???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4634
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação funcional e qualidade de vida de pacientes portadores do vírus linfotrópico de células T humanas acompanhados no núcleo de medicina tropical - UFPA
Autor: Janahú, Lila Teixeira de Araújo 
Primeiro orientador: Sousa, Rita Catarina Medeiros
Resumo: O Vírus Linfotrópico de Células T Humanas (HTLV) é um retrovírus de baixa patogenicidade e longo período de latência associado classicamente a Leucemia/Linfoma de Células T do Adulto (LLcTA) e a uma doença neurológica conhecida como Paraparesia Espástica Tropical ou Mielopatia Associada ao HTLV (PET / MAH). Dos quatro subtipos de HTLV conhecidos até o momento, o subtipo 1 (HTLV-1) e o subtipo 2 (HTLV-2) são objetos desta pesquisa, porém descrições de doenças estão associadas ao HTLV-1, considerando-se neste estudo aquelas com manifestações neurológicas, osteomioarticulares e reumatológicas, as quais tem repercussões importantes sobre o desempenho funcional e qualidade de vida dos indivíduos. Objetivo: Avaliar capacidade Funcional e qualidade de vida de portadores de HTLV acompanhados no Núcleo de Medicina Tropical – Belém/PA. Métodos: O delineamento desta pesquisa é do tipo observacional, descritivo, analítico e transversal. A pesquisa foi desenvolvida com 53 pacientes de ambos os gêneros em acompanhamento no NMT, no município de Belém-Pará. A coleta de dados foi executada no período de abril a outubro de 2010. Cada indivíduo foi avaliado uma vez para coleta de informações, onde foram utilizados dois instrumentos de avaliação: um questionário de qualidade de vida, validado para o vírus HIV e intitulado Avaliação Funcional pela infecção do HIV (Functional Assessment of HIV Infection); e uma escala de medida funcional, a escala de Medida de Independência Funcional (MIF). Resultados: a grande maioria dos pacientes, do ponto de vista funcional, apresentou-se independente na execução das suas tarefas de atividade de vida diária, instrumental e ocupacional, mesmo na presença de queixas sensitivo – motoras. Porém, quanto a avaliação de qualidade de vida, esta foi considerada baixa na maioria dos pacientes, mesmo para aqueles com bom desempenho funcional e cognitivo. Conclusão: Atribui-se à discrepância dos resultados entre independência motora e má qualidade de vida os fatores psicossociais associados a infecção pelo vírus, como falta de apoio familiar, desconhecimento sobre a doença, receio do desenvolvimento de incapacidades futuras e discriminação nas relações sociais.
Abstract: The Human T cell Limphotropic Virus (HTLV) is a retrovirus with low pathogenicity and long term latency, wich is usually associated to Adult T cell Leukemia/Lymphoma (ATLL) and to a neurological disease named HTLV Associated Myelopathy/Tropical Spastic Paraparesis (HAM/TSP). Four subtypes are currently known, but this research studied the subtypes I and II (HTV-1 and HTLV-2), and the one related to illnesses is HTLV-1; here we are considering neurological, musculoskeletal and rheumatological manifestations, wich usually influence on functional capacity and quality of life of these patients. Objective: To assess functional capacity and quality of life of patients with HTLV. Methods: The study design is observational, descriptive, analytical and transversal. The research was developed with 53 patients from both gender, followed at Tropical Medicine Center, in Belém, Pará, Brazil. The data collection was done in the period from april to october, 2010. Each patient was evaluated once with two instruments: one questionnaire of quality of life intitled Functional Assessment of HIV Infection, validated for HIV related syndromes, and one functional measurement scale, the scale of Functional Independence Measure (FIM). Results: most of the patients, considering functional capacity, were independent on their daily living, instrumental and occupational activities, even in the presence of sensory-motor complaints. However, the quality of life was considered in a low level, even for those with good functional performance. Conclusions: the discrepancy between results of motor independence and poor quality of life was related to psychosocial factors of HTLV infection, such as lack of family support, ignorance about the disease aspects, fear of the development of disabilities in the future and discriminations in social relations.
Palavras-chave: Vírus Linfotrópico de Células T Humanas (HTLV)
Células T humanas
Pacientes portadores do vírus HTLV - Avaliação funcional
Paraparesia Espástica Tropical
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: SAÚDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas - Universidade Federal do Pará
Sigla da instituição: UFAM - UFPA
Departamento: Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Programa: Programa de Pós-graduação em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia
Citação: JANAHÚ, Lila Teixeira de Araújo. Avaliação funcional e qualidade de vida de pacientes portadores do vírus linfotrópico de células T humanas acompanhados no núcleo de medicina tropical - UFPA. 2011. 92 f. Dissertação (Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4634
Data de defesa: 28-Feb-2011
Appears in Collections:Mestrado em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Lila Teixeira de Araújo Janahú.pdfDissertação - Lila Teixeira de Araújo Janahú1,26 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.