Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5789
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação Ambiental na Política de Assistência Social: a prática das ONGs no âmbito da proteção social básica em Manaus
Autor: Ferreira, Ana Rafaela Gonçalves 
Primeiro orientador: Nogueira, Marinez Gil
Resumo: A crise ambiental evidencia várias consequências sociais e ambientais que se configuram como demandas da questão socioambiental, as quais são vistas como expressões da questão social, já que resultam das contradições do sistema capitalista e seu modo de produção e reprodução. A Educação Ambiental é considerada um importante instrumento no enfrentamento das questões socioambientais e para o alcance da sustentabilidade. O objeto desta pesquisa está inserido na discussão sobre a Gestão Social em rede de políticas sociais na atualidade, qual traz à tona um novo formato de relação entre Estado e sociedade civil na gestão das políticas sociais. A política foco do estudo é a Política de Assistência Social (PNAS), em que se verifica que as ONGs (enquanto parte da sociedade civil) vêm tendo acesso ao fundo público para operacionalizar ações, serviços e/ou projetos no âmbito da proteção básica e especial. Nesse sentido, a pesquisa teve como foco as ações das Organizações Não Governamentais - ONGs na proteção básica voltadas para a prática da Educação Ambiental, tendo como objetivo analisar a prática da Educação Ambiental que vem sendo desenvolvida por ONGs na proteção básica da Assistência Social em Manaus. Em relação aos procedimentos metodológicos, no primeiro momento, foi realizado um levantamento documental a partir do banco de dados da Secretaria de Estado da Assistência Social (SEAS), os quais evidenciaram que em 2014, um total de 26 ONGs acessaram o fundo público para desenvolver ações em Manaus, e por meio dessas informações foi possível identificar dezoito ONGs que prestavam serviços socioassistenciais no âmbito da proteção básica e, dentre estas, três desenvolviam a prática da Educação Ambiental. No segundo momento, foi realizada a pesquisa de campo nas três ONGs, em que foram feitas entrevistas semiestruturadas com os sujeitos da pesquisa nas ONGS, que foram os agentes de gestão (coordenadores), agentes técnicos (monitores) e usuários. No que diz respeito aos resultados da pesquisa, foi evidenciado que no âmbito da proteção social básica, as ONGs pesquisadas desenvolvem a prática da Educação Ambiental de forma transversal. Nessas circunstancias, a inserção da Educação Ambiental nos serviços socioassistenciais acontece, principalmente, mediante a abordagem de temas transversais e estão relacionados diretamente com as atividades socioeducativas. Os aspectos teórico/práticos que permeiam a prática da Educação Ambiental se baseavam na perspectiva conservadora. Contudo, neste estudo se entende que a prática da Educação Ambiental deve ser inserida em todas as atividades desenvolvidas pelas ONGs. Destaca-se que foi verificado que o contexto da proteção social básica se constitui como um espaço propício para a prática da Educação Ambiental, a qual deve ser desenvolvida na perspectiva crítica, emancipatória e transformadora.
Abstract: The environmental crisis shows several social and environmental consequences that are seen as demands of the socio-environmental issue, which are seen as expressions of the social question, since they result from the contradictions of the capitalist system and its mode of production and reproduction. Environmental Education is considered an important instrument in addressing socio-environmental issues and achieving sustainability. The object of this research is inserted in the discussion on Social Management in social network of the present time, which brings up a new format of relationship between State and civil society in the management of social policies. The policy focus of the study is the Social Assistance Policy (PNAS), in which it is verified that NGOs (as part of civil society) have access to the public fund to operationalize actions, services and / or projects in the scope of basic protection and special. In this sense, the research focused on the actions of Non-Governmental Organizations - NGOs of basic protection and practice of Environmental Education, aiming to analyze the practice of Environmental Education that is being developed by NGOs in the basic protection of Social Assistance in Manaus. Regarding methodological procedures, a documentary survey was carried out from the State Department of Social Assistance (SEAS) database, which showed that in 2014, a total of 26 NGOs accessed the public fund to develop Actions in Manaus, and through this information it was possible to identify eighteen NGOs that provided social assistance services in the scope of basic protection, and among these, three developed the practice of Environmental Education. In the second moment, field research was carried out in the three NGOs, where semi-structured interviews were conducted with the research subjects in the NGOs, which were the management agents (coordinators), technical agents (monitors) and users. Regarding the results of the research, it was evidenced that in the scope of basic social protection, the NGOs surveyed develop the practice of Environmental Education in a transversal way. In these circumstances, the insertion of Environmental Education in social-welfare services happens mainly through the approach of cross-cutting themes and is directly related to socio-educational activities. The theoretical / practical aspects that permeate the practice of Environmental Education were based on the conservative perspective. However, in this study it is understood that the practice of Environmental Education should be inserted in all activities developed by NGOs. It should be noted that the context of basic social protection constitutes a space conducive to the practice of Environmental Education, the Which must be developed in a critical, emancipatory and transformative perspective.
Palavras-chave: Gestão Social
Assistência Social
Educação Ambiental
Crise Ambiental
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: SERVIÇO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em Serviço Social
Citação: FERREIRA, Ana Rafaela Gonçalves. Educação Ambiental na Política de Assistência Social: a prática das ONGs no âmbito da proteção social básica em Manaus. 2016. 182 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5789
Data de defesa: 26-Set-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Ana Rafaela G. Ferreira.pdf3,55 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons