???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4922
Tipo do documento: Tese
Título: Contribuição ao estudo químico e atividade biológica de Abuta grandifolia (Mart.) Sandwith (Menispermaceae) e Parahancornia amapa (Huber) Ducke (Apocynaceae)
Autor: Henrique, Marycleuma Campos 
Primeiro orientador: Nunomura, Rita de Cássia Saraiva
Resumo: Abuta grandifolia (Mart.) Sandwith (Menispermaceae) e Parahancornia amapa (Huber) Ducke (Apocynaceae) são conhecidas popularmente como abuta e amapa, respectivamente. Essas espécies são típicas da região amazônica e utilizadas popularmente como anti-inflamatório, cicatrizante e no tratamento de problemas pulmonares. Amostras dos galhos de A. grandifolia e dos galhos e cascas de P. amapa foram coletadas, secas, moídas e extraídas com diferentes solventes em ordem crescente de polaridade. Do extrato diclorometânico e metanólico dos galhos de A. grandifolia foram isolados a alcamida N-trans-feruloiltiramina e o alcaloide palmatina, respectivamente. Do extrato diclorometânico dos galhos de P. amapa foram isoladas as mistura dos esteróides estigmasterol e β-sitosterol, a mistura de triterpenos pentacíclicos α-amerina, β-amerina e lupeol, além do triterpeno friedelina e de um éster 3β-O-acil-lupeol. Do extrato metanólico dos galhos de P. amapa foi isolado o alcaloide indólico isositsiriquina (inédito nesse gênero). No teste de atividade larvicida em Aedes aegypti, o extrato diclorometânico dos galhos apresentou uma CL50= 67,2 ± 0,6 μg / mL e o extrato metanólico das cascas de P. amapa apresentou uma CL50= 71,6 ± 0,7 μg / mL. No ensaio de inibição da enzima acetilcolinesterase, os extratos diclorometânico e metanólico das cascas e dos galhos das espécies P. amapa e A. grandifolia, os alcaloides isositsiriquina e palmatina, além da alcamida N-trans-feruloiltiramina apresentaram inibição dessa enzima. Já na avaliação inibitória da enzima lipoxigenase os extratos diclorometânicos, acetato de etila e metanólicos das cascas e dos galhos das espécies P. amapa e A. grandifolia apresentaram-se ativos. Para o ensaio de atividade antimicrobiana, os extratos diclorometânico (CIM=62,5 μg / mL) e metanólico (CIM=31,25 μg / mL) dos galhos de A. grandifolia e os extratos metanólico das cascas (CIM=62,5 μg / mL) de P. amapa inibiram o crescimento de Staphylococcus aureus. Também foi observada atividade inibitória do crescimento de Pseudomonas aeruginosa para o extrato metanólico dos galhos (CIM= 62,5 μg / mL) de A. grandifolia e metanólico das cascas (CIM= 62,5 μg / mL) de P. amapa.
Abstract: Abuta grandifolia (Mart.) Sandwith (Menispermaceae) and Parahancornia amapa (Huber) Ducke (Apocynaceae) are known popularly as abuta and amapa, respectively. These species are typical of the Amazon region and popularly used as anti-inflammatory, cicatrizing and treatment of pulmonary diseases. Samples of the twigs of A. grandifolia and twigs and bark of P. amapa were collected, dried, milled and extracted with different solvents in order of increasing polarity. Of methanol and dichloromethane extract of the twigs of A. grandifolia were isolated the compound N-trans- feruloyltyramine and alkaloid palmatine, respectively. The dichloromethane extract from the twigs of P. amapa were isolated the mixture of steroid stigmasterol and β-sitosterol, the mixture of pentacyclic triterpenes α-amyrin, lupeol and β-amyrin, besides the triterpene friedelin and an 3β-O-acyl-lupeol ester. The methanol extract from the twigs of P. amapa was isolated the indole alkaloid isositsirikine (first time reported in this genre). In the assay of larvicidal activity against Aedes aegypti, the dichloromethane extract from the twigs showed a LC50 = 67.2 ± 0.6 mg / mL and methanol extracts from bark of P. amapa showed a LC50 = 71.6 ± 0.7 mg / mL. In the inhibition assay of the acetylcholinesterase enzyme, the dichloromethane and methanol extracts from bark and twigs of the species P. amapa and A. grandifolia, the alkaloids palmatine and isositsirikine, besides compound N-trans- feruloyltyramine showed inhibition of this enzyme. In the evaluation of lipoxygenase enzyme inhibitory, dichloromethanic, ethyl acetate and methanol extracts from the bark and of the twigs of the species P. amapa and A. grandifolia showed active. To assay the antimicrobial activity of the dichloromethane extract (MIC = 62.5 mg / mL) and methanol (MIC = 31.25 mg / mL) from the twigs of A. grandifolia and methanolic extracts from the bark (MIC = 62.5 mg / mL) of P. amapa inhibited the growth of Staphylococcus aureus. It was also observed inhibitory activity of the growth of Pseudomonas aeruginosa to the methanol extract from the twigs (MIC = 62.5 mg / mL) of A. grandifolia and the methanol extract from bark (MIC = 62.5 mg / mL) of P. amapa.
Palavras-chave: Fitoquímica
Farmacologia
Plantas medicinais
Abuta - Atividade antimicrobiana
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: HENRIQUE, Marycleuma Campos. Contribuição ao estudo químico e atividade biológica de Abuta grandifolia (Mart.) Sandwith (Menispermaceae) e Parahancornia amapa (Huber) Ducke (Apocynaceae). 2012. 186f. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Embargado
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4922
Data de defesa: 19-Dec-2012
Appears in Collections:Doutorado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Reprodução Não Autorizada.pdf46,6 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.