???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6415
Tipo do documento: Dissertação
Título: Determinação de esteróis em sedimentos de igarapés de Manaus utilizando cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas sequencial (LC–MS/MS)
Autor: Melo, Moacir Guimarães de 
Primeiro orientador: Bataglion, Giovana Anceski
Primeiro coorientador: Souza, Afonso Duarte Leão de
Primeiro membro da banca: Oliveira, Tereza Cristina Souza de
Segundo membro da banca: Valle, Cláudia Magalhães do
Resumo: Com a implantação da Zona Franca de Manaus (AM), a cidade passou por um grande crescimento populacional que não foi acompanhado de investimentos em infraestrutura e controle sobre o uso e ocupação dos solos. Problemas como falta de saneamento, urbanização e habitação cresceram ao longo dos anos, influenciando o meio ambiente. A contaminação de corpos aquáticos pode ser avaliada a partir da matéria orgânica (MO) sedimentar que acumula compostos hidrofóbicos. Neste sentido, os esteróis são bastante úteis como biomarcadores geoquímicos na avaliação das fontes de MO biogênica (terrestre e aquática) e antropogênica (esgoto doméstico). Este trabalho determinou quantitativamente uma série de esteróis em sedimentos de três igarapés de Manaus (Mindu, Quarenta e Tarumã-Açu) por cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas sequencial. Os esteróis colesterol, epicoprostanol, coprostanol, colestanol, campesterol, β-sitosterol, estigmasterol, brassicasterol, ergosterol e estigmastanol foram selecionados a fim de avaliar as diversas fontes de MO nos igarapés de estudo. A grande maioria das amostras dos igarapés completamente inseridos na área urbana, Mindu e Quarenta, apresentaram coprostanol (esterol fecal) como o esterol mais abundante com concentrações variando de 523 a 6113 ng.g-1 e de 509 a 12 830 ng.g-1, respectivamente. As concentrações de coprostanol nas amostras do igarapé Tarumã-Açu foram muito menores, variando de < LQ a 142 ng.g-1. Similarmente, as porcentagens de coprostanol variaram de 0 a 7 % (m/m) para as amostras do Igarapé Tarumã-Açu, de 21 a 54 % (m/m) para o Igarapé do Mindu e de 31 a 50 % (m/m) para o Igarapé do Quarenta. Ainda, índices diagnósticos foram calculados a fim de obter uma avaliação mais robusta dos níveis de contaminação nos igarapés de estudo. As razões coprostanol/(coprostanol + colestanol), coprostanol/colesterol e coprostanol/epicoprostanol corroboram os resultados relatados acima e indicam uma intensa entrada de esgoto doméstico não tratado nos igarapés Mindu e Quarenta. Os índices diagnósticos associados às concentrações indicam que o igarapé Tarumã-Açu é muito menos submetido ao aporte de esgoto doméstico, mas já mostra sinais de contaminação moderada em alguns pontos. Os resultados obtidos neste estudo podem ser utilizados como valores base para a tomada de decisões acerca de políticas públicas de saneamento básico e para o monitoramento da qualidade de sedimentos dos corpos aquáticos de Manaus.
Abstract: With the implementation of the Zona Franca de Manaus (AM), the city underwent a great population growth that was not accompanied by investments in infrastructure and control over land use and occupation. Problems such as lack of sanitation, urbanization and housing have grown over the years, influencing the environment. Contamination of aquatic environments can be evaluated from the sedimentary organic matter (OM) that accumulates hydrophobic compounds. In this sense, the sterols are very useful as geochemical biomarkers in the evaluation of the sources of biogenic OM (terrestrial and aquatic) and anthropogenic (domestic sewage). This work quantitatively determined a series of sterols in sediments from three streams of Manaus (Mindu, Quarenta and Tarumã-Açu) by liquid chromatography coupled to sequential mass spectrometry. Cholesterol, epicoprostanol, coprostanol, cholestanol, campesterol, β-sitosterol, stigmasterol, brassicasterol, ergosterol and stigmastanol were selected in order to evaluate the various sources of OM in the streams. Most samples from urban streams, Mindu and Quarenta, presented coprostanol (fecal sterol) as the most abundant sterol with concentrations ranging from 523 to 6113 ng.g-1 and from 509 to 12 830 ng.g-1, respectively. Coprostanol concentrations in the Tarumã-Açu streams samples were much lower, ranging from <LQ to 142 ng.g-1. Similarly, the percentages of coprostanol ranged from 0 to 7% (m / m) for the Tarumã-Açu stream samples, from 21 to 54% (m / m) for the Mindu streams and from 31 to 50% m) for the Quarenta stream. Furthermore, diagnostic indices were calculated in order to obtain a more robust evaluation of the levels of contamination in the study streams. Coprostanol / (coprostanol + cholestanol), coprostanol / cholesterol and coprostanol / epicoprostanol ratios corroborates the results reported above and indicate an intense inflow of untreated domestic sewage in the Mindu and Quarenta streams.
Palavras-chave: Igarapés de Manaus - Contaminação
Esgoto doméstico
Recursos Hídricos
Biomarcadores geoquímicos
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: MELO, Moacir Guimarães de. Determinação de esteróis em sedimentos de igarapés de Manaus utilizando cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas sequencial (LC–MS/MS). 2018. 51 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6415
Data de defesa: 15-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO MOACIR .pdf2,12 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons