???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6202
Tipo do documento: Tese
Título: Igara, Uka, Makira Irúmu (a canoa, a casa e a rede): epistemologia e barbárie na Amazônia em sete ensaios irredentos
Autor: Oliveira, José Alcimar de 
Primeiro orientador: Oliveira, José Aldemir de
Primeiro membro da banca: Carvalho, Edgard de Assis
Segundo membro da banca: Pressler, Gunter Karl
Terceiro membro da banca: Pinto, Ernesto Renan Mello de Freitas
Quarto membro da banca: Albuquerque, Gabriel Arcanjo Santos
Resumo: Em Igara, uka, makira irúmu a Amazônia é tratada ao mesmo tempo como realidade epistemológica, ontológica e dialética diante do paradigma instrumental da racionalidade científica e da estrutura mítica e perceptiva do saber tradicional do ser social da Hiléia. Mais do que singularidades empíricas, a canoa, a casa e a rede indicam nesses sete ensaios a resistência epistêmica à barbárie do pensamento ocidental (identificado ao leito de Procrusto), que submete a natureza e a cultura da Amazônia indígeno-cabocla. Trata-se de um conhecimento fundado na dicotomia sujeito-objeto, que reforça a funcionalidade do sociometabolismo do capital e esquece a unidualidade do homem. A finalidade dessas narrativas é contribuir para a refundação da estrutura cognitiva e ontológica do ser natural e social da Amazônia brasileira e se engajar nas vias transformadoras para o futuro do homem.
Abstract: This thesis, Igara, uka, makira irúmo, addresses the Amazon Region as an epistemological, ontological and dialectical reality, facing the instrumental paradigm of scientific rationality and simultaneously the mythical and perceptive structure of traditional knowledge of the social being of the Hiléia. More than empirical singularities, the canoe, the house and the hammock denote, in these seven essays, the epistemic resistance to the cruelty of occidental thought (identified by the Procrustean bed), to which nature and culture are subjected in the Amazon. Given knowledge based on the subject-object dichotomy, that contributes to the functional nature of capital and forgetting the uni-duality of the human being, these narratives contribute to a renewal of the foundation of the cognitive and ontological structure of the natural and social being of Amazonia.
Palavras-chave: Cultura amazônica
Epistemologia
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: OLIVEIRA, José Alcimar de. Igara, Uka, Makira Irúmu (a canoa, a casa e a rede): epistemologia e barbárie na Amazônia em sete ensaios irredentos. 2011. 218 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6202
Data de defesa: 20-Dec-2011
Appears in Collections:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_José Alcimar Oliveira.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons