Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3221
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação e envelhecimento: um olhar sobre a participação masculina nos grupos de terceira idade de Manaus
Autor: Queiroz, Sheylane Beltrão de 
Primeiro orientador: Barbosa, Rita Maria dos Santos Puga
Resumo: Considerando a observação cotidiana instigante que a maioria dos grupos de terceira idade (GTIs) são frequentados maciçamente pelo público feminino, realidade coincidente de vários trabalhos, este estudo teve por objetivo investigar a participação masculina em GTIs com vocação educacional para o envelhecimento em Manaus, a partir de depoimentos de homens participantes e não participantes, e de mulheres que participam; enfatizando aspectos que permeiam a construção do envelhecimento masculino. Foi feito levantamento através de entrevistas e questionários. Os dados foram tratados descritivamente com abordagem de Análise de Conteúdo (BARDIN, 1991) e estatística descritiva. Para mapear os grupos e participação masculina, foi feito um levantamento junto ao Fórum Permanente do Idoso. Verificamos então que na maioria, os GTIs atendem pessoas a partir de 45 anos, com atividades físicas (AFs), predominando: ginástica, caminhada e dança; palestras; oficinas; atendimento assistencial, jurídico e de saúde. A quantidade de participantes por grupo variou de 30 a 320. O número de participantes homens é inexpressivo, incluindo grupos sem estes. Considerando os grupos mais antigos e com quantitativo expressivo de matriculados incluindo homens e ofertando AFs, foram selecionados os GTIs: Anos Dourados e Idoso Feliz Participa Sempre - Universidade na 3ª. Idade Adulta (PIFPS-U3IA). Com 8 homens participantes (HPs), e 8 mulheres participantes (MPs), os quais apontaram 8 conhecidos não participantes (HNPs). O perfil dos HPs e HNPs indica que: maioria é sexagenária, casados, moram com esposas, são aposentados, ingerem bebidas alcóolicas e abandonaram o hábito de fumar durante um período da vida. Entretanto os HNPs embora aposentados trabalham, não praticam AFs, são acometidos por mais doenças que os HPs, sendo hipertensão a mais citada. De acordo com os HPs, a causa para participar explica-se nas subcategorias: ociosidade, desejo de exercitar-se e incentivo de outros participantes. Quanto a justificativa para não participação dos HNPs é pela falta de tempo, organizações ligadas ao trabalho e a vergonha de estar entre as mulheres. Para os HPs e MPs, os homens não participam por causa da vergonha de estar entre as mulheres e por não admitir a velhice. Os HNPs manifestaram ainda que têm uma imagem de que o GTIs são destinados a velhos incapacitados e desocupados, e estes não se enquadram nestas categorias. A conclusão é que há muito trabalho pela frente para educar homens idosos a se reconhecerem como tal, e como seres participantes desta sua própria fase do ciclo vital sem preconceitos; para isto talvez seja preciso planejar e implementar estratégias educativas enérgicas, que alcancem do público masculino. Realizar mais pesquisas com este gênero, a fim de propor atividades com as quais se identifiquem e se dêem oportunidade de participar, porque na nossa visão profissional o problema está na maneira adotada por nossa sociedade de conduzir a formação humana,que coopera para que os homens tenham baixa capacidade de interação no lazer ativo e intrafamiliar. Por isso, é mister intervenções que promovam as idéias: que ser velho não é sinônimo de incapacitado, que ser desocupado não é nenhum pecado nem contravenção, pois a vida não só é feita de trabalho.
Palavras-chave: Envelhecimento
Grupo de terceira idade
Educação
Aging
Third age groups
Education
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: EDUCAÇÃO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: QUEIROZ, Sheylane Beltrão de. Educação e envelhecimento: um olhar sobre a participação masculina nos grupos de terceira idade de Manaus. 2011. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3221
Data de defesa: 27-Jul-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO SHEYLANE BELTRAO.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.