Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6259
Tipo do documento: Tese
Título: Wará: ensaios sobre as interferências do comércio justo na formação política das lideranças Sateré-Mawé
Autor: Ferreira, Gerson André Albuquerque 
Primeiro orientador: Scherer, Elenise Faria
Primeiro membro da banca: Freitas, Marilene Correa de
Segundo membro da banca: Silva, Renato Izidoro da
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Odenei de Souza
Quarto membro da banca: Matos, Maria Helena Ortolan
Resumo: A base econômica e cultural dos Sateré-Mawé está ligada à cultura do guaraná, seja em seu uso alimentar ou ritual. Todavia, mais que uma expressão indentitária desta etnia, este fruto foi metamorfoseado em marca de grande valor comercial de bebidas e energéticos em todo o mundo, cuja rápida popularização se deu pelos canais publicitários de comercialização mundial articulados pelo Comércio Justo (Fair Trade) e o movimento Slow Food – que, em tese, se propõem a promover formas autossustentáveis, melhores condições de trocas, criação de mercados alternativos e o reconhecimento de garantias políticas conexas às características culturais dos grupos de agricultores coletores do hemisfério do Sul, cuja articulação dos mesmos se dá por meio de múltiplas formas de organização, que inclui agentes exportadores, importadores comerciais e uma rede com cerca de 4.500 lojas. Contudo, nesta pesquisa, partimos da hipótese que a relação mercantil entre os Sateré-Mawé e as agências do Comércio Justo produziu interferências na organização política e econômica destes. O objeto da tese são as interferências desta relação na formação das atuais lideranças, em suas fontes de legitimação, marcadas em características diferenciadoras estimuladas na participação segmentada no comércio global. O objetivo central consiste em mapear as interferências do comércio justo na organização política e social dos Sateré-Mawé. Seus objetivos específicos são de: 1) Indagar os fundamentos dos discursos e fontes de legitimação do Projeto Waraná; 2) Explicar os fundamentos do valor simbólico agregado na forma de critérios ou protocolos de consumo do Slow Food enquanto marca do consumo [consumidor verde]; 3) Apresentar os efeitos do Projeto integrado de Etnodsenvolvimento Sateré-Mawé; 4) Estudar as tensões políticas entre os Sateré-Mawé; 5) Problematizar contradições e ambiguidades contidas no espaço dessas trocas de abrangência global. O método é etnográfico com base hermenêutica e tem como campo empírico as definições de quatro cenários que envolvem lutas políticas. Os cenários são desenvolvidos e combinados em ensaios que incluem os temas da autonomia e do reconhecimento políticos no circuito das trocas globais. Acerca da hipótese central, observamos que ao lado da autoridade dos tuxauas, assinalada por ações de bases ou valores tradicionais, instituiu-se outro modelo de liderança, cuja legitimidade não está exclusivamente na capacidade de politicamente organizar e liderar a sociedade interna, constituída por dinâmicas grupais das mais diversas. O conceito de produção se institui como uma categoria prioritária que divide – quebra – a sociedade Mawé entre os produtores agroflorestais e outros agrupamentos. Tais produtores se distinguem pelos negócios com outros agentes globais. Esta relação inclui rearticulações entre o local e o global, além de tensões compartilhadas no interior do campo de luta com dimensões transnacionais. Embora, com projetos próprios e bem definidos de emancipação polÍtica e econômica, o projeto de autonomia ainda está em construção.
Abstract: The economic and cultural base of the Sateré-Mawé is linked to the guaraná culture, whether in its food or ritual use. However, more than an expression of this ethnicity, this fruit was metamorphosed into a brand of great commercial value of drinks and energy around the world, whose rapid popularization took place through the world commercial advertising channels articulated by Fair Trade and the Slow Food movement, which in theory proposes to promote self-sustaining forms, better conditions for exchanges, creation of alternative markets and the recognition of political guarantees related to the cultural characteristics of the collecting groups of the Southern Hemisphere. gives through multiple forms of organization, which includes export agents, commercial importers and a network with about 4,500 stores. However, in this research, we assume from the hypothesis that the mercantile relationship between the Sateré- Mawé and the Fair Trade agencies produced interferences in the political and economic organization of these. The object of the thesis is the interferences of this relation in the formation of the current leaders, in their sources of legitimation, marked in differentiated characteristics stimulated in the segmented participation in the global commerce. The central objective is to map the interference of fair trade in the Sateré-Mawé political and social organization. Its specific objectives are: 1) Inquire the foundations of the speeches and sources of legitimacy of the Project Waraná; 2) Explain the fundamentals of aggregate symbolic value in the form of consumption criteria or protocols for slow food as a consumer brand [green consumer]; 3) To present the effects of the Sateré-Mawé Integrated Development Project; 4) To study the political tensions between the Sateré-Mawé; 5) To problematize contradictions and ambiguities contained in the space of these exchanges of global scope. The method is ethnographic based on hermeneutics and has as its empirical field the definitions of four scenarios involving political struggles. Scenarios are developed and combined in essays that include the themes of autonomy and political recognition in the global trading circuit. Regarding the central hypothesis, we observe that alongside the authority of the Tuxauas, marked by actions of traditional bases or values, another model of leadership was instituted, whose legitimacy is not exclusively in the capacity to politically organize and lead the internal society, constituted by dynamics group of the most diverse. The concept of production is established as a priority category that divides the Mawé society between agroforestry producers and other groups. Such producers distinguish themselves by doing business with other global players. This relationship includes rearticulations between the local and the global, in addition to shared tensions within the field of struggle with transnational dimensions. Although with its own welldefined projects of political and economic emancipation, the autonomy project is still under construction.
Palavras-chave: Etnodesenvolvimento
Comércio Justo
Autonomia política
Sustentabilidade
Mercado global
Sateré-Mawé
Ethnodevelopment
Political autonomy
Sustainability
Global market
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: FERREIRA, Gerson André Albuquerque. Wará: ensaios sobre as interferências do comércio justo na formação política das lideranças Sateré-Mawé. 2017. 264 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6259
Data de defesa: 11-Ago-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_Gerson A. A. Ferreira.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons