???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6570
Tipo do documento: Tese
Título: Mulheres pescadoras: os significados do trabalho de pesca do camarão na Comunidade da Salvação – Alenquer – PA
Autor: Rodrigues, Christianne Pereira 
Primeiro orientador: Scherer, Elenise Faria
Resumo: A pesca do camarão Macrobrachium amazonicum (Heller,1862) ocorrida na comunidade da Salvação no município de Alenquer, estado do Pará, no Baixo Amazonas é protagonizada por mulheres. Essa pesca é dotada de significações cotidianamente modificadas, sendo a principal fonte de renda para as famílias dessas pescadoras. As mulheres das várzeas são pluriativas, realizam atividades na terra e na água para garantia da sobrevivência de suas famílias, assim como em outras comunidades rurais na Amazônia. Dentre as atividades desenvolvidas por elas para a garantia de renda estão a criação de galinhas, o cultivo de hortaliças e a plantação de ciclos curtos. A pesca do camarão no contexto amazônico pode ser compreendida como uma estratégia adaptativa que levou as mulheres à exploração do ambiente como uma forma de sobrevivência. Por meio do trabalho de pesca as pescadoras têm contato direto com ambiente em que vivem e, assim, são responsáveis por modificações ambientais cotidianamente. Em relação às pescadoras de camarão, chegamos conclusão de que a denominada invisibilidade, ocorre de duas formas: uma ocorre por parte de quem as olha de fora, seja o Estado, seja a ordem acadêmica, seja a própria população, que não percebe a pesca do camarão como um trabalho que demanda tempo das mulheres e é movido por significações; outra é a invisibilidade estratégica, que nasce na própria comunidade como modo de continuar realizando o trabalho de pesca informalmente. O trabalho das mulheres pescadoras de camarão não é reconhecido pelas políticas públicas, isso somente reforça a invisibilidade do trabalho e a insustentabilidade da pesca. Nossa metodologia utilizou a abordagem qualitativa com o enfoque na Etnometodologia. Embasamo-nos nos estudos de Alencar (2011; 2013), Diógenes (2014), Gerber (2015), Lima (2014), Maneschy (1995), Simonian (2003) e Scherer (2015; 2009; 2012). A pesquisa de campo, realizada nos anos de 2016 e 2017, que envolveu observação, narrativas autobiográficas, entrevistas e, quando permitido, registros fotográficos e gravações de áudio, consentiu-nos trazer para a discussão acadêmica questões de gênero na pesca, contidas na temática da mulher amazônica, e, principalmente, os significados do trabalho.
Abstract: Fishing for shrimp Macrobrachium amazonicum (Heller .1862) occurred in the community of salvation in the Alenquer city, Pará State, in the Amazon is Bass played by women. This fishing has changed daily, with meanings the main source of income for the families of these fishers. Women of the floodplains are pluriactives; carry out activities on land and in the water to ensure the survival of their families, as well as in other rural communities in the Amazon. Among the activities carried out by them to the income guarantee are raising chickens, growing vegetables and planting of short cycles. Fishing for shrimp in the Amazonian context can understood as an adaptive strategy that led women to exploitation of the environment as a way of survival. Through the work of the fishing, fishers have direct contact with the environment in which they live and, thus, are responsible for environmental changes daily. In relation to the fishers of shrimp, we reached conclusion that the so-called invisibility, occurs in two ways: a occurs on the part of those who look outside, the State, is the academic order, but their population, you don't notice the shrimp fishing as a work that demands time of women and is moved by meanings. Another is the strategic invisibility, which rises in own community as a way to continue performing fishing work informally. Our methodology used the qualitative approach with the focus on Ethnomethodology. We base ourselves in studies of Alencar (2011; 2013), Diógenes (2014), Gerber (2015), Lima (2014), Maneschy (1995), Simonian (2003) e Scherer (2015; 2009; 2012). Field research, held in 2016 and 2017, which involved observation, autobiographical narratives, interviews and, when permitted, photographic records and audio recordings, consented to bring us to the academic discussion on gender issues in fishing, contained in the Amazon woman, and, especially, the meanings of work.
Palavras-chave: Trabalho - Pesca de camarão
Mulher amazônica
Pescadoras de Camarão
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: RODRIGUES, Christiane Pereira. Mulheres pescadoras: os significados do trabalho de pesca do camarão na Comunidade da Salvação – Alenquer – PA. 2018. 210 f. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6570
Data de defesa: 28-Jun-2018
Appears in Collections:Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ChristianeRodrigues_PPGCASA.pdf7,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons