???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5207
Tipo do documento: Tese
Título: Avaliação por análise molecular da presença de vírus herpes simples em lesões diagnosticadas como estomatite aftosa recorrente em cavidade bucal de pacientes imunocompetentes
Autor: Cabral, Lioney Nobre 
Primeiro orientador: Garrido, Angela Delfina Bittencourt
Primeiro coorientador: Santos, Cristina Maria Borborema dos
Resumo: A estomatite aftosa recorrente (EAR) é a condição inflamatória ulcerativa mais comum da mucosa bucal não-ceratinizada, possuindo etiologia ainda incerta e controvertida. Os vírus herpes simples 1 e 2 ( HSV-1 e 2) infectam liticamente o epitélio desta mucosa gerando manifestação clínica semelhante a esta estomatite, porém em mucosa ceratinizada. Diante disso, o objetivo deste estudo foi verificar a presença de vírus herpes simples 1 e/ou 2 em úlceras de mucosa bucal não-ceratinizada de indivíduos imunocompetentes. Dezesseis pacientes foram avaliados na Policlínica de Odontologia da Universidade do Estado do Amazonas e serviço particular, apresentando úlceras em mucosa não - ceratinizada bucal e faríngea ( um caso) , descartada a possibilidade de etiologia química, física ou doença imunossupressora de base. Foram coletados esfregaços do centro e da periferia da lesão aftosa dos oito primeiros pacientes e dos últimos, além do raspado, 1 ml de amostra de saliva não estimulada presente na boca. Foi realizada Reação em Cadeia de Polimerase ( PCR ) com iniciadores multi e específicos para cada vírus, após identificação pela mesma técnica da presença de DNA genômico nas amostras, e em nenhuma destas, de úlcera foi encontrada partícula viral, ocorrendo , no entanto , amplificação do fragmento de HSV-2 da amostra salivar de um dos pacientes que fora estudado isoladamente, em segundo momento . O indivíduo positivo para a amostra ao sentir novamente os sintomas, identificou a área acometida em soalho bucal , em fase ainda vesicular e fora feita a coleta imediata do esfregaço da lesão, ulcerada a pouco tempo, e também salivar , ocorrendo pela metodologia apresentada, a amplificação de material genético do vírus HSV- 2 na ferida coletada, não ocorrendo na de saliva . Concluiu-se com a pesquisa, que o HSV não foi identificado na maior parte dos pacientes estudados, excetuando o caso específico, cuja a coleta do material biológico da úlcera fora realizada em fase inicial da condição, concluindo que o HSV-2, infectante comum de mucosas genitais pode, em alguns casos, estar presente e ser potencial fator etiológico das úlceras aftosas recorrentes da cavidade bucal.
Abstract: The recurrent aphthous stomatitis (RAS) is the most common inflammatory ulcerative disorder of no keratinized oral mucous , whose etiology is still uncertain and controversial. The herpes simplex virus 1 and 2 (HSV-1 and 2) infect litically the mucous epithelium generating clinical manifestation similar to RAS but in keratinized mucous. That said, the goal of this study was to verify the presence of herpes simplex virus 1 and/or 2 in ulcers no keratinized oral mucous of immunocompetent individuals. Sixteen patients were evaluated in the Polyclinic of Dentistry of the University of the State of Amazonas and particular service, showing ulcers in the no keratinized oral mucous and pharyngeal (one case), excluding the possibility of chemical , physics or immunosuppressive disease etiology. Swabs were collected from the centre and the periphery of aphthous lesion for the first eight patients and of the latter, in addition to scraped, 1 ml of sample of not stimulated saliva present in the mouth. Those samples were performed by Polymerase chain reaction (PCR) with multi and specific primers to each virus, after identification by the same technique of the presence of genomic DNA in the samples, and in none of these, of ulcer was found viral particle, occurring, however, the amplification fragment of HSV-2 salivary sample of one of the patients who had studied in isolation, the second time. The individual positive for the sample to feel again the symptoms identified the area suffered in the buccal floor in vesicular stage still out and made the immediate collection of smear, ulcerated lesion to shortly, and also salivate, occurring by methodology submitted, the amplification of genetic material of the virus HSV-2 in wound collected, not occurring in saliva. It was concluded with the search, the HSV has not been identified in most patients studied , except for the specific case, whose collection of biological material of the ulcer in initial stage of the condition, concluding that the HSV-2, genital mucous common infecting organism, can, in some cases, be present and be potential etiological factor of recurrent aphthous ulcers of the oral cavity.
Palavras-chave: Estomatite aftosa recorrente
Vírus herpes simples
Reação em cadeia de polimerase.
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
Citação: CABRAL, Lioney Nobre. Avaliação por análise molecular da presença de vírus herpes simples em lesões diagnosticadas como estomatite aftosa recorrente em cavidade bucal de pacientes imunocompetentes. 2011. 78 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5207
Data de defesa: 31-Aug-2011
Appears in Collections:Doutorado em Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese - Lioney Nobre Cabral4,06 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.