Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4972
Tipo do documento: Tese
Título: Plantas medicinais utilizadas em 9 comunidades rurais de Itacoatiara e aspectos anatômicos e histoquímicos de duas espécies (Pogostemon cablin Benth e Tripogandra glandulosa (Seub.) Rohw)
Autor: Ferreira, Deolinda Lucianne Rodrigues 
Primeiro orientador: Mendonça, Maria Silvia de
Primeiro coorientador: Simão, Maria Olívia de Albuquerque Ribeiro
Resumo: As plantas medicinais são aquelas que, de fato, podem causar algum efeito no organismo humano e seu uso contribui para sistematização do conhecimento e valorização do saber local. O objetivo desse estudo foi registrar a diversidade de plantas de uso medicinal, indicações terapêuticas e formas de uso em 9 comunidades rurais de Itacoatiara, AM; apresentar novos registros de uso medicinal de Cyperus luzulae (L.) Rottb. ex Retz e Tripogandra glandulosa (Seub.) Rohw e estudar anatomicamente e histoquimicamente Pogostemon cablin Benth e Tripogandra glandulosa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com moradoras identificadas como conhecedoras do uso de plantas medicinais (método bola de neve). O material coletado foi incorporado ao Herbário do CESIT-UEA. A diversidade de espécies foi analisada a partir do Nível de Fidelidade (FL), Prioridade de Ordenamento (ROP) e similaridade (Método de Ward’s, Índices de Diversidade de Shannon Wiener). Foram analisados registros de uso medicinal das duas espécies em 100 artigos científicos. Estudos anatômicos se deram a partir de folhas adultas fixadas em FAA e conservadas em álcool 70%. O preparo de lâminas seguiu protocolo padrão. Testes histoquímicos foram aplicados para determinar amido, lipídeos, proteínas, pectinas, compostos fenólicos e taninos. Análise da microscopia eletrônica de varredura (MEV) seguiu a fase de desidratação, secagem em ponto crítico e cortes interpretados em MEV. A suficiência amostral foi comprovada com 36 informantes (curva do coletor). Foram levantadas 104 espécies com predominância de exemplares da família Lamiaceae (11,53%). A maioria das mulheres informantes estavam na faixa etparia de 55 e 78 anos (69,5%). As dez espécies mais citadas foram: Ruta graveolens, Mentha pulegium, Kalanchoe pinnata, Byrsonima intermedia, Mentha villosa, Portulaca pilosa, Gossypium hirsutum, Chenopodium ambrosioides, Aloe vera e Vernonia condensata. As folhas foram a parte mais utilizada (84%) para chás. As principais indicações foram para o tratamento de males do estômago, mal olhado e garganta. Os índices de FL e ROP mais significativos foram os da babosa (respectivamente, 0,8 e 0,64), mastruz (0,72 e 0,51) e hortelã-grande (0,66 e 0,43). A concentração do conhecimento tradicional de uso medicinal entre os mais velhos aponta a necessidade de ações de valorização deste conhecimento entre os jovens. Somente tampão (Cyperus luzulae) e tapacu (Tripogandra glandulosa) foram citadas por apenas uma informante nas comunidades São João do Araçá e Nossa Senhora de Fátima para tratar diarreias. Nenhum artigo registrou o uso medicinal de Cyperus luzulae e Tripogandra glandulosa. Oriza (Pogostemon cablin) foi a planta mais citada para tratar doenças do coração e do sistema circulatório. Estudos anatômicos de oriza e tapacu foram realizados, sendo o primeiro registro de tapacu na literatura. Pogostemon cablin apresentou grande número de tricomas tectores e glandulares indicando a concentração de óleos essenciais. Estômatos ocorrem nas duas faces da epiderme, sendo predominante na abaxial, caracterizando a folha como anfiestomática. Na histoquímica foram identificados, lipídeos, proteínas, compostos fenólicos, taninos, pectinas e amido. A folha de Tripogandra glandulosa é hipoestomática com estômatos somente na face abaxial da epiderme. Há presença de tricomas tectores e glandulares simples, epiderme com células buliformes, presença de ráfides. Ocorreu reação para amido, pectinas, proteínas, taninos e compostos fenólicos
Abstract: Medicinal plants are those that, in fact, may cause some effect on the human organism and its use contributes to systematization of knowledge and appreciation of local knowledge. This study’s aim was to identify via ethnobotanical research, medicinal plants, therapeutic indications and use of medicinal plants in rural communities in Arari, Itacoatiara, AM; highlight (Cyperus luzulae (L.) Rottb ex Retz and Tripogandra glandulosa (Seub.) Rohw.) as new folk medicine records; anatomically and histochemically study Pogostemon cablin Benth and Tripogandra glandulosa. Semi-structured interviews were conducted with those knowledgeable about medicinal plants using the Snowball method. Plant material was deposited in the Center for Higher Studies Herbarium, Itacoatiara. Loyalty level (FL) and Planning Priority (ROP) were analyzed, Similarity estimates used Ward's method, Diversity (Shannon Wiener) and Equitability indices verified species diversity. Testing the two species were truely newly-recorded used Capes Portal database and Scielo, selecting 100 articles to test species-absence from the literature. For Anatomical studies adult leaves were collected, fixed in FAA and preserved in 70% alcohol. Slide preparation followed standard protocols. Histochemical tests determined presence of starch, lipids, proteins, pectins, phenolics and tannins. SEM preperation involved dehydration, critical point drying and microscope slide interpretation. Informants were women, with 55-78 years the commonest age group (69,5%). Species accumulation curves indicated 36 residents provided adequate sample coverage. Informants were listed 104 species in 40 plant families. Lamiaceae predominated (11.53%). Leaves were the most commonly used plant parts (84%), and most often as a tea. Species are still used in the preparation of baths for treating spiritual ills. The ten most-cited species were: Ruta graveolens, Mentha pulegium, Kalanchoe pinnata, Byrsonima intermedia, Mentha villosa, Portulaca pilosa, Gossypium hirsutum, Chenopodium ambrosioides, Aloe vera and Vernonia condensata. The commonest use was in treat stomach ailments and ''evil eye''. By Loyalty Rates and Order of Priority, aloe was the most important plant (respectively, 0.8 and 0.64), then mastruz (0.72 and 0.51) and hortela grande (0.66 and 0.43). Medicinal plant use knowledge was only present in the older generation, being at very low frequency among young people, indicating a need to implement strategies to rescue traditional medicinal plant awareness in this social group. Two species tampão (Cyperus luzulae) and tapacu (Tripogandra glandulosa) were each cited by only one informant (one each in São João do Araçá and Nossa Senhora de Fatima) in each case as effective in treating diarrhea. The Database trawl found no articles mentioned these species medicinally. In Itacoitiara municipality, circulatory system diseases are responsible for the greatest number of deaths and emergency room visits. In the current study, patchouli (Pogostemon cablin) was the plant most cited for treating heart disease and other circulatory system problems. Anatomical studies of tapacu were first for the literature. Pogostemon cablin had many glandular trichomes, indicating a high concentration of essential oils. Leaves were functionally hypostomatic (stomata on both sides of the epidermis). Histochemical analysis identified, lipids, proteins, phenolics, tannins, pectins and starch. Tapucu had hypostomatic leaves with stomata on the epidermal abaxial surface. Glandular and simple trichomes were present. Bulliform epidermis cells and raphides were present. Tapucu tested positive for starch, pectin, proteins, tannin and phenolic compounds.
Palavras-chave: Plantas medicinais
Anatomia foliar
Etnobotânica
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS: AGRONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Agronomia Tropical
Citação: FERREIRA, Deolinda Lucianne Rodrigues. Plantas medicinais utilizadas em 9 comunidades rurais de Itacoatiara e aspectos anatômicos e histoquímicos de duas espécies (Pogostemon cablin Benth e Tripogandra glandulosa (Seub.) Rohw). 2016. 118f. Tese (Doutorado em Agronomia Tropical) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4972
Data de defesa: 5-Jan-2016
Aparece nas coleções:Doutorado em Agronomia Tropical

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Deolinda Luciane Ferreira.pdfReprodução Total Autorizada2,55 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.