???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6815
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorLacerda Junior, José Cavalcante-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/4731128445071858por
dc.contributor.advisor1Higuchi, Maria Inês Gasparetto-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8607852207828061por
dc.contributor.referee1Nogueira, Amélia Regina Batista-
dc.contributor.referee2Costa, Cláudia R. B. Sampaio Fernandes-
dc.contributor.referee3Noronha, Evelyn Lauria-
dc.contributor.referee4Simão, Maria Olívia de Albuquerque Ribeiro-
dc.contributor.referee5Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto-
dc.date.issued2018-11-30-
dc.identifier.citationHIGUCHI, Maria Inês Gasparetto. A Cidade percebida pelas crianças a partir de vivências artísticas. 2018. 182 f. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.por
dc.identifier.urihttps://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6815-
dc.description.resumoO crescente processo de urbanização coloca as cidades no centro dos desafios do Século XXI uma vez que elas interferem no ordenamento espaço-demográfico, perpassam as dinâmicas socioambientais e influenciam nas referências identitárias psicossociais. As cidades estão nos centros das discussões contemporâneas. Essa conjuntura possui um impacto direto na maneira de como a população convive com a cidade. Por sua vez, o olhar sobre a cidade incide a uma atenção às pessoas que compõem as mesmas, entre as quais encontram-se as crianças. Hoje, as crianças não somente estão nas cidades como fazem parte integral das mesmas vivenciando suas inúmeras configurações, como a arte. É possível, assim, ancorar a relação das crianças com a cidade de Manaus mediante as vivências das crianças em uma escola de artes: o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro. O presente estudo teve como objetivo compreender o processo de percepção do ambiente da cidade entre as crianças a partir de suas vivências artísticas realizadas em uma escola de artes. Esse processo investigativo construiu um percurso metodológico, onde sua natureza revelou-se qualitativa e sua materialização se deu por intermédio de uma pesquisa de campo com a abordagem multimétodos. Participaram, no total, 77 crianças em técnicas distintas, como mapa mental, entrevistas semiestruturada, observação participante e ateliê artístico. O estudo demonstrou que as percepções das crianças em relação a cidade indicam uma relação não estática, mas sempre aberta a variáveis que podem advir de um contexto “mergulhado” nas subjetividades infantis. Como resultado, pode-se indicar que a sociabilização das crianças com a cidade é um processo dialético, isto é, há uma confluência de interações que se formam mediante as interposições do adulto, no que diz respeito ao uso dos espaços citadinos, e às maneiras como as crianças reelaboram seu “estar” em cada espaço a partir de suas vivências. Tais reelaborações ocorrem por intermédio de contínuos aspectos que tanto agregam ou acrescentam uma percepção quanto percepções que desagregam ou retiram elementos que outrora estavam presentes. Daí entender que a vivência da arte é um importante instrumento para expressão da relação das crianças com a cidade. As crianças ao vivenciarem a arte através do contato contínuo com as dinâmicas socioambientais da cidade reverberam uma linguagem de compreensão do mundo, sinalizando pelas suas vivências seu estar no mundo. Enfim, o estudo sinaliza o reconhecimento das crianças na cidade. Elas circulam, visitam, percebem e constroem a cidade à medida que a vivenciam.por
dc.description.abstractThe growing urbanization process places cities at the center of the challenges of the 21st century, since they interfere in spatial-demographic ordering, permeate socio-environmental dynamics and influence psychosocial identity references. Cities are at the center of contemporary discussions. This situation has a direct impact on the way population lives with the city. In turn, the look on the city focuses attention on the people who make up the same, among which are the children. Today, children are not only in the cities as they are an integral part of them, experiencing their innumerable configurations, such as art. It is possible, therefore, to anchor the relation of the children with the city of Manaus through the experiences of the children in an art school: Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro. The present study aimed to understand the process of perception of the city environment among children from their artistic experiences in an arts school. This investigative process built a methodological course, where its nature proved to be qualitative and its materialization was through a field research with the multi-methods approach. A total of 77 children participated in different techniques, such as mental map, semi-structured interviews, participant observation and artistic atelier. The study showed that the children's perceptions of the city indicate a non-static relation, but always open the variables that can come from a "layered" context in the children's subjectivities. As a result, it can be pointed out that the socialization of children with the city is a dialectical process, that is, there is a confluence of interactions that are formed through the interpositions of the adult, with respect to the use of city spaces, and the ways as children reelaborate their "being" in each space from their experiences. Such re-elaborations occur through the intermediary of continual aspects that either add a perception or through perceptions that disaggregate or remove elements that were once present. Hence, the experience of art is an important instrument for expressing the relation of children to the city. Children experiencing art through continuous contact with the socio-environmental dynamics of the city reverberate a language of understanding of the world, signaling through their experiences their being in the world. Finally, the study signals the recognition of children in the city. They circulate, visit, perceive, and build the city as they experience it.eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.thumbnail.urlhttps://tede.ufam.edu.br//retrieve/26328/Tese_Jos%c3%a9%20Cavalcante%20Lacerda_PPGCASA.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspor
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciências Agráriaspor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFAMpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazôniapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/-
dc.subjectPercepção Ambientalpor
dc.subjectVivências Artísticaspor
dc.subject.cnpqCIÊNCIAS AGRÁRIASpor
dc.titleA Cidade percebida pelas crianças a partir de vivências artísticaspor
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_José Cavalcante Lacerda_PPGCASA1,92 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons