???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4867
Tipo do documento: Dissertação
Título: A atividade pedagógica do professor e o espaço de apropriação da linguagem escrita pela criança pré-escolar: um estudo a partir da abordagem histórico-cultural
Autor: Moraes, Aline Janell de Andrade Barroso 
Primeiro orientador: Bissoli, Michelle de Freitas
Resumo: Compreender que a apropriação da linguagem escrita implica a superação de práticas pedagógicas que privilegiam a memorização e a repetição de letras e sílabas se mostra como um conhecimento essencial para que os professores promovam a aproximação entre as crianças e a cultura escrita na pré-escola. A Teoria Histórico-Cultural preconiza que a escrita é um instrumento cultural complexo, para cuja apropriação são necessárias atividades com significado e sentido, nas quais o uso da escrita pelas e com as crianças aconteça segundo a finalidade para a qual esta linguagem foi criada. À Educação Infantil cabe formar as bases para a apropriação da escrita. Não é sua prerrogativa alfabetizar. Com o objetivo de refletir sobre o lugar ocupado pelo professor e suas práticas pedagógicas no processo de apropriação da linguagem escrita pela criança pré-escolar, a partir dos pressupostos da abordagem histórico-cultural, desenvolvemos uma investigação que teve como sujeitos quatro professoras de crianças de cinco anos de um Centro Municipal de Educação Infantil, em Manaus. Como procedimentos metodológicos realizamos: entrevista coletiva com as professoras sujeito; observação de uma das turmas, para a qual foram utilizados os registros em caderno de campo, fotografias e filmagens; sessões de autoscopia com a professora da turma observada. Os dados gerados permitiram perceber que as concepções acerca da escrita subjacentes às atividades propostas às crianças pelas professoras ainda não incorporaram a compreensão de que esta linguagem se desenvolve a partir de práticas que enriqueçam as experiências com a cultura e as possibilidades de expressão da criança pelo desenho, pelo brincar, por atividades produtivas, além do contato com a cultura que envolve o escrever e que se concretiza em diferentes gêneros discursivos. Foi possível notar que as formas específicas de aprender das crianças pequenas não são, pois, consideradas ao planejar os fazeres na escola e que esse é um aspecto essencial a ser contemplado na formação inicial e continuada de professores, objeto privilegiados das investigações da Linha de Pesquisa Formação e práxis do(a) educador(a) frente aos desafios amazônicos, à qual esta investigação se vincula. A pesquisa demonstrou que prover tempos e espaços de reflexão teórica acerca da prática pedagógica promove a ampliação das reflexões dos professores sobre seu fazer e possibilita mudanças ainda que iniciais nas propostas de escrita feitas às crianças.
Abstract: The fact of understanding that the appropriation of the written language implies overcoming pedagogical practices that focus on memorization and repetition of letters and syllables is essential knowledge for teachers to promote rapprochement between the children and the writing culture in preschool. The Historical-Cultural Theory shows that writing is a complex cultural instrument. For a person to take ownership of such writing, it is necessary that there are activities with meaning and direction, in which the use of writing by and with children happen according to the purpose for which this language was created. The Early Childhood Education is responsible for forming the basis for the appropriation of writing. Its prerogative is not to literate the children. With the aim of reflecting on the role of teachers and their pedagogical practices in the written language appropriation process by a child in the preschool – considering the assumptions of historical-cultural approach – we have developed a research involving four preschool teachers, specifically for children of five years of age, from a local public preschool in the city of Manaus. The methodology was based both on interviews with the four teachers at the same time and on the observation of one of the classrooms – the information about this one was collected in a specific notebook, and was also registered by photos and short footages; there was even an autoscopy sessions with the teacher of the observed classroom. Through the collected information, one could notice that, when it comes to writing, the implicit concepts in the activities proposed by the teachers to children have not yet incorporated the understanding that this language is developed by practices that enrich the experiences with the culture and the possibilities of expression of the child by the acts of drawing, playing or practicing productive activities, as well as the contact with the culture surrounding the writing, which is converted into different genres of the speech. It was also possible to notice that the specific ways of learning of the young children have not been considered when the activities are planned at school. This is an essential aspect to be introduced in the initial and continued education of teachers, who are privileged object of investigation of research field training and practice of educators, considering the challenges faced in the Amazon region, to which this research is linked.This research has also shown that the act of providing time and space for theoretical reflection about pedagogical practice promotes the expansion of teachers' reflections on their doings, and it is the first step to provide changes on the writing proposals made to children.
Palavras-chave: Criança pré-escolar
Linguagem escrita
Prática pedagógica
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: EDUCAÇÃO: ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: MORAES, Aline Janell de Andrade Barroso. A atividade pedagógica do professor e o espaço de apropriação da linguagem escrita pela criança pré-escolar: um estudo a partir da abordagem histórico-cultural. 2015. 241f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Embargado
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4867
Data de defesa: 17-Dec-2015
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Reprodução Não Autorizada.pdf46,6 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.