Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2700
Tipo do documento: Dissertação
Título: Características morfológicas e a emergência de sementes de duas etnovariedades de cará (Dioscorea trifida L.F)
Autor: Andrade, Edfran Nascimento 
Primeiro orientador: Pereira, Henrique dos Santos
Resumo: Dioscorea trifida, mais conhecida como cará, é a principal espécie do gênero Dioscorea cultivada no município de Caapiranga. A propagação da espécie é realizada por segmentos do tubérculo. Apesar de D. trifida possuir todos os órgãos reprodutivos, os agricultores não utilizam sementes botânicas no sistema de plantio. Dessa forma, pretende-se verifica os aspectos morfológicos e investigar a propagação sexuada de duas etnovariedades de D. trifida. Foram determinados comprimento, largura, espessura, diâmetro e peso do fruto e sementes das etnovariedades. As características morfológicas externas dos frutos e sementes foram: consistência, cor e superfície da testa; forma, posição rafe. Para as características morfológicas internas foram verificados: presença ou ausência, consistência, espessura e localização do endosperma, embrião, tipo, forma e cor. Para determinar o tipo de reserva utilizaram-se reagentes como: Lugol, Sudam III e Xylidine ponceau. Para os testes de emergência foram utilizados três substratos (areia fina + serragem curtida, serragem curtida e terriço de mata peneirado). As características avaliadas foram: porcentagem de emergência, tempo médio e velocidade de emergência. Os frutos das duas etnovariedades são do tipo cápsulas com três lóbulos achatados. Cada lóbulo apresenta uma única semente. O exocarpo é piloso, com tricomas curtos e hialinos; verde amarelado antes da deiscência, mudando a coloração para marrom no início da deiscência. O endocarpo é papiráceo, liso e brilhante. As sementes são aladas, com asa periférica; núcleo seminífero central, elípticas e marrom acastanhado. O tegumento é cartáceo, marrom mais escuro que a asa. O endosperma é contínuo, espesso, tenro e de coloração branca. O embrião é periférico, ovoide e de coloração branca. As reservas das sementes de D. trifida são formadas por lipídeos. A emergência foi baixa e demorada para as duas etnovariedades, sendo a melhor germinação para etnovariedade cará branco com o substrato areia fina + serragem curtida (33,6%). O melhor resultado para o índice de velocidade de emergência (IVE) foi observado para a etnovariedade cará branco no substrato composto por serragem curtida. O tempo médio de emergência variou entre 43 a 50 dias, sendo o melhor desempenho registrado para a etnovariedade cará branco no substrato composto por areia fina + serragem curtida.
Abstract: Dioscorea trifida, better known as yam, is the main species in the genus Dioscorea grown in the municipality of Caapiranga. The propagation of the species is held by segments of the tuber. Although Dioscorea trifida have all the reproductive organs, farmers do not use botanical seed in the planting system. Thus, we intend to verify the morphology and investigate sexual propagation in two landraces of Dioscorea trifida. Length, width, thickness, diameter and weight of the fruit and seeds of two landraces were determined. Consistency, color and surface of the forehead; manner, raphe position were the external morphological characteristics determined for fruits and seeds. Presence or absence, consistency, thickness and location of the endosperm, embryo, type, shape and color were the characteristics determined for internal morphological characteristics. To determine the type of reservation were used as reagents: Lugol, Sudam III and Xylidine ponceau. For testing emergency three substrates: fine sand + sawdust weathered, weathered sawdust and sieved forest humus were used. The characteristics evaluated were: germination percentage, average time and speed of emergence. The fruits of the two landraces are capsular type with three flat lobes. Each lobe contains a single seed. The exocarp is pilose, with short, hyaline trichomes; yellowish white before dehiscence, changing color to brown in the beginning of dehiscence. The endocarp is papyraceus, smooth and shiny. The seeds are alates, with peripheral asa; seminiferous central core, elliptical and tan brown. The integument is cartaceo, darker brown than the wing. The endosperm is solid, thick, tender and white coloring. The embryo is peripheral, ovoid and white colored. Reservations Dioscorea trifida seeds are formed by lipids. The emergence was low and time consuming for both landraces, being the best germination for landrace white yam with thin sand + weathered sawdust substrate (33.6%). The best result for the speed of emergence index (EVI) was observed for the white landrace in substrate composed of weathered sawdust. The mean emergence time varied between 43 to 50 days, with best performance recorded for the white yam in substrate composed of fine sand + sawdust tanned.
Palavras-chave: Dioscorea trifida
Sementes
Morfologia
Emergência
Dioscorea trifida
Seeds
Morphology
Emergency
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia Tropical
Citação: ANDRADE, Edfran Nascimento. Características morfológicas e a emergência de sementes de duas etnovariedades de cará (Dioscorea trifida L.F). 2014. 50 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2700
Data de defesa: 26-Jun-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Agronomia Tropical

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Edfran N Andrade.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.