Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6795
Tipo do documento: Dissertação
Título: Diversidade vegetal associada a castanheiras produtivas nas principais regiões produtoras do estado do Amazonas
Título(s) alternativo(s): Vegetation diversity associated with productive Brazil nut tree in the main producing regions of the state of Amazonas
Autor: Pacheco, Nadiele Pereira 
Primeiro orientador: Pio, Nabor da Silveira
Primeiro coorientador: Silva, Kátia Emídio da
Primeiro membro da banca: Lima, Roberval Monteiro Bezerra de
Segundo membro da banca: Lima, Adriano José Nogueira
Resumo: Bertholletia excelsa, conhecida popularmente como castanheira, é uma espécie florestal que produz um fruto chamado ouriço, o qual é coletado por populações tradicionais que comercializam suas amêndoas, castanha-do-brasil, como alternativa na composição da renda familiar. Este estudo avaliou a diversidade vegetal associada a castanheiras nativas no Amazonas, por meio da comparação das diferenças florísticas entre e dentro de seis castanhais. Buscou também identificar a existência de um padrão taxonômico associado às castanheiras focais, selecionadas segundo classes de produção de frutos, cujas informações são importantes para tomadas de decisões na aplicação de políticas públicas a favorecer a conservação e manejo desses castanhais e para melhoria da qualidade de vida dos agroextrativistas. A pesquisa foi conduzida nas principais regiões produtoras de castanha-do-brasil do Estado do Amazonas: Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu Purus (Anori), Propriedade do Jutica (Tefé), Comunidade Jatuarana (Manicoré), Sítio Gostoso (Amaturá), Comunidade Mufuá (Lábrea), Reserva Extrativista do Rio Unini (Barcelos). As diferenças florísticas foram analisadas por meio da análise cluster e Escalonamento Multidimensional Não Métrico – nMDS e o padrão taxonômico por meio do método espécies indicadoras-IndVal, que permite identificar espécies ou associações destas representativas das classes de produção de frutos. Empregou-se a análise de variância multivariada, baseada em permutações (Permanova), para analisar as diferenças significativas entre os castanhais, a 5% de probabilidade, usando análise de dissimilaridade florística chamada Adonis. Neste contexto, todos os indivíduos com DAP≥ 10 cm, vizinhos às castanheiras selecionadas, foram marcados e identificados em 15 parcelas circulares de 15 metros de raio em cada castanhal. As parcelas foram instaladas ao redor de castanheiras selecionadas a partir da classe de produção de frutos (5 de alta, 5 de média e 5 de baixa produtividade). Como resultados, foram registrados 3039 indivíduos nos seis castanhais, sendo que a localidade Jatuarana foi a que apresentou o maior número de indivíduos (577) representados em 133 espécies. A espécie Trymatococcus amazonicus (Pama) se destacou entre as cinco primeiras espécies mais abundantes em quatro dos seis castanhais: Jatuarana, Mufuá, Sítio Gostoso e Uixi. Os castanhais com maior similaridade florística foram Sítio Gostoso e Mufuá. Porém, no contexto das classes de produção não se observou um padrão de agrupamento das parcelas de mesma classe, conforme evidenciado pelo nMDS. No que compete à diversidade local (alfa), os ambientes florestais estudados possuem grande diversidade florística, pois apresentaram índice de Shannon-Weaver entre de 3,65 a 4,19; estes valores de diversidade não foram estatisticamente significativos (teste Kruskal Wallis) entre as localidades. Entretanto, em se tratando das diferenças florísticas, observou-se diferenças significativas entre as seis localidades, segundo (permanova/adonis p-valor = 0,001). As análises buscando um padrão taxonômico associado às classes de produção, revelou resultados interessantes em cada castanhal, destacando-se o Unini, localidade onde não se obteve um padrão mais evidente, com apenas uma (01) espécie atendendo aos critérios de seleção; isto pode ser o reflexo da menor diversidade alfa observada neste local e pelo arranjo composicional, que deve ser investigado em trabalhos futuros. Goupia glabra é uma espécie que apareceu associada a áreas de média e alta produtividade nos castanhais Jutica, Sítio Gostoso e Uixi, a qual merece estudos adicionais a fim de se investigar sua associação ecológica com as castanheiras destas diferentes localidades.
Abstract: Bertholletia excelsa, popularly known as Brazil nut tree, is a forest species that produces a fruit called a hedgehog, which is collected by traditional populations that market their brazil nuts, as an alternative in the composition of family income. This study evaluated the plant diversity associated with native Brazil nuts trees in the Amazonas, by comparing floristic diferences between and within six Brazil nuts florests. It also sought to identify the existence of a taxonomic pattern associated with focal Brazil nuts trees, selected according to classes of fruit production, whose information is important for decision making in the application of public policies to favor the conservation and management of these Brazil nuts florests and to improve the quality of life of the agro-extractivists. The research was conducted in the main Brazil nut production regions of the State of Amazonas: Piagaçu Purus Sustainable Development Reserve (Anori city), Jutica Property (Tefé city), Jatuarana Community (Manicoré city), Sítio Gostoso (Amaturá city), Mufuá Community (Lábrea city), Extractive Reserve of Rio Unini (Barcelos city). The floristic diferences were analyzed through cluster analysis and non-metric multidimensional scaling (nMDS) and the taxonomic pattern through indival indicator species, which allows the identification of species or associations of these representative of fruit production classes. The multivariate variance analysis, based on permutations (Permanova), was used to analyze the significant differences among Brazil nuts florests, at 5% probability, using floristic dissimilarity analysis called Adonis. In this context, all individuals with DBH≥ 10 cm, neighboring the selected Brazil nuts trees, were marked and identified in 15 circular plots of 15 meters radius in each Brazil nuts florests. The plots were installed around Brazil nuts trees selected from the fruit production class (5 high, 5 medium and 5 low productivity). As a result, 3039 individuals were recorded in the six Brazil nuts florests, and the Jatuarana locality was the one with the highest number of individuals (577) represented in 133 species. The species Trymatococcus amazonicus (Pama) stood out among the five most abundant species in four of the six Brazil nuts florests: Jatuarana, Mufuá, Sítio Gostoso and Uixi. The Brazil nuts florests with the highest floristic similarity were Sítio Gostoso and Mufuá. However, in the context of the production classes there was no pattern of grouping of plots of the same class, as evidenced by nMDS. As far as local (alpha) diversity is concerned, the forest environments studied have great floristic diversity, since they presented a Shannon-Weaver index between 3.65 and 4.19; these values of diversity were not statistically significant (Kruskal Wallis test) among the localities. However, in the case of floristic diferences, significant diferences were observed among the six localities, according to (remains / andonis p-value = 0.001). The analysis of a taxonomic pattern associated to the production classes showed interesting results in each Brazil nut florests, especially Unini, where a clear pattern was not obtained, with only one (01) species meeting the selection criteria; this may be the reflection of the lower alpha diversity observed at this site and the arrangement, which should be investigated in future works. Goupia glabra is a species that has been associated to areas of medium and high productivity in the Brazil nut florests Jutica, Sítio Gostoso and Uixi, which deserves additional studies in order to investigate its ecological association with the Brazil nuts trees of these different localities.
Palavras-chave: Castanha-do-Brasil
Composição florística
Padrão taxônomico
Brazil nut
Floristic composition
Taxonomic pattern
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRARIAS
CIÊNCIAS AGRARIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL
CIENCIAS AGRARIAS: RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL: MANEJO FLORESTAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais e Ambientais
Citação: PACHECO, Nadiele Pereira. Diversidade vegetal associada a castanheiras produtivas nas principais regiões produtoras do estado do Amazonas. 2018. 74 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6795
Data de defesa: 31-Jul-2018
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências Florestais e Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_NadielePacheco_PPGCIFA2,79 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons