???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2722
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Extrativismo da castanha-do-brasil (bertholletia excelsa hubl.) na reserva de desenvolvimento sustentável piagaçu-purus.
???metadata.dc.creator???: Bentes, Evely Sevalho 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto
???metadata.dc.description.resumo???: As Unidades de Conservação de uso sustentável têm como objetivo básico promover a conservação da biodiversidade, assegurando as condições e os meios necessários para a reprodução social e melhoria da qualidade de vida das populações tradicionais. O uso dos recursos naturais por essas populações está frequentemente associado a conhecimentos e técnicas de manejo adotadas em sua exploração. No entanto, para que o manejo seja realizado de forma efetiva, é necessário que se realize de estudos específicos sobre as técnicas empregadas a fim de identificar a existência de lacunas, evitando o comprometimento da sustentabilidade do uso desses recursos. Muitos produtos extrativistas são, não apenas recursos para suprir necessidades de subsistência, como também fazem parte da vida política, institucional e cultural das famílias envolvidas na sua coleta e consumo. Entre os produtos florestais não-madeireiros manejados por populações amazônicas, destaca-se a castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa), considerada importante recurso e apresentando alto potencial para uso sustentável. A pesquisa foi realizada nas comunidades Divino Espírito Santo, Nossa Senhora de Nazaré e São João do Uauaçu, localizadas na Área Focal da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus (RDS Piagaçu-Purus). O procedimento metodológico utilizado combinou aspectos qualitativos e quantitativos na execução das seguintes etapas: descrição sócio-econômica das famílias, levantamento de práticas de manejo adotadas no extrativismo da castanha, descrição dos processos produtivos, e caracterização dos castanhais explorados (condomínios e estradas) pelas comunidades em áreas de floresta primária e secundária. Foram entrevistadas 30% das famílias em cada uma das comunidades pesquisadas. Observou-se que os setores de saúde, educação e infra-estrutura recebem pouca ou nenhuma assistência. O extrativismo da castanha passa por três fases principais: coleta, armazenamento e comercialização. O extrativismo da castanha-do-brasil é identificado como importante fonte de renda nas comunidades da reserva, tendo obtido produção média de 1,8 toneladas de castanha com casca por comunidade, em três anos de produção. A atividade é exercida utilizando mão-de-obra familiar e está associada a outras atividades produtivas, como agricultura e criação de pequenos animais. As técnicas adotadas pelos moradores no extrativismo da castanha permanecem as mesmas desde o início de sua exploração, onde nenhuma estratégia tecnológica foi adaptada quanto a colheita e armazenamento para melhoria da qualidade dos frutos. Os principais usos identificados nas comunidades pesquisadas são: alimentício, medicinal, energético e artesanato. No manejo dos castanhais, os extrativistas realizam eliminação de cipós, cupins e outras espécies indesejáveis, e enriquecem áreas de floresta secundária com castanheiras.
Abstract: The basic objectives of sustainable use Conservation Units is to promote biodiversity conservation, assuring the conditions and the means necessary for the social reproduction and the enhancement of the life quality of traditional populations. Natural resource use by these populations is often associated with the knowledge and management techniques adopted in their exploitation. However, in order that management be done effectively, specific research on the techniques is necessary to identify gaps, avoiding that the sustainability of the use of those resources be compromised. Many extractive products are not only resources that supply subsistence needs, they are also part of the political, institutional, and cultural life of the families who are involved in their harvest and consumption. Among the nontimber forest products that are managed by Amazonian populations, the Brazil nut (Bertholletia excelsa) is considered an important resource, with high potential for sustainable use. The study was conducted in the communities Divino Espírito Santo, Nossa Senhora de Nazaré and São João do Uauaçu, located in the Piagaçu-Purus Sustainable Development Reserve (RDS-Piagaçu-Purus). The methodological procedure used combined qualitative and quantitative aspects in the execution of the following phases: socioeconomic description of the families, survey of the management practices adopted in Brazil nut extractivism, description of the productive processes, and characterization of the exploited Brazil nut tree groves (condominiums and roads) by the communities in primary and secondary forest areas. 30% of the families in each studied commuty were interviewed. The health, education, and infrastructure sectors were observed to receive little or no assistance. Brazil nut extractivism encompasses three main steps: nut harvest, storage, and commercialization. Brazil nut extractivism is identified as an important source of income in the Reserve communities, having obtained a mean production of 1,8 tons of coated nut per community in three years of production. The activity is performed using family manpower, and is associated with other production activities, like agriculture and small livestock raising. The techniques adopted by the people in Brazil nut extractivism remain the same as in the beginning of its exploitation, when no technological strategies were adapted for the gathering and storage towards the achievement of better fruit quality. The main uses identified in the studied communities are: food, medicine, energy production, and handicraft. In Brazil nut tree groves, extractivists eliminate lianas, termites, and other undesired species, and enrich secondary forest areas with Brazil nut trees.
Keywords: Castanha-do-brasil
Extrativismo
Produtos não-madeireiros.
Brazil nuts
Extractivism
Non-timber forest products.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Agronomia Tropical
Citation: BENTES, Evely Sevalho. Extrativismo da castanha-do-brasil (bertholletia excelsa hubl.) na reserva de desenvolvimento sustentável piagaçu-purus.. 2007. 226 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2722
Issue Date: 13-Sep-2007
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_Evely.pdf11.96 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.