???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3652
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização fitoquímica e atividades farmacológicas de extratos das folhas do maracujá-do-mato (Passiflora nitida Kunth)
Autor: Carvalho, Maria José de 
Primeiro orientador: Lima, Emerson Silva
Resumo: Plantas amazônicas são usadas terapeuticamente em diversas condições patológicas. O uso do gênero Passiflora (Passifloraceae) é descrito na literatura para tratar doenças do SNC, cardiovasculares, processos inflamatórios e dor. No entanto, a espécie Passiflora nitida Kunth comumente conhecida como maracujá-do-mato e usada pela população local para distúrbios gastrointestinais, praticamente não foi estudada até o momento. Considerando o potencial farmacológico do gênero, este trabalho teve por objetivo investigar fitoquimicamente a espécie e estudar os efeitos sobre a coagulação sangüínea, agregação laquetária,inflamação, nocicepção e toxicidade de extratos de suas folhas. Os extratos aquoso (EA), etanólico (EE) e hexânico (EH) foram obtidos pelo processo de maceração estática à temperatura ambiente. Os solventes foram eliminados por meio de rotaevaporador, sob pressão reduzida (EE e EH) e por meio de liofilização (EA). Para a caracterização fitoquímica foram realizados testes com: prospecção fitoquímica, cromatografia em camada delgada, ressonância magnética nuclear e infravermelho. O efeito dos extratos sobre a coagulação foi avaliado pelos testes de tempo de protrombina (TP) e tempo de tromboplastina parcial ativada (TTPa) (n = 2-7). O efeito sobre a agregação plaquetária foi avaliado pelo método in vitro de Born e Cross (1963), usando adenosina difosfato (ADP) e adrenalina (ADR) como indutores da agregação (n = 2-5). O efeito do EE sobre a inflamação foi avaliado pelo teste do edema de pata em ratos Wistar, enquanto o efeito sobre a nocicepção foi avaliado pelos testes de contorções e da placa quente em camundongos BALB/c (n = 5, via oral - v.o.). A indometacina foi utilizada como padrão nos testes sobre a inflamação e de contorções e o citrato de fentanila, no teste da placa quente. A citotoxicidade dos extratos foi avaliada frente à Artemia salina. A toxicidade do EE foi avaliada pelas administrações intraperitoneal (i.p.) ou oral em camundongos e a dose letal 50 (DL50) foi determinada para a via i.p. Os resultados foram avaliados pela análise de variância, complementada pelo teste de Student-Newman-Keuls ou Tukey (P < 0,05) e expressos como média ± erro padrão da média, em relação aos controles. Os extratos EA, EE e EH apresentaram atividade coagulante pelo teste do TP e o EE apresentou atividade anticoagulante para o TTPa. Quando induzidos por ADP, os extratos EA, EE e EH apresentaram valores de concentração inibitória 50 % (CI50, mg/mL) de 450,5 ± 50,7; 511,2 ± 35,5 e 394,4 ± 8,9, respectivamente, e quando induzidos por ADR apresentaram valores de 438,7 ± 5,2; 21,0 ± 1,9 e 546,9 ± 49,9, respectivamente. No teste do edema de pata, os grupos tratados com EE nas doses de 50, 100 e 150 mg/kg apresentaram inibição do edema de 6,0;6,0 e 72,2 %, respectivamente. Houve um menor número de contorções nos grupos tratados com 25 e 50 mg/kg no teste de contorções (0,6 ± 0,4 e 0,2 ± 0,2, respectivamente), comparado ao grupo controle (9,0 ± 2,3). No teste da placa quente, a dose de 25 mg/kg aumentou o tempo de latência (10,9 ± 0,7 s), comparada ao grupo controle (5,0 ± 0,6 s). Os extratos EA, EE e EH não apresentaram citotoxicidade frente à Artemia salina. O EE não apresentou toxicidade v.o. até a dose máxima de 5 g/kg, porém nos testes via i.p., a DL50 foi de 466,6 mg/kg. No entanto, o screening fitoquímico indicou também a presença de cumarinas, compostos cianogênicos e glicosídeos cardioativos, o que torna necessária a realização de estudos químicos e toxicológicos mais detalhados, visando utilização segura terapeuticamente.
Palavras-chave: 
Passiflora nitida Kunth
Constituintes Químicos
Estudo Farmacológico
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-Graduação em Patologia Tropical
Citação: CARVALHO, Maria José de. Caracterização fitoquímica e atividades farmacológicas de extratos das folhas do maracujá-do-mato (Passiflora nitida Kunth). 2008. 108 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3652
Data de defesa: 28-Aug-2008
Appears in Collections:Mestrado em Patologia Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO.pdf2,5 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.