???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4322
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: As camaroeiras, as pescadeiras e o arreio: pesca artesanal do camarão e conservação ambiental em comunidades de várzea no município de Parintins - AM
???metadata.dc.creator???: Diógenes, Antônia Mara Raposo 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Scherer, Elenise Faria
???metadata.dc.contributor.referee1???: Pereira, Henrique dos Santos
???metadata.dc.contributor.referee2???: Alencar, Edna Ferreira
???metadata.dc.description.resumo???: A pesca artesanal do camarão (Macrobrachium amazonicum) praticada nas comunidades de São Sebastião da Brasília e Santo Antônio do Catispera localizadas no município de ParintinsAm no Baixo Amazonas é realizada por maioria de mulheres. Essa pesca representa uma das principais fontes de renda para a família dessas pescadoras. Embora as práticas econômicas dessas famílias sejam pluriativas como em outras comunidades rurais da Amazônia, a pesca do camarão se sobrepõe as demais atividades produtivas por ser a de maior rendimento econômico. Essa pesca é realizada com muita intensidade no período de junho a outubro visando principalmente à comercialização. A ausência de proteção para o ambiente e o recurso natural pesqueiro, decorrente da inexistência de um efetivo acordo de pesca, de um período de defeso para o camarão, da criação de bubalinos em área aberta e da omissão do poder público vem causando uma degradação ambiental que poderá levar esta atividade produtiva a uma situação de risco de extinção na área gerando impactos econômicos e sociais. A diminuição do tamanho dos crustáceos e do seu quantitativo nos lagos pesqueiros são dois fatores percebidos pelas pescadoras, que já se apresentam como resultantes do impacto causado pela pesca intensiva e criação de búfalos em área aberta respectivamente. Na década de 1960, com o esgotamento do “ciclo” da juta em Parintins, as alternativas econômicas se deslocaram para a pesca o que influenciou diretamente a mudança na lógica produtiva da pesca do camarão, que começou sendo realizada para consumo próprio, passou a ser quase que exclusivamente para a venda. O dinheiro decorrente dessa pesca é gasto na manutenção e melhoria da casa, compra de utensílios domésticos, vestuário para a família, apetrechos de pesca e de uma parte é feita uma poupança. As pescadoras realizam todo o trabalho no processo de pesca do camarão, mas a maioria não possui o RGP nem tem acesso ao PSDPA, portanto, vivem a margem dos seus direitos. Neste sentido, esta dissertação objetiva descrever o modo de vida e o processo de trabalho na pesca do camarão realizado pelas mulheres residentes nas comunidades de Brasília e Catispera no município de Parintins-AM, enfatizando nesse processo as estratégias de conservação dos recursos pesqueiros e a existência de políticas públicas para o setor que contribuam para melhorias das condições de vida das famílias pesqueiras. A metodologia utilizada foi à abordagem qualitativa. Realizamos o estudo bibliográfico, fomos ao lócus vivendi coletar os dados para análise por meio do uso da observação direta, entrevista semiestruturada, reuniões em grupo, registro fotográfico e mapa mental. O embasamento teórico fundamenta-se em Fraxe (2011), Heller (2008), Lima (2001), Noda (2007), Furtado (2002), Pereira (2007), Scherer (2004) entre outros autores. Os sujeitos da pesquisa foram às pescadoras de camarão de Brasília e Catispera. A análise dos dados se deu a partir do diálogo estabelecido entre os estudos bibliográficos realizados e os dados coletados. O estudo aponta para a urgência da proteção socioambiental como meio para sustentabilidade dessa atividade produtiva pesqueira.
Abstract: Artisanal fishing for shrimp (Macrobrachium amazonicum) practiced in the communities of San Sebastian of Brasilia and Santo Antonio do Catispera located in Parintins-Am municipality in the Lower Amazon is performed by most women. This fishing is a major source of income for the family of these fishers. Although economic practices of these families are pluriactive as in other rural communities in the Amazon, fishing for shrimp overlaps the other productive activities to be the highest income. This fishing is done with great intensity in the period from June to October aiming the marketing. The lack of protection for the environment and the natural resource fishing, due to the lack of effective fisheries agreement, of a closed season for shrimp, the creation of buffaloes in open area and the government's failure has caused environmental degradation that could lead this productive activity to an extinction risk in the area generating economic and social impacts. The decrease in the size of crustaceans and its quantitative in fishing lakes are two factors perceived by fishers, which is already present as a result of the impact of overfishing and the buffalo in open area respectively. In the 1960s, with the exhaustion of the "cycle" of jute in Parintins, economic alternatives have moved for fishing which directly influenced the change in the productive logic of shrimp, which began being held for its own account, has become almost exclusively for sale. The money resulting from this fishing is spent in maintaining and improving the house, buying household items, clothing for the family, fishing tackle and a piece savings is made. The fishers do all their work in the shrimp fishery process, but most do not have the RGP or have access to the PSDPA therefore live outside of their rights. Therefore, this dissertation aims to describe the way of life and the work process in the shrimp fishery carried out by women living in communities of Brasilia and Catispera in Parintins-AM municipality, emphasizing that the process of fishery resources conservation strategies and the existence public policy for the sector to contribute to improvement of living conditions of fishing families. The methodology was qualitative approach. We carried out the literature research, we went to the locus vivendi collect data for analysis through the use of direct observation, semi-structured interviews, group meetings, photographic record and mental map. The theoretical framework is based on Fraxe (2011), Heller (2008), Lima (2001), Noda (2007), Furtado (2002), Pereira (2007), Scherer (2004) among other authors. The research subjects were the shrimp fishers of Brasilia and Catispera. Analysis of the data was from the dialogue established between the bibliographic studies and the data collected. The study points to the urgency of environmental protection as a means of sustainability of fishing productive activity.
Keywords: Pesca artesanal do camarão
Conflitos socioambientais
PSDPA
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Faculdade de Ciências Agrárias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citation: DIÓGENES, Antônia Mara Raposo. As camaroeiras, as pescadeiras e o arreio: pesca artesanal do camarão e conservação ambiental em comunidades de várzea no município de Parintins - AM. 2014. 137 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4322
Issue Date: 16-Oct-2014
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Antônia Mara Raposo Diógenes.pdfDissertação - Antônia Mara Raposo Diógenes6.8 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.