???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6829
Tipo do documento: Dissertação
Título: A geograficidade de estudantes da zona rural de Iranduba, AM: a percepção ambiental no percurso casa/escola
Título(s) alternativo(s): The geography of students in the rural area of ​​Iranduba, AM: The environmental perception in the course home / school
Autor: Duarte, Fabíola Rocha 
Primeiro orientador: Fraxe, Therezinha de Jesus Pinto
Primeiro membro da banca: Nogueira, Amélia Regina Batista
Segundo membro da banca: Rezende, Marília Gabriela Gondim
Terceiro membro da banca: Silva, Carlos Augusto da
Resumo: A relação homem-natureza se configura no espaço geográfico, e se constitui a partir de sua intersubjetividade que se desenvolve, por meio das experiências íntimas, com o lugar. É nesse lugar fruto da experiência que o homem percebe e desenvolve suas relações sócias, culturais, econômicas e criam com ele, um elo de pertencimento tão forte que é impossível de se desprender, o resultado dessa relação é a sua geograficidade. Afim de conhecer como ocorre essa relação entre o homem e a terra essa pesquisa apresenta-se com o objetivo de compreender a geograficidade construída pelos estudantes da zona rural no município de Iranduba, a partir da experiência com o lugar que esses vivenciam ao longo do percurso de sua casa até a escola. Buscamos no método fenomenológico o apoio e o auxílio necessário para compreender a relação do homem com a percepção, o espaço, o mundo e lugar. Visto que, “o objeto de conhecimento para a fenomenologia não é o sujeito nem o mundo, mas o mundo enquanto é vivido pelo sujeito. ” Os dados foram coletados a partir dos desenhos dos mapas mentais. Participaram 80 – oitenta - alunos de ambos os sexos, com idades entre quatorze e dezessete anos. Estudantes matriculados e frequentando o turno matutino e vespertino, cursando o primeiro, segundo e o terceiro ano do ensino médio na Escola Estadual Isaías Vasconcelos. Moradores da zona rural do município – Terra firme (sede e estrada) e das ilhas do Muratu, Jacurutu e Paciência, Costa do Iranduba, na várzea do Rio Solimões. Os mapas nos mostraram que o foco da percepção ambiental, presente nos alunos, demostram que eles conhecem mais que o caminho que os levam a escola, conhecem e se sentem parte dessa relação que se entrelaçam entre eles, seus colegas, a escola e o lugar.
Abstract: The relation man-nature is configured in the geographical space, and is constituted from its intersubjectivity that develops, through the intimate experiences, with the place. It is in this place of experience that man perceives and develops his social, cultural, economic relations and creates with him a bond of attachment so strong that it is impossible to detach himself, the result of this relationship is its geography. In order to know how this relationship between man and the earth occurs, this research is presented with the objective of understanding the geography built by the students of the rural area in the municipality of Iranduba, from the experience with the place they live along the route from home to school. We seek in the phenomenological method the support and help necessary to understand man's relation to perception, space, world and place. Since, "the object of knowledge for phenomenology is not the subject nor the world, but the world as it is lived by the subject." The data were from the drawings of the mind maps. Participated 80 - Eighty - students of both sexes, between the ages of fourteen and seventeen. Students enrolled and attending the morning and afternoon shift, attending the first, second and third year of high school at Isaías Vasconcelos State School. Residents of the rural area of the municipality - Terra firme (headquarters and road) and the islands of Muratu, Jacurutu and Paciência, Costa del Iranduba, in the floodplain of the Solimões River. The maps showed us that the focus of environmental perception, present in the students, shows that they know more than the way that they take them to school, they know and feel part of that relationship that intertwines with each other, their colleagues at school and their place.
Palavras-chave: Percepção Ambiental
Environmental Perception
Várzea
Geograficidade
Place
Geography
Área(s) do CNPq: OUTROS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Centro de Ciências do Ambiente
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Citação: DUARTE, Fabíola Rocha. A geograficidade de estudantes da zona rural de Iranduba, AM: a percepção ambiental no percurso casa/escola. 2018. 170 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6829
Data de defesa: 31-Jul-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
6829. Dissertação_FabíolaDuarte_PPGCASA17,88 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.