???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6835
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ditadura Militar e Amazônia: Desenvolvimentismo, representações, legitimação política e autoritarismo nas décadas de 1960 e 1970
Título(s) alternativo(s): Brazilian Military Dictatorship and Amazon
Autor: Miranda, Camila Barbosa Monção 
Primeiro orientador: Silva, James Roberto
Primeiro membro da banca: Silva, James Roberto
Segundo membro da banca: Nepomuceno, Eric Brasil
Terceiro membro da banca: Queirós, César Augusto Bubolz
Resumo: Estudos sobre a ditadura militar brasileira, iniciada em 1964, têm crescido em número e diversidade. São muitos os aspectos sobre este período autoritário que podem ser abordados pela História e pelas demais ciências humanas e sociais. Assim, buscando contribuir para essa gama de pesquisas que têm sido realizadas nos últimos anos, este trabalho objetiva compreender as relações entre a ditadura e a Amazônia, partindo da análise da abordagem discursiva sobre as ações desenvolvimentistas empreendidas pelo governo na região. Um estudo que perpasse essas grandes obras e projetos idealizados e, em alguns momentos, concretizados pelos militares, torna possível compreendê-los dentro dos ideais de desenvolvimentismo e modernização conservadora. Outrossim, será exposto como se torna notória a relação dessas iniciativas com a Doutrina de Segurança Nacional (DSN), com uma cultura política nacional-estatista, como propõe Daniel Aarão Reis, ou com uma cultura política brasileira, conforme compreende Rodrigo Patto Sá Motta. Dessa forma, serão investigados discursos do próprio governo sobre essas empreitadas, além de manifestações da imprensa e da literatura acadêmica sobre o assunto, tanto de maneira local quanto de expressões vindas de fora do território amazônico. Espera-se entender como as diferentes representações sobre a Amazônia foram mobilizadas de forma endógena (de dentro) e exógena (de fora) a fim de legitimar ou questionar os projetos ditatoriais nessa vasta porção do Brasil. Pretende-se perceber de que maneira a imprensa transmitiu e opinou sobre os impactos dos projetos desenvolvimentistas da ditadura militar na Amazônia, compreendendo a execução e planejamento dessas empreitadas como uma forma de exercício de controle e poder da ditadura na região. Ademais, procurando entrelaçar este trabalho à história amazônica de uma forma mais ampla, serão estudadas a formação e as transformações das representações sobre a Amazônia ao longo do tempo, ligando-as às apropriações feitas pela ditadura, pela imprensa e pela literatura. Também serão mapeadas as concepções de desenvolvimento e desenvolvimentismo presentes nos discursos governamentais, na imprensa e em produções intelectuais publicadas nas décadas de 1960 e 1970, entendendo que este conceito e suas tentativas de aplicação são anteriores ao período da ditadura militar. Além disso, este trabalho buscou inserir esse momento da história amazônica a alguns eventos nacionais ligados à ditadura e ao crescimento dos ideais desenvolvimentistas que floresceram no Brasil antes mesmo de 1964.
Abstract: Researches about the Brazilian Military Dictatorship have grown in number and diversity. There are many aspects about this authoritarian period that can be studied by History and the others human and social sciences. Thus, seeking to contribute for those researches, that have been carried out in recent years, this work aims to understand the relations between Brazilian Military Dictatorship and the Amazon, starting from the analysis of the developmentalism actions performed by the government in the region. Studies that approach discourses about these great idealized projects that, sometimes, made concrete by the military, makes possible to understand them inside the ideals of developmentalism and conservative modernization. In addition, the relationship between these initiatives and the National Security Doctrine, a national-statist political culture, as Daniel Aarão Reis proposes, or a Brazilian political culture, as Rodrigo Patto Sá Motta suggests, will be exposed. In this way, the government’s own discourses about these works, besides press and academic literature about the subject, will be investigated, bringing local and outside expressions. It aims to understand how the different representations about the Amazon were mobilized endogenously (from inside) and exogenous (from outside) in order to legitimize or question the dictatorial projects in this vast portion of Brazil. It is intended to figure out how the press opined and transmitted the impacts of the development projects of the military dictatorship in the Amazon, interpreting the execution and planning of these works as a form that the dictatorship exercises control and power in the region. In addition, seeking to interweave this work to Amazonian history in a broader way, the formation and transformations of the representations about the Amazon over time will be studied, linking them to the appropriations made by the dictatorship, the press and the literature. Also, the concepts of development and developmentalism present in the governmental discourses, in the press and in the intellectual productions published in the 1960s and 1970s will be mapped, understanding that this concept and its attempts to apply it predate the period of the military dictatorship. Besides that, this thesis tried to insert that moment of Amazon history into some national events connected to military dictatorship and also to the increase of developmentalism ideas, that emerge before 1964.
Palavras-chave: Amazônia - Desenvolvimentismo
Ditadura Militar Brasileira
Brazilian Military Dictatorship
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS
CIÊNCIAS HUMANAS: HISTORIA
CIÊNCIAS HUMANAS: HISTORIA: HISTORIA DO BRASIL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Humanas e Letras
Programa: Programa de Pós-graduação em História
Citação: MIRANDA, Camila Barbosa Monção. Ditadura Militar e Amazônia: Desenvolvimentismo, representações, legitimação política e autoritarismo nas décadas de 1960 e 1970. 2018. 258 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6835
Data de defesa: 23-Aug-2018
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Camila Miranda - PPGH2,74 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons