???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6730
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Estudo sobre doenças e desigualdades sociais em aglomerados subnormais do bairro da Redençao – Manaus (Am)
???metadata.dc.creator???: Andrade, Jessyca Mikaelly Benchimol de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Albuquerque, Adoréa Rebello da Cunha
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fortes, Mircia Ribeiro
???metadata.dc.contributor.referee2???: Silva, Raimundo Nonato Pereira da
???metadata.dc.contributor.referee3???: Lima, Marcos Castro de
???metadata.dc.contributor.referee4???: Aleixo, Natacha Cíntia Regina
???metadata.dc.contributor.referee5???: Souza, José Camilo Ramos de
???metadata.dc.description.resumo???: Neste estudo foi feita uma análise sobre expansão urbana articulada com um conjunto de mudanças estruturais da economia e na sociedade brasileira. Na cidade de Manaus, a maioria das formas de ocupação, classificadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE como aglomerados subnormais, estão localizadas em regiões de fundo de vale e próximas às margens de rios que drenam uma rede hidrográfica local. Constituem aglomerados de pessoas que moram, segundo o IBGE, em condições impróprias para habitação, reúnem populações excluídas, carentes de infraestrutura de serviços de saúde, segurança, transporte, educação e planejamento urbano. Para este estudo, selecionou-se o Bairro da Redenção situado na bacia hidrográfica do Gigante. Tem como objetivo fazer uma analise geoespacial dos aglomerados do bairro Redenção. Como objetivos específicos: Classificar a quantidade de setores de aglomerados subnormais e posteriormente caracterizar os aglomerados subnormais encontrados. No setor mais ocupado da bacia foi evidenciado diversos ambientes com diferentes graus de degradação, onde se incluem os aglomerados subnormais. No Amazonas as aglomerações subnormais são conhecidos como comunidades, com destaque para Manaus (n= 50), Iranduba (n=11), Parintins (n=7) e Tefé (n= 7) na cidade de Manaus esses números representam quantos bairros são atingidos por essas aglomerações urbanas, sem mencionar o quantitativo de setores censitários. Em Manaus foi feita a verificação dos bairros com o quantitativo de setores censitários; dos 63 bairros, apenas 13 deles não possuem aglomerados, a forma concreta desse avanço é a expansão das comunidades (n=50) em toda Manaus, em maior quantidade nas Zonas Leste e Norte de Manaus. A representatividade no bairro da Redenção foi de 48 setores censitários, onde 44 desses setores representam a área onde o termo técnico vai mencionar de setores “normais”, e os 4 setores restantes são as manchas urbanas, os setores de aglomerados subnormais, estes são muitas vezes conhecidos como os “invisíveis” para o Estado, sem esquecer-se de mencionar o fato de não aparecerem nas estatísticas oficiais, cada vez mais nota-se a indiferença em relação a essas aglomerações subnormais. O reflexo do descaso e da falta de políticas pública para maiores investimentos na estrutura urbana, é perceptível que a cidade é vista como mercadoria, uma vez que somente aqueles que possuem melhores condições financeiras possuem os melhores lugares para construir suas moradias.
Abstract: In this study an analysis was made on urban expansion articulated with a set of structural changes of the economy and in Brazilian society. In the city of Manaus, most forms of occupation, classified by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) as slums settlements, are located in valley bottom regions and near the riverbanks that drain a local hydrographical network. They constitute agglomerates of people who, according to the IBGE, live in conditions that are unfit for housing, bring together excluded populations, lacking infrastructure for health services, security, transport, education and urban planning. For this study, we selected the Redemption District located in the Giant River basin. Its objective is to make a geospatial analysis of the clusters of the Redenção neighborhood. As specific objectives: Classify the amount of sectors of slums settlements and later characterize the slums settlements found. In the busiest area of the basin, several environments with different degrees of degradation were evidenced, including slums settlements. In Amazonas, slums settlements are known as communities, with Manaus (n = 50), Iranduba (n = 11), Parintins (n = 7) and Tefé (n = 7) in the city of Manaus. These numbers represent how many urban agglomerations, not to mention the number of census tracts. In Manaus the verification of the districts was done with the quantitative of census tracts; of the 63 districts, only 13 of them do not have clusters, the concrete form of this advance is the expansion of the communities (n = 50) throughout Manaus, in greater quantity in the Eastern and Northern Zones of Manaus. The representativity in the Redenção neighborhood was 48 census sectors, where 44 of these sectors represent the area where the technical term will mention "normal" sectors, and the remaining 4 sectors are urban spots, the sectors of slums settlements, these are many sometimes known as the "invisible" to the state, not forgetting to mention the fact that they do not appear in official statistics, the indifference to these subnormal agglomerations is increasingly noted. The reflection of the neglect and lack of public policies for greater investments in the urban structure, it is noticeable that the city is seen as a commodity, since only those with better financial conditions have the best places to build their houses.
Keywords: Aglomerados subnormais
Setores censitários
Moradias
???metadata.dc.subject.cnpq???: Geografia física
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Ciências Humanas e Letras
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: ANDRADE, Jessyca Mikaelly Benchimol de. Estudo sobre doenças e desigualdades sociais em aglomerados subnormais do bairro da Redençao – Manaus (Am). 2018. 71 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
???metadata.dc.rights.uri???: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6730
Issue Date: 10-May-2018
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Jessyca Andrade_PPGEOG1.64 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons