???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4747
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo da paisagem do setor sul da Bacia Hidrográfica do Tarumã-Açu, Manaus, utilizando imagens multipolarizadas do radar ALOS/PULSAR
Autor: Vasconcelos, Mônica Alves de 
Primeiro orientador: Costa , Lizit Alencar da
Primeiro membro da banca: Costa, Lizit Alencar da
Segundo membro da banca: Graça, Paulo Maurício Lima Alencastro
Terceiro membro da banca: Tello, Julio César Rodrígues-
Resumo: importância regional da Bacia do Rio Tarumã-Açu, sua localização e extensão, a qual representa cerca de 12% do município de Manaus, e sua atual situação de ameaça devido a problemas de ocupação desordenada, conversão de floresta em outros tipos de uso e cobertura do solo, motivaram o estudo da análise da estrutura paisagem dessa área. Para essa análise foi produzido o mapa de uso e cobertura do solo da bacia e foram utilizados índices de ecologia da paisagem. O mapa de uso e cobertura do solo foi produzido pela classificação digital supervisionada (algoritmo de máxima verossimilhança) de imagens orbitais digitais do sensor ativo ALOS/PALSAR do ano de 2007, com exatidão global de 77,47%. Os elementos da paisagem estudados neste trabalho foram os de mancha e matriz, sendo os índices de ecologia da paisagem utilizados, os que fazem a caracterização em nível de fragmentos e em nível de classes de uso e cobertura do solo. A maior classe de cobertura do solo encontrada na classificação foi a de floresta ombrófila, 64,98%, representando 46.001 hectares, demonstrando que a área de estudo para o ano de 2007 apresentava grande cobertura vegetal natural possivelmente primária. A segunda maior classe de cobertura do solo foi representada pela área urbana por 18,02%, totalizando 12.759,53 hectares, mostrando que já na época, há 5 anos, a bacia já se encontrava em avançado processo de ocupação e impactos antrópicos, isto pode ainda ser justificado pelo fato da bacia está parcialmente localizada dentro da área urbana do município de Manaus. A porosidade da matriz da bacia foi representada por 64.282 fragmentos. Este valor elevado justifica-se pelo tamanho da área de estudo delimitada e da resolução espacial da imagem ALOS/PALSAR com 12,5 metros, que resulta em um "zoom" da área de estudo, destacando áreas geralmente omitidas por imagens de menor resolução espacial. Esses fragmentos totalizaram 24.796,35 hectares, 47,07% da área total de estudo. Destes, 18,02% formados por área urbana, seguidos por agricultura e solo exposto, floresta secundária e água. Os 95,94% dos fragmentos apresentaram classe de área menor que 1,0 ha, 3,78% possuem área entre 1,0 e 10 hectares e apenas 0,27% possui área maior que 10 ha, totalizando 174 grandes fragmentos. A maioria dos fragmentos com área menor que 1,0 ha pertencem à classe área urbana, apresentando 48.467 fragmentos, e na classe de área maior que 10 ha esta classe de cobertura apresentou 59 manchas. Em relação aos valores de média, mediana e moda da forma dos fragmentos os resultados foram semelhantes para todas as classes estudadas, em torno de 2. Os resultados mostraram-se satisfatórios para o referido estudo na região, visto que tornam-se necessários a utilização de técnicas de sensoriamento remoto devido as características climáticas e extensão territorial da Amazônia.
Abstract: The regional importance of the Tarumã-Açu River basin, its location and extent, which represents about 12 percent in the city of Manaus, and its current situation of threat due to disorderly occupation problems, forest conversion to other types of use and soil cover, motivated the study of landscape structure analysis of this area. For this analysis a map of use and soil of the basin and cover, and indexes of landscape ecology were produced. Creating the map was based on digital supervised classification (maximum likelihood algorithm) of orbital images active sensor digital ALOSPALSAR of the year 2007, with global accuracy of 77.47. The elements of the landscape studied in this work were those of smearing and array, and the rates of landscape ecology used, that make the fragments-level characterization and use class-level and soil cover. The largest class of land cover found in the rain forest was 64.98 ha, representing 46,001 ha and demonstrating that the studied area had great natural vegetation cover in 2007. The second largest class of soil coverage was represented by the urban area by 18.02, totaling 12,759.53 acres, showing that already at the time (5 years by now), the basin was already in advanced process of occupation and man-made impacts. This can still be justified by the fact the bowl is partially located within the urban area of the city of Manaus. The porosity of the matrix of the basin was represented by 64,282 fragments. This high value is justified by the size of the study area bounded and the spatial resolution of the image ALOSPALSAR with 12.5 meters, which results in a zoom of the study area, highlighting areas usually omitted for images of lower spatial resolution. This high value is justified by the size of the study area bounded and the spatial resolution of the image ALOSPALSAR with 12.5 meters, which results in a zoom of the study area, highlighting areas usually omitted for images of lower spatial resolution. These fragments totaled 24,796.35 ha, total study area 47.07. Of these, 18.02% fragments formed by the urban area, followed by agriculture and secondary by forest, soil and water. The fragment had 95.94 % area class less than 1.0 ha, 3.78% has area between 1.0 and 10 hectares, and only 0.27% has area greater than 10 ha, totaling 174 large fragments. Most of the fragments of size less than 1.0 ha belong to the urban area, showing 48,467 fragments, and in the area greater than 10 ha this kind of coverage presented 59 spots. In relation to the average values and sets, the shape of fragments results were similar for all classes studied - around 2. The results were satisfactory for the studied region, since become required the use of remote sensing techniques due to the climatic characteristics and territorial extension of the Amazon
Palavras-chave: Ecologia de paisagem
Bacia do Tarumã-Açu
Radar ALOS/PALSAR
Sensoriamento remoto
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais e Ambientais
Citação: VASCONCELOS, Mônica Alves de. Estudo da paisagem do setor sul da Bacia Hidrográfica do Tarumã-Açu, Manaus, utilizando imagens multipolarizadas do radar ALOS/PULSAR. 2012. 75f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4747
Data de defesa: 30-Nov-2012
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MÔNICA ALVES DE VASCONCELOS.pdfDissertação4,18 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.