???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2841
Tipo do documento: Dissertação
Título: Do ser-menina ao ser-mulher: experiências e sentidos do adolescer em contexto de acolhimento institucional feminino
Autor: Oliveira, Joanne Paola Menezes de 
Primeiro orientador: Vieira Filho, Nilson Gomes
Resumo: Através da conexão entre os objetos deste estudo, a saber, adolescência e acolhimento institucional, a proposta desta pesquisa visou compreender o sentido singular que adolescentes do sexo feminino atribuem à experiência de residência em um abrigo da cidade de Manaus, focalizando a análise de seu cotidiano, questões específicas produzidas no contexto onde se encontram, bem como seus entendimentos sobre o processo de adolescer em ambiente institucional. Com base no referencial teórico da psicologia sócio-histórica, sugere-se que a adolescência, assim como também os processos de institucionalização, são fenômenos circunscritos sócio-historicamente, afastando a perspectiva universal de desenvolvimento humano e endossando a importância de mecanismos institucionais que atravessam a constituição da subjetividade. A pesquisa se configurou a partir de pressupostos pautados pelo diálogo entre o enfoque sócio-histórico na experiência vivenciada e o delineamento da metodologia qualitativa proposta pela observação participante, intermediada pela pesquisa-intervenção, cuja principal característica incide no intento de proporcionar aos sujeitos um espaço de fala e negociação de sentidos. Para tanto, além da análise documental e da construção de diários de campo, encontros grupais em formato de oficina, realizados com 14 adolescentes, do sexo feminino, entre 14 e 18 anos, acolhidas no abrigo, também foram realizados como instrumentos interventivos. Foi elaborado, ainda, um estudo de caso significativo do processo de acolhimento institucional, a partir da realização de entrevista semidirigida, com uma das adolescentes participantes dos encontros. Na análise dos dados foi considerado o movimento dialético de interpretação, em função dos pressupostos teóricometodológicos escolhidos. Os resultados destacam a reflexão do processo de adolescer a partir da própria experiência das jovens participantes da pesquisa, onde por meio da oficina interventiva, a produção de sentidos organizou-se coletivamente, denotando similaridades e diferenças no modo como vivenciam sua adolescência, quando em comparação ao contexto social mais amplo. Sobre os elementos institucionais, as participantes revelam percebê-los, em sua maioria, com positividade e gratidão, compreendendo sua estadia no abrigo como sendo uma fase decisiva em relação ao futuro fora da entidade, sendo o lugar dispensado à sexualidade, à família e ao trabalho, reproduzido e assimilado de forma idealizada. O estudo de caso mostrou o percurso institucional de uma jovem abrigada desde sua chegada no abrigo até a expectativa de sua saída, favorecendo a compreensão de elementos já constatados na fase anterior da pesquisa. Com a tentativa de elucidar algumas das muitas dimensões do adolescer institucionalizado, espera-se contribuir para a organização de uma rede de serviços e programas mais adequados às demandas instauradas neste momento marcante do desenvolvimento da autonomia para a vida.
Abstract: Through the connection between this study objects, that are adolescence and institutional sheltering, the research proposal intended to comprehend the singular sense that female adolescents attached to the experience of living in a shelter, located in Manaus city, focusing in their daily life analyses, in the specific questions produced in their environment, as well as their common understanding about the adolescence process in the institutional setting. With the social-historical psychology theory support, it is suggested that adolescence, like the institutionalization processes, are a social-historical circumscribed phenomena, driving away the perspective of universal human development and embracing the importance of institutional mechanisms that cross subjectivity constitution. The research was elaborated from the assumptions conducted by the dialogue between the social-historical focus in the experienced life and the qualitative methodology design proposed by the participant observation, with the intervention-research intermediation, whose main characteristic is the intention of provide a speaking and sense negotiation space. Therefore, in addition to the documental analyses and the field diaries, group meetings in workshop format, conducted with 14 female adolescents, between 14 and 18 years old, accepted in the shelter, also were done as interventional instruments. A significant case study of the institutional sheltering process was still elaborated, using a semi-structured interview with one of the meeting participants. In the data analysis the dialectic interpretation movement was considered, in order to combine it with the chosen theoretical and methodological foundations. The results show the adolescence process reflections motivated by the adolescents speeches themselves, where through the interventional workshop, the sense productions were collectively organized, expressing similarities and differences in the way they experience adolescence, when it is compared with a more amplified social environment. About the institutional elements, the participants reveal to realize them, in general, with positivity and gratitude, comprehending their stay in the shelter as a decisive moment, in relation with their future outside the entity, where the sexuality, family and work are presumed to assume the ideal place that has been assimilated. The case study showed a female sheltered young woman´s institutional path, since her arrival in the shelter until her expected way out of it, favoring the comprehension of elements already visualized in the previous research stage. Trying to elucidate some of the many dimensions of the institutionalized adolescence, we hope to contribute for more adequate services and programs network organization that can provide support to the adolescence demands, in such a unique moment of life autonomy development
Palavras-chave: Adolescência
Institucionalização
Psicologia Sócio-histórica
Experiência
Sentido.
Adolescence
Institutionalization
Social-historical Psychology
Experience
Sense.
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Psicologia
Programa: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citação: OLIVEIRA, Joanne Paola Menezes de. Do ser-menina ao ser-mulher: experiências e sentidos do adolescer em contexto de acolhimento institucional feminino. 2012. 139 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2841
Data de defesa: 19-Apr-2012
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOANNE PAOLA MENEZES DE OLIVEIRA.pdfDissertação1,38 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.