed, public or domestic, spaces. This is the both the current situation, and the desired ideal situation. The results highlight this disparity and suggest that parents are not trying to overcome it. It was found that the majority of parents have a high level of CN (or Connectedness to Nature). However, this is not manifested as more time spent in contact with nature or in actions of environmental care. There is an incongruity between feeling connected to nature and being actually present in it. Some factors that contribute to this gap were listed by the participants - such as such as safety and security issues and the lack of leisure time. The data shows that there is a long way to go, before the connection with nature, in fact, results in actions that express care for the natural environment and in experiences in nature. To achieve this, family and social support must be more effective.
Palavras-chave: Conexão com a natureza
Natureza - ambiente natural
Natureza - Ligação emocional
Relação pessoa-natureza
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: ZACARIAS, Elisa Ferrari Justulin. Vínculo com a natureza em pais-mães e suas implicações no comportamento parental. 2018. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6220
Data de defesa: 26-Jan-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Elisa F. J. Zacarias.pdf3,2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons