???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4433
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação da gestão da Floresta Nacional do Tapajós, Belterra-PA, na percepção dos moradores da comunidade Maguari
Autor: Santos, Grace Rente dos 
Primeiro orientador: Barbosa Filho, José
Primeiro membro da banca: Lopes, Rosana Barbosa de Castro
Segundo membro da banca: Santos, Eyde Cristina Saraiva dos
Terceiro membro da banca: Fereira, Marciel José
Resumo: A presente pesquisa propôs avaliar a gestão adotada na FLONA no município de Belterra-PA de acordo com a percepção dos moradores. Para isso, foi realizado uma pesquisa explorativa constituída, inicialmente, por uma revisão bibliográfica sobre o tema e em seguida foi efetuada a pesquisa de campo, por meio de uma abordagem qualitativa e quantitativa, tendo como instrumento de coleta de dados a aplicação de questionários/entrevistas aos moradores da Comunidade Maguari. As 152 entrevistas foram realizadas por meio de diversas visitas à Comunidade com participações em reuniões com os comunitários de Maguari. O perfil dos entrevistados foi de trabalhadores, sendo a maioria com idade de 26 a 40 anos de idade, casados, com renda mensal de um a três salários mínimos e com ensino fundamental. A maioria dos entrevistados é nativa, com um tempo de residência de 2 a 74 anos e 43% confirmaram que as suas situações financeiras melhoraram após a criação da Flona do Tapajós. A organização dos comunitários e pequenos produtores no processo de negociação e implementação da gestão participativa é por meio de várias associações comunitárias e intercomunitárias. Dentre os moradores entrevistados da Comunidade Maguari, 85% afirmam, do ponto de vista pessoal, que a gestão da Flona Tapajós é eficiente e 76% acreditam que a população local está de acordo com esta gestão. Eles confirmaram, também, que os moradores percebem tal eficácia da Flona na Comunidade Maguari. Quanto ao grau de aprovação da eficácia da gestão na Flona do Tapajós, 51% disseram ser bom. Grande parte dos entrevistados (92%) reconhece que há limites a respeito do uso dos recursos naturais dentro da Comunidade Maguari. É sabido, dos moradores, que tais limitações estão no roçado, na retirada de madeira, na caça, na criação de certos animais como bois ou porcos, na pesca e que não se pode tirar nada sem autorização dos responsáveis. Depois da criação da Flona, a qualidade de vida dos moradores da Comunidade Maguari pode ser melhorada, segundo 67% dos entrevistados e 18% afirmaram que há deficiências nos projetos implantados e que não atende às necessidades dos moradores. Com a gestão implantada na Flona, a Comunidade melhorou um pouco, de acordo com 40% dos moradores entrevistados. Estes afirmaram que cursos, treinamentos e reuniões são atividades que faltam para a Comunidade Maguari. Os moradores sentem a necessidade de cursos de qualificação profissional, de estarem mais informados com o que acontece em relação à Flona e, principalmente, o que envolve a Comunidade Maguari. A maioria sugeriu que a gestão presente busque mais parcerias com instituiçoes de ensino e que fosse criado um modelo melhor de gestão com mais sustentabilidade. As intervenções realizadas na Flona do Tapajós ocorrem por meio de inúmeros projetos e programas direcionados à mudança de comportamento dos moradores de Maguari quanto à preservação e conservação do meio ambiente, mas o modelo de gestão adotada pela Floresta Nacional do Tapajós ainda deixa a desejar, segundo a percepção dos moradores da Comunidade, mesmo com um plano de manejo existente.
Abstract: The present research has proposed assess the management adopted on TNF in the city of Belterra-PA according to the perception of the residents. To this end, a survey was conducted of exploratory, initially, for a literature review on the topic and then was carried out field research, by means of a qualitative and quantitative approach, data collection instrument applying questionnaires/interviews Maguari community residents. The 152 interviews were conducted through several visits to community participation in meetings with the Maguari community. The profile of respondents was of workers, with the majority aged 26 to 40 years old, married, with monthly income of one to three minimum wages and with elementary school. The majority of the target group is native, with a residence time of 2 to 74 years and 43% confirmed that their financial situations have improved after the creation of the TNF. The Organization of community and small-scale producers in the process of negotiation and implementation of participatory management is through several community associations and inter-community. One of the residents interviewed, 85% Maguari community claim, from a personal standpoint, that the management of the Flona Tapajos is efficient and 76% believe that the local population is under this management. They also confirmed that the villagers realize such efficacy of Tnf in the Maguari Community. The degree of adoption of effective management in the TNF, 51% said it was good. The majority of respondents (92%) recognizes that there are limits regarding use of natural resources within the Maguari Community. It is well known, the residents, that such limitations are in brushed, on withdrawal of wood, on the hunt, in the creation of certain animals such as oxen or pigs, fishing and you can't get anything without permission of those responsible. After creating Flona, the quality of life of the residents of the community Maguari can be improved, according to 67% of respondents and 18% say there are shortcomings in projects deployed and which does not meet the needs of residents. With the management deployed on Tnf, the community has improved a bit, according to 40% of the residents interviewed. These stated that courses, trainings and meetings are missing activities for the community Maguari. The residents feel the need of professional qualification courses, they are more informed about what happens in relation to the Tnf and, mainly, which involves the Maguari Community. The majority suggested that the present management seek more partnerships with educational institutions and created a better model of management with more sustainability. The interventions performed on the TNF occur through numerous projects and programs directed to the change in behavior of the residents of Maguari regarding the preservation and conservation of the environment, but the management model adopted by the Tapajós national forest still leaves something to be desired, according to the perception of the residents of the community, even with a management plan exists.
Palavras-chave: Unidade de Conservação - Amazônia
Flora tapajós
Gestão ambiental
Conservation unit
Flona - Tapajos
Environmental management
Gestão ambiental
Política ambiental
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais e Ambientais
Citação: SANTOS, Grace Rente dos. Avaliação da gestão da Floresta Nacional do Tapajós, Belterra-PA, na percepção dos moradores da comunidade Maguari. 2014. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/handle/4433
Data de defesa: 9-May-2014
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Grace Rente dos Santos.pdfDissertação - Grace Rente dos Santos4,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.